a paz

Páginas: 8 (1886 palavras) Publicado: 18 de dezembro de 2014
Passageiro relata drama durante acidente com Hércules C-130 ao pousar na Antártica
Avião da FAB transportava 40 pessoas, entre civis e militares; tripulação pediu para passageiros se afastarem: ‘pode explodir’
POR EVANDRO ÉBOLI
04/12/2014 14:18 / ATUALIZADO 04/12/2014 16:42

Hércules C-130 depois do acidente na Antártica, há uma semana - Arquivo pessoal
PUBLICIDADE

BRASÍLIA. Um acidentecom um avião Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) na Antártica, ocorrido na quinta-feira passada, foi noticiado com discrição. A FAB divulgou uma nota de quatro linhas, informando que a aeronave se acidentou no pouso e que não houve feridos. Um passageiro que estava no voo, localizado pelo GLOBO, relatou o drama e a tensão que foi para quem estava no avião e os momentos posteriores aoacidente.
VEJA TAMBÉM
Navio polar volta à Antártica depois do incêndio que destruiu estação brasileira
Um canteiro de obras no meio do gelo na Antártica
Nova estação brasileira na Antártica custará R$ 110 milhões
O Hércules cumpria mais uma missão do Programa Antártico Brasileiro. Entre militares e civis, que visitaram a estação, estima-se que 40 pessoas estavam a bordo. A testemunha conta quehouve forte impacto no pouso, que deixou na pista um pedaço do trem de pouso, um motor e uma hélice. “A aeronave deslizou por alguns segundos até rodopiar”, conta o passageiro, que preferiu não ser identificado. Na sequência, um militar da tripulação ordenou que todos abandonassem a aeronave e soou uma sirene barulhenta.
Já do lado de fora, outra ordem: “Afastar, afastar! Pode explodir”. Entreos civis estavam presentes vários servidores públicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da Secretaria de Tesouro Nacional, da Secretaria do Orçamento Federal, além do pessoal do Ministério da Defesa. Abaixo, trechos do relato do passageiro do voo ao GLOBO.
Imagem mostra o avião após acidente - Arquivo pessoal
“AFASTAR, AFASTAR! PODE EXPLODIR”
“Logo depois do forte impacto, a aeronavedeslizou por alguns segundos até rodopiar pela pista antes de parar totalmente. No instante seguinte, veio de um suboficial da tripulação a ordem para abandonar a aeronave, enquanto a sirene soava de forma estridente alertando os passageiros sobre o perigo iminente. Rapidamente, todos se levantaram sem saber ainda o que estava acontecendo. Uma pequena gritaria contrastava com o silêncio que vinha dapista gelada. Assim foi nossa chegada à Antártica, numa quinta-feira, dia 27 de novembro, por volta das 11 da manhã, hora local. Já do lado de fora, os passageiros se aglomeravam sem saber para onde ir, quando se ouviu nova ordem: ‘afastar, afastar... pode explodir, pode explodir!!!!’ Meio sem rumo, as pessoas iam para o mais longe que podiam, ao mesmo tempo que tomavam consciência do que haviaocorrido, ao verem o grande C-130 desfalecido sobre a pista. Na aterrisagem, a aeronave deixou pela pista uma perna do trem de pouso, um motor e uma hélice, que estavam aproximadamente a 200 metros de onde nós estávamos. Apesar de a sensação térmica estar em torno de -20°C, o frio pouco importava naquele momento em que as pessoas percebiam que, por pouco, a aeronave não havia parado nas águas da Baia doAlmirantado.”
“ERA ATERRORIZANTE A IDEIA DE A NOTÍCIA CHEGAR PELA IMPRENSA AOS FAMILIARES”
“Rapidamente após o acidente, militares chilenos chegaram próximo ao local para nos conduzir até a base deles. Na caminhada, um misto de susto e medo dominava o semblante de todos. Nesse instante, o sopro do forte vento, de aproximadamente 50 km/h era o único som que se ouvia. Ninguém falava nada. Eracomo se todos estivessem se perguntando se aquilo estava realmente acontecendo. Dez minutos após o acidente, todos já estavam devidamente abrigados na acolhedora estação chilena, onde foi montado um comitê de crise para definir as próximas ações. A preocupação, nesse instante, era tentar contato com os familiares no Brasil, pois era aterrorizante a ideia de a notícia chegar às famílias por meio da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A paz e eu
  • Paz
  • a paz
  • a paz
  • a paz
  • Viver Em Paz Cultura Da Paz 2
  • Julgados de Paz
  • a paz perpetua

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!