A sexualidade do ponto de vista das teorias cognitivo-comportamentais

Páginas: 7 (1569 palavras) Publicado: 20 de março de 2014
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS
CENTRO DE CIÊNCIAS DA VIDA
FACULDADE DE PSICOLOGIA






A SEXUALIDADE DO PONTO DE VISTA DAS TEORIAS COGNITIVO-COMPORTAMENTAIS













CAMPINAS
2013
Resumo
A sexualidade é um tema que abrange um grande campo e vem sendo cada vez mais o enfoque de muitos estudiosos, pois atualmente deixou de ser um tema sigiloso, pelocontrário, as pessoas estão, a cada dia, se interessando mais. O presente estudo tem por objetivo analisar essas questões a partir da abordagem da terapia cognitivo-comportamental. O desenvolvimento deste será como uma pesquisa bibliográfica e abordará: A sexualidade em geral; A intervenção cognitivo-comportamental; As leituras das abordagens comportamentais e cognitivistas.
Palavra-chave:sexualidade; terapia cognitivo-comportamental; comportamento; cognição
Introdução
As terapias cognitivo-comportamentais, conhecidas como TCC, são tratamentos de problemas psicológicos com base na psicologia científica, que favorecem o bem-estar a partir de conhecimentos científicos por meio da aprendizagem de novos comportamentos e outros modos de pensar, agir e sentir.
Diferente de outras formas depsicoterapia, as TCC não possuem um criador. Ao longo da década de 1950 vários pesquisadores e psicólogos (em sua maioria psicanalistas) realizaram progressos no campo científico da psicologia, contribuindo para a formação dessa terapia, como Alexandre Herzberg, Hans Eysenck e Joseph Wolpe. Entre estes, um importante nome surgiu, o americano Burrhus Frederic Skinner - atualmente conhecido porfundamentar o Behaviorismo Radical. Sua principal contribuição para o desenvolvimentos das TCC foram as pesquisas sobre a análise e a modificação de comportamentos, ele analisou de modo decisivo como as atitudes são estabelecidas a partir dos efeitos que produzem, utilizando a fórmula S-R-C: uma situação (estímulo) elicia uma resposta (comportamento) que causa determinada consequência. Assim, sendopossível analisar como seria uma futura reação ao mesmo tipo de “problema”, concluindo-se que era necessário mudar as condições ambientais e ajudar a pessoa a desenvolver modos mais satisfatórios de pensar e agir, para então mudar o comportamento.
A palavra “cognição” indica uma operação mental (percepção, memorização, formação de imagens mentais, comportamento verbal, etc), como também um conteúdocognitivo que daí resulta, como elementos percebidos, recordações, soluções de problemas, etc. Englobando todos esses fatores, surgiu a Terapia Cognitiva, proposta por Aaron Beck que a definiu como a psicoterapia que dava lugar privilegiado à modificação ativa dos modos de pensar e respeitava as exigências de cientificidade e tinha como principal objeto a natureza do pensamento e dos conhecimentos. Onovo conceito incluía a retomada do enfoque na consciência, sugeria que os psicólogos deviam descrever os estímulos em termos cognitivos ou perceptuais, de modo que os tornassem significativos para o organismo reagente. A psicologia da Gestalt influenciou a psicologia cognitiva pelo enfoque “na organização, na estrutura, nas relações, no papel ativo do objeto e na participação importante dapercepção na aprendizagem e na memória” (Hearst, 1979, p.32). Acreditava-se ser um retorno à psicologia do senso comum, que reconhecia e afirmava a preocupação psicológica com a vida mental e com o comportamento.
A partir da união dessas duas vertentes – comportamentalismo e cognitivismo - romperam-se as Terapias Cognitivo-comportamentais, as quais ensinavam aos pacientes estratégias que pudessem serutilizadas de modo autônomo em grandes variedades de situações, ao invés de focar em soluções exatas para problemas específicos.
A busca pela cientificidade que define principalmente as TCC, tem como intuito a possível eficácia na ajuda dada a quem sofre, conseguindo solucionar problemas sérios a partir de estudos, como: crises de pânico, transtornos obsessivos-compulsivos, depressão,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Teoria cognitivo comportamental
  • teoria da relatividade meu ponto de vista
  • Um ponto de vista da Teoria de Kelsen
  • Cognitivo Comportamental
  • COGNITIVO-COMPORTAMENTAL
  • Terapia comportamental e cognitivo-comportamental
  • ponto de vista
  • Ponto de vista

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!