A questão judaica

Páginas: 13 (3227 palavras) Publicado: 29 de julho de 2012
“A Questão Judaica” e a crítica de Marx à ideologia dos direitos do homem e do cidadão
Marcio Morena Pinto1
A questão judaica, englobando os dois ensaios de Karl Marx, foi publicada em 1844 no primeiro e único dos Anais Franco-Alemães, em resposta aos seguintes artigos de Bruno Bauer dedicados ao tema: “A questão judaica”, publicado nos Anais Franco-Alemães de 17 a 29 de novembro de 1842, e“Sobre a capacidade de judeus e de cristãos atuais ascenderem à liberdade”, publicado nas Vinte e uma folhas de Georg Herwegh, em maio de 1843.
No final de 1842, as divergências entre Marx e Bauer se tornaram irreconciliáveis, e a evolução dos dois intelectuais, que até então havia sido paralela, passa a dirigir-se em sentidos opostos, uma vez que Marx substitui a crítica filosófica por uma crítica decaráter mais político e social, ao passo que Bauer se mantém preso à concepção da filosofia crítica cuja ação acreditava-se ser capaz de engendrar profundas modificações na realidade humana.
Segundo Cornu, o ponto de partida de toda a crítica de Marx a Bruno Bauer foi o fato de este não ter explorado a questão judaica naquilo que ela apresentava de mais fértil, ou seja, de não tê-la transformadonuma ampla crítica social. Pelo contrário, Bauer analisou o problema judeu pela ótica da religião e de sua relação com o cristianismo, bem como a relação de ambas com o Estado cristão, reduzindo o problema a uma questão puramente teológica. Para Bauer, não apenas a religião era em si a inimiga irredutível da razão e conseqüentemente do progresso, mas ele acreditava que só a sua supressão teórica,através da dialética, levaria à liberdade humana (Cornu, 1934, p. 140 e 193).
Bauer reivindicava a possibilidade e a necessidade de se evoluir pela ação da filosofia crítica do Estado cristão instaurado por Frederico Guilherme IV em direção ao Estado racional. Marx, pelo contrário, não se propunha em nenhuma medida a sustentar, no conflito contra a Igreja Católica, o governo reacionário,preferindo criticar a ambas as atitudes, tanto a do Estado quanto a da Igreja (Cornu, 1934, p. 172).
Marx se posicionou radicalmente contra Bauer, principalmente porque pensava que a tese de Bauer servisse aos interesses do Estado prussiano, ainda que este não o previsse, legitimando a sua atitude conservadora e reacionária contra os judeus. Consoante Bauer, os judeus, enquanto mantivessem a suareligião, seriam incapazes de serem emancipados já que de nada valeria que a lei geral do Estado lhes outorgasse a igualdade de direitos se a sua lei mosaica lhes impedisse de exercer seus direitos e deveres de cidadãos, como a participação nas sessões parlamentares realizadas aos sábados.
O Estado cristão, na visão de Bauer, agia de forma coerente e legítima, recusando aos judeus a igualdade de direitoscom os cristãos. Além disso, para ele, o judeu era o primeiro responsável por sua própria opressão na medida em que se mantinha fiel a uma religião que, na sua visão, favorecia e engendrava o egoísmo, a usura e a tendência dos judeus a se isolarem e se preocuparem apenas com os seus problemas, ignorando a humanidade.
Destarte, a condição primeira da emancipação dos judeus era o abandono da suareligião considerada por Bauer como restrita e egoísta, pois os judeus teriam de sacrificar a sua falta de fé nos povos e a sua fé exclusiva na sua nacionalidade apátrida antes de poderem encontrar-se, de algum modo, em condições de tomar parte nos verdadeiros negócios do povo e do Estado, sinceramente e sem reservas.
Apenas com o abandono de sua religião é que os judeus estariam em condições depromover a emancipação geral. “O Estado cristão não pode, sem abrir mão de sua essência, emancipar os judeus, assim como o judeu não pode, sem abrir mão de sua essência, ser emancipado” (Marx, 1991, p. 14). A emancipação do judeu só seria alcançada, na visão de Bauer, quando o Estado renunciasse à sua religião de Estado, o judeu, ao judaísmo, o católico, ao catolicismo, o protestante, ao...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Questão judaica
  • A questão judaica
  • A questão judáica
  • A Questão Judaica
  • A questão judaica por Marx
  • resumo do livro questao judaica
  • Resumo questão judaica
  • Resenba

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!