A SINA DE UM PAI

Páginas: 8 (1950 palavras) Publicado: 22 de julho de 2014
Personagens: Pai Henrique, Mãe Luiza, Filhos: Paulo, Roberto, João, Artur, Antônio, Nora e Neto
Tempo aproximado: 20 a 30 minutos
MÃE: (No palco, o Pai idoso. A mãe entra e o abraça) Feliz dia dos pais.
PAI: Obrigado, querida. Na realidade eu não estou tão feliz. Eu estava refletindo quando os nossos filhos eram pequenos, como era bonito esse tempo. Os 5 filhos, assim como 5 dedos de uma mão.Cada dedo diferente um do outro. Assim também são os nossos filhos, diferentes um do outro. Deram problemas diferentes, cada um tinha atitudes diferentes, e cada um seguiu uma profissão diferente.
MÃE: Isso é verdade! Mas eles não são como eu gostaria que fossem: amorosos, felizes e compreensíveis.
PAI: Eu também já pensei nisso. Será que um deles vai vir nos visitar hoje? Passa um ano, passaoutro e sempre a mesma coisa. Nenhum deles se lembra que é o dia dos pais. Como eu me sentiria bem se eles viessem. Eu poderia receber um abraço deles. Será que esse ano vai ser de novo assim?
MÃE: Talvez venha alguém!
PAI: Estas atitudes me deixam triste e pensativos. Onde será que falhamos na educação dos nossos filhos?
MÃE: Meu velho, não se incomode. Eu o posso explicar. Eu já previ isto.Conforme os meninos foram crescendo, eu fui lutando para que fossem diferentes, mas você era o herói deles. Todos queriam ser iguais ao pai. Pai pra cá! Pai pra lá! Palavras convencem, mas exemplos arrastam. Você se dedicou a vida toda só para o trabalho, para dar tudo e fazer tudo por nossos filhos. Lembra quando, aos domingos, eu o convidava para irmos no culto? Você mandava eu e os filhos, masvocê não tinha tempo para ir conosco na igreja. Tinha que plantar ou colher, ajuntar dinheiro para fazer dos seus filhos grandes doutores. Eu bem me lembro quanto ao Paulinho, o nosso filho mais velho. Você dedicou um pouco do seu tempo para contar-lhe histórias, cantava para ele dormir. Com os outros era bem diferente. Você voltava do serviço cansado, tarde da noite, reclamava se eles não estavamdormindo e se faziam bagunça e barulho, tudo o incomodava.
PAI: Realmente é isto, a minha vida era sacrificada, mas consegui me realizar. Todos estão formados. Menos o Paulinho.
MÃE: Nada errado na formação deles, e nunca vou esquecer como você impôs que Paulinho fosse nos melhores colégios da capital e se formasse um grande médico. Mas a vocação dele não era esta, por isso saiu de casa e até hojenão nos deu notícias. Eu descobri o desejo dele, era servir a igreja, ser um missionário. Mas você não deu valor para isto, achava que isto não era importante, que não recompensava. Eu acho que Paulinho nem vive mais, eu não agüento mais a sua falta. (Ela sai do palco)
PAI: Que nada. Paulinho volta um dia. (ele também sai do palco)
NARRADOR: Nós, pais, somos os primeiros educadores dos nossosfilhos. Aproveitemos esta oportunidade, vamos nos integrar com os nossos filhos, ser amigos, conquistar a sua confiança e o seu amor, ensinar, dialogar, orientar e advertir. Isto é um compromisso que Deus espera dos pais, e os filhos vos darão valor sempre, em qualquer idade. (Muitos anos se passaram. O pai volta bem mais velho)
PAI: Como é triste a solidão. Eu não suporto mais. Ela já partiu destavida, e eu não suporto mais viver assim, sozinho, olhando para as quatro paredes. Eu não tenho com quem conversar. Eu vou procurar os meus filhos para viver com eles. Qual deles? Vou com Roberto. (sai do palco. Chega à casa de Roberto. O pai bate e o filho atende)
PAI: Filho! Criei você e lhe fiz gente importante. Eu lhe dei todo estudo que precisava para levar uma vida mais fácil. Hoje ganha asua vida, e eu já não posso mais trabalhar e ganhar o meu sustento. Dá-me um abrigo em sua casa!
ROBERTO: Pai, eu não posso. A casa que tenho não é grande. Tenho a minha esposa, os meus filhos e a empregada. Não tem lugar para o senhor. Vai para a casa do João, ele tem uma casa bem espaçosa. (o pai sai do palco e vai para a casa do João)
PAI: João, meu filho. Criei você, trabalhei de sol a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sinas
  • Sina
  • ó pai
  • O PAI
  • Pai pai
  • Pai nosso...
  • meu pai é!
  • Pai nosso

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!