A NATUREZA DO HOMEM SEGUNDO A BIBLIA

Páginas: 17 (4131 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
A Natureza do Homem Segundo a Bíblia

Deus fez o homem de dois elementos: 1.º - pó da terra ou corpo e 2.º - fôlego da vida ou espírito, que juntos formaram uma ALMA VIVENTE, como se ve claramente nesta passagem:

• "E formou o Senhor Deus o homem, do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente" (Gênesis 2:7)

Aqui, como em outras passagensda Bíblia, a palavra "alma" abrange o ser humano todo, tanto corpo (pó da terra) como espírito (fôlego de vida).

A idéia que o povo em geral tem da palavra "alma" é da parte invisível do homem. Acrescentamos que essa idéia popular não veio da revelação divina mas sim dos povos pagãos da mais remota antiguidade, penetrou na igreja apostatada, infiltrou-se na teologia cristã e chegou até nóscom foros de verdade bíblica.
"A doutrina da imperecibilidade da alma não é bíblica, mas pagã. Nasceu na Grécia e propagou-se na Igreja, através de Platão, do século V em diante, graças à influência de Agostinho. A doutrina de sua natureza simples, una, indivisível, etc., não se mantém diante das concepções psicológicas modernas e da teoria mais racional acerca da propagação do ser humano, corpoe alma." 1 Essa afirmação é do saudoso mestre, pastor e amigo Prof. Otoniel Mota e leva nosso pleno endosso.
O homem não possui imortalidade inerente, própria, natural. Ele só adquirirá o toque da imortalidade, se for crente, por ocasião do arrebatamento, na primeira ressurreição, quando Cristo vier buscá-lo. Ler atentamente I Coríntios 15:50 a 54; I Tessalonicense 4:15 a 17; João 5:28 e 29. Diza Bíblia que unicamente Deus possui a imortalidade. I Timóteo 1:17 e 6:16. Logo o homem é mortal. Quando criado, tinha a imortalidade sob condição, que não soube manter, pois o pecado sujeitou-o à morte. E isto se transmitiu a todo o gênero humano.
O Dr. George Dana Boardman (1828-1903), instituidor da famosa "Boardman Foundation of Christian Ethics" na Universidade de Pensilvânia, escreveu noano de 1880 um livro interessante intitulado Studies in the Creative Week, e nessa obra, abordando o assunto da imortalidade, afirma textualmente: "Do Gênesis ao Apocalipse, nem uma só passagem - quanto eu saiba - ensina a doutrina da imortalidade natural do homem. Por outro lado, o Livro Santo declara, com ênfase, que somente Deus tem a imortalidade (I Timóteo 6:16); quer dizer: Deusexclusivamente possui a imortalidade inerente, em Sua própria essência e natureza imortal..."
Se, pois, o homem é imortal, é porque a imortalidade lhe foi concedida. Ele, então, é imortal, não porque fosse criado nessa condição, mas porque se tornou assim, sendo sua imortalidade derivada dAquele que tem, Ele só, a imortalidade. Com relação a este fato, tudo indica que a Árvore da Vida no meio do jardim doÉden fora designada como símbolo e garantia.Que este é o significado da Árvore da Vida é evidente das palavras finais do registro da Queda: 'Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem é como um de Nós, sabendo o bem e o mal; ora, pois, para que não estenda a sua mão, e tome também da Árvore da Vida, e coma e viva eternamente, o Senhor Deus, pois o lançou fora do Jardim do Éden... E havendo lançadofora o homem, pôs querubins ao oriente do Jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da Árvore da Vida' .(Gênesis 3:22 a 24).
Se o homem é inerentemente imortal, que necessidade teria da Árvore da Vida? Isto se nos afigura bem claro: a imortalidade era, por qualquer razão, simbolicamente condicionada ao comer da misteriosa Árvore, e a imortalidade sedestinava ao homem integral; espírito, alma e corpo." - Studies in the Creative Week, págs. 215 e 216.Aí está outro depoimento que leva nosso endosso, com a ressalva de que o fato não foi apenas simbólico mas real. O que o homem possui é o "fôlego da vida" ou "vida" (o que dá animação ao corpo), que lhe é retirado por Deus quando expira. E o fôlego é reintegrado no ar, por Deus. Mas não é entidade...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Luzes e natureza, uma comparação: o homem segundo Rousseau e Sade
  • Homem-natureza e animal-natureza
  • Homem natureza
  • Homem Natureza
  • Natureza e homem
  • Homem e Natureza
  • O homem e a natureza
  • O homem e a natureza

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!