A sobrevivencia dos mais doentes capítulo iii

Páginas: 5 (1142 palavras) Publicado: 21 de maio de 2012
O COLESTEROL TAMBÉM SOBE
CAPÍTULO III

O sol é a matéria prima para toda a ecologia global
- Fotossíntese
- Aquecimento
- Conseqüentemente alimentos (animais)

No entanto o sol em demasia pode ser ruim para o Globo
- Secas
- Morte por câncer de pele

Entretando o sol em nível bioquímico

-Ajuda a produzir a vitamina D
-Destróia as reservas de vitamina B9 (ácido fólico)

VitaminaD
- assegura o crescimento de ossos saudáveis nas crianças
- Garantia de níveis suficientes de cálcio e fósforo no sangue
- Essencial no funcionamento adequado do coração, sistema nervoso, do processo de coagulação e sistema imunológico.

-Sem vitamina D adultos sofrem de raquitismo
- E também desempenham papel no desenvolvimento de doencas como cânceres e diabetes.

Colesterol
- Manteras paredes celulares
Ajudar o cérebero a enviar mensagens no sistema imunológico, e nervoso, proteger contra canceres e outras doencas.
- Produzir hormonios
-PRODUZIR VITAMINAS D

Vitamina B9 (Ácido Fólico)
- faz parte do sistema de crescimento da célula
- Replica o DNA durante a divisão celular
-Importante durante a gravidez
- Ajuda a produzir células vermelhas do sangue

- Feto comdefeitos genéticos (Spina bífida)
- Anemia








Pele
- Maior órgão do corpo humano
- Sistema imunológico, sistema nervoso, sistema circulatório e metabolismo.
- Protege o depósito de Ácido Fólico do organismo
- É nela que ocorre a produção de vitamina D



Falando em pele, a cor dela é determinada pela quantidade e pelo tipo de melanina, um pigmento especializado que absorve aluz, produzida pelo organismo. A melanina é produzida pelos melanócitos (Todo mundo na terra tem a mesma quantidade de melanócito)
Portanto, a difrerença na cor da pele dependem em primeiro lugar de quão produtivas os melanócitos são e do tipo de melanina produzida




História

A medida que evoluía a partir do seus ancestrais primatas a humanidade provavelmente tinha uma pele bem clara sobuma camda de pelos escuros e grossos. A medida que foi perdendo os pelos expos cada vez mais a pele aos raios ultra violetas do forte sol Africano, isso ameaçava a producão de bebes saudáveis. Isso criou uma preferencia pela pele mais escura rica em melanina que absorve a luz e protege o folato.
A medida que os grupos populacionais se mudavam para o norte onde a luz do Sol era menos freqüente emenos forte, aquela pele escura funcionou bastante bem. Agora em vez de conferir proteção contra a perda de folato ela evitava a produção de vitamina D. Assim a necessidade de se aumentar o uso da luz solar disponível para a produção de vitamina D provocou uma nova pressão evolutiva dessa vez por uma pele mais clara.

Em 2000 uma antropóloga chamada Nina G. Jablonski e um especialista emcomputação geográfica chamado George Chaplin criaram uma equação para representar a relação entre a cor da pele de uma população específica e sua exposição anual aos raios ultravioletas.

W=70-AUV/10

W= brancura relativa
AUV=exposição anual aos raios UVB


Exceção => Esquimós
tem a pele escura e com baixa exposição aos raios UVB. No entanto tem a sua dieta alimentar baseada em peixes gordurososque contem vitamina D suficiente.





ApolipoproteínaE (ApoE4)

Povos de pele escuras
Garante que a quantidade de colesterol que flutua pelo sangue se movimente com mais rapidez. Com mais colesterol flutuando, mais disponibilidade para conversão em vitamina, potanto as pessoas de pele escuras podem aumentar o uso de qualquer luz solar que penetre na pele.

Povos de pele clara
Como nocaso dos africanos, o gene da ApoE4 mantpem os níveis de colesterol circulando rapidamente, permitindo que seus portadores compensem a exposição limitada aos raios ultravioletas maximizando o colesterol dispon~ivel para a conersão em vitamina D.

Exemplos de mutações em grupos populacionais diferentes que tomaram caminhos evolutivos divergentes:

Asiáticos
Possuem uma variação genica...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A sobrevivência dos mais doentes
  • Resumo do capítulo Médicos e Doentes
  • Sobrevivência cfaq iii
  • Capitulo iii
  • Capitulo III
  • Capitulo III
  • Gaston bachelard
  • Títulos de crédito – capítulo iii

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!