A revolução social

Páginas: 6 (1418 palavras) Publicado: 12 de dezembro de 2012
Ficha de leitura

1. Título da obra: “A Revolução Social, 1945-1990” in “A Era dos Extremos. Breve História do século XX, 1914-1991”
2. Autor: Eric Hobsbawn
3. Âmbito cronológico: De 1945 a 1990
4. Âmbito espacial: Nível Global
5. Tema: A revolução social que ocorreu no campesinato, na urbanização, na industria, no ensino e na emancipação feminina

6. Objectivos:Reconhecer os movimentos fundamentais da revolução social
Esclarecer sobre os motivos que levaram a tais transformações

7. Estrutura e Desenvolvimento:
Estrutura: O texto está dividido em cinco partes:
7.1.1. A revolução no campesinato;
7.1.2. A urbanização das cidades;
7.1.3. A massificação do ensino (particularmente no que diz respeito ao ensino superior) e o papel dos estudantes navida política;
7.1.4. A crise da classe operária e a sua presença na sociedade civil;
7.1.5. A revolução feminina.
Desenvolvimento:
7.1.1. Na primeira parte do texto o autor apresenta as razões pela qual as modificações sociais foram consideradas uma revolução, sendo que a explicação está relacionada com a enorme rapidez e universalidade que estas tiveram no século XX e destacauma das mudanças mais impressionantes e inesperadas da época, a morte do campesinato, pois ainda em vésperas da Segunda Guerra Mundial, ainda só havia um país industrializado, para além da Grã-Bretanha, a Bélgica, onde apenas 20% da população ainda trabalhava na agricultura e pesca. No entanto no terceiro quartel do século (inicio dos anos 80), nenhum país a oeste da “cortina de ferro” tinha mais de10% da população na actividade agrícola. Apenas três regiões do mundo continuaram dominadas pelas aldeias e campos: a África Subsariana, o Sul e o Sudoeste da Ásia continental e a China, no entanto mesmo estes países começavam a arruinar-se sob a pressão do desenvolvimento económico.
Devido à forte industrialização e ao desenvolvimento de novas tecnologias, os mais países mais desenvolvidostornam-se nos grandes produtores agrícolas para o mercado mundial, uma vez que as novas máquinas, faziam o trabalho da mão-de-obra humana, e ainda lhes permitia um enorme aumento de capital, promovido pelos agricultores.
7.1.2. Com os campos a ficarem cada vez mais vazios, foram-se enchendo as cidades, sendo que o mundo da segunda metade do século XX tornou-se urbanizado, como nunca antes o tinhasido. Em meados dos anos 70, 42% da população mundial era urbana.
7.1.3. Tal como o declínio e a queda do campesinato, chocaram o mundo, também o aumento do nível de educação exigido, para muitas profissões, fez abanar tudo o que conheciam.
A alfabetização básica era uma ambição para quase todos os Governos, sendo que fez um progresso sensacionalista. Nos anos 80, o número de pessoas àprocura de vagas na educação secundária e principalmente superior, multiplicou-se a um ritmo alucinante, bem como o número de pessoas que já a tinham recebido ou que estavam a receber.
O boom na educação deu-se essencialmente após a Segunda Guerra Mundial ( nos anos 80 o número de estudantes contavam-se por milhões), uma vez que até então, os níveis de educação eram vergonhosos, atépara países desenvolvidos com a Alemanha, França e Grã-Bretanha, onde todos juntos, não chegavam a ter um décimo de 1% das suas populações somadas na universidade.
No entanto só nos anos 60 é que se tornou incontestável o papel dos estudantes a nível social e político. Devido às explosões de radicalismo estudantil, que deixaram de ser possíveis ignorar.
Da maneira que acorrida à educação aumentava, também se multiplicavam o número de novos estabelecimentos de ensino, principalmente nos anos 70, em que o número de universidades no mundo mais que se duplicou.
Com o número de estudantes a aumentar, juntamente com a sua importância política, era quase inevitável que os estudantes não se revoltassem. Este epicentro de revolta deu-se principalmente com...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Revolução social
  • Fichamento A revolução das Mídias Sociais
  • Impactos sociais da revolução industrial
  • Revolução e transformação social
  • Revolução e transformação social
  • Revolução e transformação social
  • Revolução e transformação social
  • Revolução e transformação social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!