A reciclagem de resíduos de origem animal: uma questão ambiental

Páginas: 18 (4266 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
A reciclagem de resíduos de origem animal: uma questão ambiental
Barros, Fernando Duque Mestre em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos pelo Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia, Engenheiro Químico Industrial, Licenciado em Química, Pós-Graduado em Administração de Empresas. Licco, Eduardo Antonio Doutor em Saúde Pública, Engenheiro Químico, Sanitarista, Professor doCentro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia e do SENAC

1. Introdução
O homem atual é um ser onívoro por excelência, consumindo, portanto, alimentos vegetais e animais. No processamento desses alimentos resulta sempre uma fração de resíduos que, por suas características orgânicas, merecem toda a atenção das autoridades de vigilância sanitária e ambiental. No caso especial de alimentos deorigem animal, trata-se de matéria orgânica facilmente putrescível, propícia para o desenvolvimento de microorganismos e com elevado potencial de atração de animais como insetos, roedores e aves. Nas grandes áreas urbanas, onde a demanda por alimentos é elevada, essa conjunção é de extrema relevância, tanto do ponto de vista estético como do ambiental e da saúde pública. O problema da destinaçãodos resíduos de origem animal, pré e pósprocessamento, a despeito da importância que tem, recebe pouca atenção por parte das entidades de pesquisa e de regulamentação sanitária e de meio ambiente. Muito se publica a respeito da qualidade e preparação de alimentos e seus aspectos gastronômicos, econômicos, sociais e culturais, mas quase nada está escrito sobre como tratar e dispor os resíduosinevitáveis do processo, seus perigos e conseqüências de eventos associados. Tomando-se por base a alimentação humana, pode-se concluir que as quantidades de resíduos de origem animal (ROA) que a Grande São Paulo tem o potencial de gerar são bastante elevadas e relevantes. Partindo-se do princípio de que a população não mudará seus hábitos alimentares, até por uma necessidade real de proteína, areciclagem dos restos animais apresenta-se como uma solução plausível.

2. Decomposição da carne e seus problemas
Os alimentos, quando expostos às condições ambientais, normalmente sofrem a ação de fatores físicos e biológicos desse meio, sendo decompostos em substâncias mais simples. Essa decomposição ocorre pela ação de bactérias e enzimas, que necessitam de certas condições de temperatura e umidade,além de elementos nutritivos para a sua atividade. Cada alimento tem seu próprio mecanismo de decomposição, dependendo - é claro - de seus constituintes. Além da ação de bactérias e enzimas, os alimentos também sofrem a ação de outros fatores: desidratação, oxidação, ataque de parasitas etc. Essas ações modificam o alimento, às vezes profundamente, do ponto de vista da nutrição e da estética,porém, confrontadas com a possibilidade de ocorrência de intoxicações alimentares, essas alterações são, em geral, de pouca importância. O apodrecimento, a decomposição indesejável por bactérias e a facilidade com que ocorrem varia com uma série de fatores, como conteúdo da de água, sangue etc. No apodrecimento dos tecidos cárneos, ocorrem as seguintes etapas: 1) destruição por hidrólise dassubstâncias colágenas do tecido conjuntivo; 2) destruição das proteínas,

com formação de peptonas e polipeptídios (reação levemente alcalina) e 3) destruição dos aminoácidos, com formação de amônia, gás sulfídrico, aminas e diaminas. A degradação dos tecidos animais pode servir de matriz ideal para a transmissão e perpetuação de doenças, com o potencial de atingir o homem e os próprios animais,constituindo-se num verdadeiro meio para o desenvolvimento de microorganismos, muitos dos quais patogênicos. Segundo Varnan e Sutherland (1998), os animais produtores de carnes são considerados importantes reservatórios de microorganismos patogênicos, dos quais os principais são: Salmonellas, Escherichia coli, Yersinia enterocolítica, Staphylococcus aureus, Clostridium perfringens, Cl. botulinum,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A questão ambiental e os resíduos industriais
  • RECICLAGEM: UMA QUESTÃO AMBIENTAL, ECONÔMICA E social
  • Resíduos sólidos: passivo ambiental e reciclagem de pneus
  • RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL: REFERÊNCIA NA RECICLAGEM, MAS E A QUESTÃO SOCIAL?
  • Modelagem ambiental aplicada à pesquisa de reciclagem de resíduos sólidos.
  • EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM DE DIFERENTES RESIDUOS
  • RESIDUO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO BRASIL : UMA QUESTÃO AMBIENTAL
  • Área de proteção ambiental do itapiracó e a questão dos resíduos sólidos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!