A viuvinha José de Alencar

Páginas: 10 (2357 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Introdução

Ao elaborar este trabalho tivemos por objetivo não somente contar os fatos narrados no romance de José de Alencar, mas também considerar as questões nele levantadas. Estas envolvem questões do cotidiano as quais ninguém esta isenta. Questões financeiras são amplamente abordadas neste romance. No intuito de debater estas questões e as semelhantes a estas, nos propusemos a estudaresta historia, para que consigamos chegar num conceito sobre o livro, sobre seu escritor, sobre aquela época onde a literatura focava o romantismo. E de fato o romance A Viuvinha mostra bem isso. Decidimos que através de um debate colocaríamos em pauta as questões que conseguimos levantar, que incluem a visão individual dos fatos narrados e a reação e/ou atitude a cada um deles. Levantamos aqui aoportunidade para expressar-se e indagar-se sobre o que fazer caso estivéssemos vivido ou vivendo naquela época.










Contexto Histórico
Romantismo;
1831 a 1840- rebeliões: Cabanagem, Sabinada, Farroupilha e a Balaiada.
1842 Revolução popular;
Valorização do poder aquisitivo;
“Dantes os homens tinham as suas ações na alma e no coração, agora tem-nas no bolso”;
Romance urbano-Vida burguesa na Corte;
“Ter vale mais do que ser”
Nacionalismo na literatura brasileira, que até então tinha grande influência da portuguesa;
Libertação dos escravos;
Guerra do Paraguai;
Realismo;











Obras
Romances urbanos:
Cinco Minutos de 1856
A viuvinha de 1860
Lucíola de 1862
Diva de 1864
A pata da gazela de 1870
Sonhos d´ouro de 1872
Senhora 1875Encarnação de 1893

Romances indianistas:
O Guarani de 1857
Iracema de 1865
Ubirajara de 1874

Romances históricos:
As minas de prata de 1862
Guerra dos mascates de 1871
Alfarrábios de 1873

Romances regionalistas:
O Gaúcho de 1870
O tronco do ipê de 1871
Til de 1872
O Sertanejo de 1875

Teatro:
Verso e reverso de 1857
O demônio familiar de 1858
As asas de um anjo de 1860Mãe de 1862
O jesuíta de 1875

Autobiografia: Como e porque sou romancista de 1893



Resumo
A Viuvinha de José de Alencar, se resume em contar a história de um casal, onde o moço rico chamado Jorge depois de atingir maioridade começou a viver uma vida de luxuria, boemia, festas, mulheres e bebidas esbanjando da herança que seu pai um rico negociante falecido lhe havia deixado. E seocupava nisso acreditando que gastar o dinheiro conquistado por seu pai era uma profissão suficiente e se dispensava de ocupar qualquer outra.
Esta situação muda no momento em que ele se vê enfadado daquela vida e tudo o que ela lhe proporcionava, e decide ir à igreja, é la que ocorre toda a reviravolta na estória; é na Igreja que o moço de nome Jorge conhece Carolina uma jovem de 15 anos queestava acompanhada de sua mãe, Jorge a admira, se apaixona por ela o que o faz abandonar seu modo de vida anterior e viver uma nova vida em razão do seu amor por Carolina.
Jorge mudou sua vida por Carolina, passou a ser “um homem simples nos seus hábitos e na sua existência” ninguém o julgava como o homem que, anteriormente tinha experimentado todos os prazeres que a vida pode oferecer, e que agoraignorava o bem que a riqueza pode proporcionar. Em vista de seu amor por Carolina, Jorge foi purificado.
Dois meses se passaram e chegaram à véspera do casamento. Até aquele momento o relacionamento dos dois era o mais puro possível, envolvia nada mais que apertos de mão e beijos na fronte e modestas trocas de olhares.
E assim seguiram ansiosos para a data do casamento.
No mesmo dia davéspera de seu casamento, Jorge, chegando ao sobrado onde morava é alertado pelo escravo (como eram chamados os mordomos da época) de que o Sr. Almeida lhe aguardava em seu gabinete.
Senhor Almeida, seu antigo tutor, amigo de seu pai a quem tinha sido confiado a sua guarda e seu patrimônio enquanto menor de idade, o esperava para lhe dizer o motivo de sua presença de forma tão repentina, já que a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Jose de alencar
  • jose de alencar
  • José de Alencar
  • José de alencar
  • José de Alencar
  • José de Alencar
  • José de alencar
  • José de alencar

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!