a produção dos agregados miúdos e graúdos

Páginas: 10 (2473 palavras) Publicado: 14 de julho de 2014

Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ
Faculdade de Engenharia - FEN





RELATÓRIO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO I
AULA PRÁTICA 02









Rio de janeiro
Junho-2014

1. Introdução
Este relatório tem por objetivo estabelecer se uma série de requisitos exigíveis para a produção dos agregados miúdos e graúdos destinados à produção de concretos de cimento Portland estãosendo atendidos. Para isto, amostras destes agregados serão ensaiadas em laboratório quanto à sua granulometria, massa específica e massa unitária, sendo estes critérios de suma importância no quesito de aceitação ou rejeição do material como agregado e também da dosagem do concreto.
O ensaio de granulometria é utilizado para determinar a distribuição granulométrica do agregado, o módulo definura e também a dimensão máxima característica. Através dos resultados deste ensaio é possível a construção da curva de distribuição granulométrica, que possui fundamental importância na classificação do material e determinação de seu uso. Com os resultados do ensaio, obtemos dados importantes utilizados na dosagem e também a zona granulométrica compatível com o material ensaiado se torna conhecida,segundo o item 6.1.1 da NBR 7211 .
Com os resultados do ensaio de massa unitária, podem ser realizados outros ensaios que influenciarão na determinação do tipo e quantidade de agregados utilizados no traço de um concreto.
Finalmente o ensaio de massa específica dos agregados, sejam graúdos ou miúdos, tem grande importância porque os agregados constituem cerca de 70% do concreto, influenciandodemasiadamente no desempenho e resistência final.
O relatório também trata de alguns ensaios realizados com o próprio cimento, sendo estes a porcentagem de finura do cimento e a resistência à compressão. Estes ensaios são tratados como critério de aceitação ou rejeição do lote de Cimento Portland para uso na construção civil em geral.
2. Material
Granulometria(NM 248)
2.1 Balança
Com resoluçãode 0,1% da massa da amostra de ensaio.
2.2 Estufa
Capaz de manter a temperatura no intervalo de (105±5)°C.
2.3 Peneiras
Da série normal e intermediária, com tampa e fundo, que atendem às exigências das normas NM-ISSO 3310-1 ou 2.
2.4 Pincel
De cerdas macias.
2.5 Areia normal brasileira
Amostra utilizada no ensaio. A areia deve atender às prescrições da NBR 7214.
2.6 Brita 1
Amostrautilizada no ensaio.
Agregado miúdo (NBR 9776)
2.15 Balança
Com capacidade para 1 kg e resolução de 0,1 g.
2.5 Areia normal brasileira
2.16 Frasco
De vidro e composto de dois bulbos e de um gargalo graduado. No estrangulamento existente entre os dois bulbos há um traço que corresponde a 200 cm3, e acima dos bulbos situa-se o tubo graduado de 375 cm3 a 450 cm3. O frasco foi inicialmente aferido,verificando-se os devidos volumes correspondentes às graduações.
Agregado graúdo (NM 53:2002)
2.17 Balança
Com capacidade mínima para 10 kg e resolução de 1 g. Deve estar equipada com um dispositivo adequado para manter o recipiente que contém a amostra suspenso na água, no centro do prato da balança.
2.6 Brita 1
2.18 Recipiente
Constituído de um cesto de arame com abertura de malhaigual ou inferior a 3,35 mm e capacidade para 4 dm3 a 7 dm3, para agregados de dimensão máxima característica de 37,5 mm. Construído de forma a impedir a perda de material ou a retenção de ar quando submerso.
2.19 Tanque de água
Recipiente estanque para conter água onde será submerso o recipiente (2.18) com a amostra.
2.20 Peneiras de ensaio
Uma peneira de acordo com a NM-ISO 3310-1.
Massaunitária (NM 45)
Agregado miúdo e graúdo
2.21 Balança
Com resolução de 50 g.
2.5 Areia normal brasileira
2.6 Brita 1
2.22 Haste de adensamento
Haste reta de aço, com 16 mm de diâmetro e 600 mm de comprimento, tendo um de seus extremos terminado em forma semi-esférica, com diâmetro igual ao da haste.
2.23 Recipiente
De forma cilíndrica e fabricado com material não atacável pela umidade....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Agregado Miudo e Agregado Graudo
  • agregados graudos e agregados miudos
  • Relatório de agregado miudo e graudo
  • Graniulometria de agregados graudos e miudos
  • Relatorio agregados miudos e graudos
  • Agregados miudos e graudos
  • agregados miudos graudos
  • Análise granulométrica de agregado miúdo e graúdo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!