O Banquete

Páginas: 5 (1089 palavras) Publicado: 3 de abril de 2014
O BANQUETE DE PALTÃO

O Banquete descrito por Platão ocorre na casa de Agatão, onde acontece uma festa entre amigos. Apolodoro esteve neste banquete, posteriormente o descreve a um companheiro o qual o indaga sobre os acontecimentos daquele dia. Para a festa foram convidados vários intelectuais e poetas. Sócrates era um dos convidados, porém chegou atrasado, quando todos já estavamparticipando do banquete. No dia anterior havia acontecido uma festa, por esse motivo todos estavam exaustos. Houve consenso que ninguém iria beber muito vinho, pois queriam realizar discursos sob forma de disputa sobre o tema amor. Havia um médico na festa, Erixímaco este discursava sobre o incômodo da embriaguez, depois desses esclarecimentos o mesmo médico pede a Fedro que inicie a discuta, pois estásentado à ponta.
Fedro o primeiro orador a falar diz que o Eros é um dos antigos deuses, ele nasceu depois do Caos e junto com a Terra. Na sua condição possibilita aos homens diversos bens, o amor de um amante, dignidade e riquezas. Nada na vida pode se comparar com a beleza do Eros, ele é respeitado por todos em virtude de sua grandeza. Somente os homens e mulheres que possuem o amor, os que amam,são capazes de morrer por alguém. O Eros é um deus poderoso, ele leva felicidade aos homens até no pós-morte.
Pausânias é o segundo a falar, faz uma crítica ao posicionamento de Fedro, em seu entendimento o deus Eros não é único, existem o Eros Celeste e o Eros Vulgar, são dois deuses, o que prova a duplicidade do Eros. Este orador defende que as ações não são boas nem ruins, uma ação é boaquando está baseada na justiça, o mesmo acontece com o amor. O Eros Vulgar está relacionado à iniquidade, enquanto o Eros celeste caminho sob a justiça e a beleza celestial. Os homens vulgares buscam o Eros Vulgar, acontece quando o amor se direciona ao corpo, despreza a alma, e não tem compromisso com a decência. Os homens de bom caráter são os que procuram o Eros Celeste, este amor é firme eduradouro. É deste amor que a cidade precisa.
Erixímaco, o médico, faz o terceiro discurso. Baseado nos seus conhecimentos da prática de medicina, este orador acrescenta a ideia que o Eros não existe somente nos homens, mas está em todas as coisas, nas plantas, nos animais. O médico afirma existir dois Eros na natureza, um é contrário ao outro, de um lado está a doença, do outro a saúde, o amor precisaharmonizar os contrários. O amor compõe as artes, está na medicina, na agricultura, na música, etc.
O quarto orador é Aristófanes. Ele relata o desconhecimento humano sobre o Eros, os homens não conhecem seu poder, dessa forma também não o glorificam. Para conhecer o poder do Eros é preciso conhecer o princípio da natureza humana, a teoria dos andróginos, de acordo com ela os homens possuíamquatro mãos e quatro pernas, dois rostos opostos, e dois sexos. Esta condição dos humanos muda quando Zeus os castiga e separa os corpos. Através do amoros humanos buscam suas metades primitivas. Os que eram homens buscam unir-se a um homem, assim também se aplica a mulher com mulher e homem com mulher.
O poeta Agatão é próximo a discursar. Inicia criticando os amigos que o antecederam, poisacredita que louvaram e enalteceram muito ao deus Eros deixando de explicar sua natureza. Também contraria os demais afirmando que Eros é um deus jovem, o mais feliz dos deuses. O amor se caracteriza pela dedicação, está sempre perto de pessoas mansas, de almas boas e delicadas. O amor é úmido, sua umidade o possibilita penetrar nas diversas almas. O amor prefere estar nos lugares calmos, perfumados efloridos. O amor constitui as amizades, ele une os homens e está presente em suas festas. O amor é o mais belo, pois é o mais jovem, é o melhor entre os deuses, pois é o mais justo, corajoso e sábio.
Sócrates é próximo a discursar. No início faz elogios e correções à Agatão, utiliza de perguntas para dialogar com Agatão sobre a natureza do Amor. Conclui-se que o Amor deseja aquilo que não...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Banquete
  • Banquete
  • O Banquete
  • o banquete
  • banquete
  • O banquete
  • Banquetes
  • Banquete

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!