A Teoria das Transições e o MDAIF*, no cuidado do Enfermeiro de Família

Páginas: 7 (1697 palavras) Publicado: 17 de janeiro de 2014
A Teoria das Transições e o MDAIF*, no
cuidado do Enfermeiro de Família
Filipe, Inês; Gaspar, Tânia; Pinto, Marco**
Universidade Católica Portuguesa - Porto, Instituto de Ciências de Saúde

Introdução
O Modelo Dinâmico de Avaliação e Intervenção Familiar (MDAIF) é o modelo teórico e operativo adotado pela Ordem dos Enfermeiros para a prática especializada em Enfermagem de Saúde Familiar1.Enquanto enfermeiros
que pretendem ser especialistas nesta área de intervenção, temos todo o interesse em aprofundar o nosso conhecimento acerca deste modelo e sua operacionalidade. Por outro lado, nas aulas de Teorias de Enfermagem,
despertou-nos particular interesse a Teoria das Transições proposta por Afaf Ibrahim Meleis, pela grande aplicabilidade que julgamos ter no âmbito da práticaprofissional em Enfermagem de Saúde Familiar. Sobretudo quando o
enfermeiro, no cuidado às famílias, se focaliza na família como um todo assim como nos seus membros individualmente e tem em conta todos os processos de transição decorrentes do ciclo vital da família, com o intuito de
promover a sua capacitação face às exigências e especificidades do seu desenvolvimento2.
Na pesquisa que fizemos doMDAIF, verificamos que são referidas algumas transições vivenciadas pelas famílias, embora a autora não faça referência à Teoria das Transições proposta por Meleis como aporte de
conhecimento para a construção do modelo, de entre o vasto leque de obras que cita. Decidimos, pois, através da revisão bibliográfica relativa a estas duas teorias, tentar relacionar os princípios enunciados na Teoria dasTransições de Meleis com a prática clínica orientada pelo MDAIF.
Este trabalho insere-se no âmbito da avaliação da Unidade Curricular Teorias de Enfermagem, da Pós Graduação em Enfermagem de Saúde Familiar.

Discussão
Transição é um conceito central na disciplina de Enfermagem e são várias as definições encontradas na literatura. Segundo Mercer, as transições são ―pontos de mudança os quaisresultam no pressuposto de novos papéis e
novas relações conduzindo a novas autoconceções‖3. Para Chick e Meleis, transição é a ―passagem de uma fase da vida, condição, ou status para outra‖ e refere‐se tanto ao processo em si
como aos resultados da complexa interacção entre pessoa e ambiente, ou mais que uma pessoa, inseridos num determinado contexto e situação4. Quanto à natureza das transições,Meleis descreve na sua teoria
diferentes tipos de transições: desenvolvimental, situacional, saúde-doença e organizacional.
Figueiredo, por seu turno, afirma que ―as famílias caminham através de transições, em que os novos contextos requerem mudança nos padrões familiares, que podem derivar de dois tipos de situações causadoras de
perturbação: associadas ao ciclo vital da família, designadaspor normativas, ou ecológicas ou ainda situações não normativas, decorrentes de situações de stress acidentais. As primeiras decorrem das mudanças previsíveis
associadas quer às transições individuais dos seus membros quer ao desenvolvimento da família, enquanto sistema. As segundas sucedem-se a acontecimentos imprevisíveis, associados aos factores de stress‖5. Assim, esta
autora identifica doistipos essenciais de transições familiares: transições desenvolvimentais e transições saúde/doença.

Teoria de Meleis

MDAIF
Tipos de Transições

Desencadeadas por eventos críticos e mudanças nos indivíduos ou no seu ambiente.

Reportam-se às mudanças que estão relacionadas com as fases do ciclo vital da família.

Decorrem do normal crescimento e desenvolvimento humano começando desde quese

Este ciclo inicia-se com a formação da família, evolui com as mudanças que ocorrem com

dá a consciencialização da mudança, mesmo que esta ocorra por antecipação. Ex.:
passagem da infância para a adolescência ou da maioridade para a terceira idade.

São imprevisíveis e alteram o ritmo e equilíbrio de quem as experiencia. Estão
relacionadas com acontecimentos que provocam alteração...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • cuidado do enfermeiro
  • PROCESSO DE TRABALHO DOS ENFERMEIROS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA NO CUIDADO AO PRÉ-NATAL
  • Enfermeiro de Familia
  • Cuidado paliativo o papel do enfermeiro
  • A importância da organização e dos cuidados do Enfermeiro
  • A formação do enfermeiro para o cuidado humanizado
  • A IMPORTÂNCIA DO ENFERMEIRO EM CUIDADOS PALIATIVOS-
  • formação do enfermeiro e o cuidado

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!