E-fólio de gestão conflitos

Páginas: 5 (1107 palavras) Publicado: 12 de janeiro de 2011
|Ficha de Leitura |
|Identificação da obra: A relação Escola-Família-Comunidade inserida na problemática da Formação de Professores |
|Resumo ||Muitos estudos têm demonstrado as vantagens duma relação mais estreita entre família/escola/comunidade. Apesar da legislação |
|actual favorecer o envolvimento parental, as dificuldades são muitas. Como os professores constituem um elemento chave no |
|desenvolvimento de parcerias, a formação inicial de professores deve desempenhar um papel crucial. A iniciativa da aproximação à||família/comunidade deve caber à escola por estar em melhor posição para o fazer. Coleman e Tabin (1992) desenvolveram um estudo |
|no Canadá com o objectivo de identificar as atitudes que facilitam a colaboração e influenciam positivamente a aprendizagem dos |
|alunos. Estes consideram que os professores devem: compreender que o envolvimento dos pais depende da iniciativa e do convite |
|dosprofessores; lembrar os pais dos seus direitos e responsabilidades; proporcionar reuniões entre pais e professores; |
|desenvolver actividades em que pais e filhos possam participar em conjunto; reconhecer os resultados da colaboração. Todos os |
|autores reconhecem que as práticas de aproximação às famílias têm vindo a aumentar. Montandon (1993) quanto à diversidade de |
|contactos comos pais identifica os seguintes tipos de professores: polivalentes(47%); minimalista(25%); informais(12%) e |
|tradicionalistas(16%). Lareau (1987) considera que os professores fazem pedidos muito semelhantes a todos os pais, |
|independentemente da sua classe social e utilizam várias estratégias para os incentivarem, mas pretendem que estes actuem apenas|
|sob a suaorientação de especialistas. Num estudo realizado em Lisboa, foi possível identificar que na diversidade de actuações |
|o contexto é mais determinante do que a formação inicial ou contínua assim como a idade dos alunos. Em nenhum caso, a actuação |
|dos professores modificou em função da legislação recente. Em vários estudos realizados sobre a realidade portuguesa parece ser |
|possível identificar: umaimagem negativa do papel parental; relutância relativamente à participação dos pais; defesa do |
|estatuto profissional; preferência pelos pais da classe média. Num estudo (Villas-Boas et al.,2000), procurou compreender os |
|factores que dificultam a construção de parcerias escola/família/comunidade e identificar as estratégias que melhor contribuem |
|para o seu desenvolvimento.Foram escolhidas aleatoriamente 25 escolas do 1º ciclo que se distribuíram por 6 áreas geográficas. |
|Em cada escola o programa de intervenção consistiu, durante 2 anos lectivos, na presença de um facilitador que apoiou 4 |
|professores (1 por cada ano de escolaridade). Em todas as escolas começou-se por identificar os problemas face ao envolvimento |
|parental. Os professores,facilitadores e, em alguns casos, pais e autarquia frequentaram acções de formação. Apenas 19 escolas |
|completaram o período de intervenção previsto e em todas se desenvolveram parecerias entre escola/família/comunidade. |
|Constatou-se a melhoria generalizada das escolas. Os resultados mostraram os efeitos positivos do envolvimento parental, na |
|qualidade do processo deensino-aprendizagem. Este envolvimento não se consegue atingir por decreto, mas sim através de formação|
|e estratégias que visem a vivência de parcerias. A construção de parcerias leva tempo e dificilmente se constrói sem estruturas |
|de mediação. Por fim a autora levantou a questão (Cf.  Villas-Boas, s.d., Pág.13) sobre o tipo de incentivos que será necessário|
|promover para que, além da formação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • E-fólio a- gestão de conflitos
  • E-folio a gestão 2010
  • Gestão de Conflitos
  • Gestão Conflitos
  • Gestão de Conflitos
  • Gestão de Conflitos
  • gestão de conflitos
  • Gestão de conflitos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!