A volta da músicas nas escolas

936 palavras 4 páginas
A volta do ensino da Música nas escolas.
A volta do ensino de música nas escolas públicas e privadas do país, para todos os alunos da Educação Básica, está prestes a tornar-se realidade, o que muito nos alegra. Onde há música não pode haver coisa ruim, certo? A música tem grande poder e utilidade: humaniza, sociabiliza, ajuda a desenvolver a coordenação motora, o raciocínio e é de suma importância para o aprendizado escolar. O estudo, a percepção, a prática da música nos auxilia até mesmo a compreender melhor a vida. Quando digo a volta desse ensino, é porquê já o tivemos antes no Brasil. Começou na época do Império, depois passou por Villa-Lobos, com ênfase no canto “Orfeônico”, e foi abandonado no início da década de 1970.
A Lei 11.769 de 2008, que alterou a Lei 9.394/1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), trouxe em seu Artigo 26, § 6º, a seguinte redação: A música deverá ser conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, do componente curricular de que trata o § 2º deste artigo. Já o Art. 3º diz: Os sistemas de ensino terão 3 (três) anos letivos para se adaptarem às exigências estabelecidas nos arts. 1º e 2º desta Lei. A ideia principal dos idealizadores que batalharam por essa proposta, não é a de formar músicos, mas trazer para o mundo da escola, a música. Dar noções básicas, leitura e escrita musical. Facilitar o aprendizado; Formar cidadãos mais cultos e conscientes, capazes de valorizar e promover a diversidade cultural brasileira, fortalecendo os laços comunitários. Como escrito, a Lei havia preconizado a implantação das aulas de música como obrigatória dentro de três anos. Muitas dúvidas foram suscitadas, e o que era para acontecer em 2011 ainda não está em pleno funcionamento, embora haja muitas instituições já adotando essa prática. Para tornar a exigência mais clara, a Lei carecia de regulamentação. Recentemente o Presidente da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação, após várias audiências com especialistas, aprovou o

Relacionados

  • projeto
    3404 palavras | 14 páginas
  • projeto
    3404 palavras | 14 páginas
  • Heitor Villa Lobos
    1141 palavras | 5 páginas
  • ghjyj
    3996 palavras | 16 páginas
  • A música e o desenvolvimento cognitivo da criança
    2399 palavras | 10 páginas
  • Mano
    2692 palavras | 11 páginas
  • Tcc de música
    3317 palavras | 14 páginas
  • saúde
    1349 palavras | 6 páginas
  • profesora
    2605 palavras | 11 páginas
  • Asutralia3
    5324 palavras | 22 páginas