A nação de minorias/povos sem estado” e “perplexidade do direito do homem”

Páginas: 3 (624 palavras) Publicado: 9 de novembro de 2011
Fichamento

O texto é estruturado em duas partes “A Nação de Minorias/Povos sem Estado” e “Perplexidade do direito do Homem” precedido de um texto inicial, A autora começa dando ênfase à primeiraguerra mundial, refletindo e criticando severamente sua existência, todavia foi a partir dessa catástrofe social que tomou como marco para desdobrar suas análises, acenando paras a suasconsequências, bem como afirmou que irremediavelmente esse conflito ocasionou: mortes, desemprego em alta escala e desestabilização Político-Social, e consequentemente, movimentações de refugiados, desprovidos dequalquer ajuda por parte dos governos que os representam e ressalta os sucessivos conflitos que aconteceram no pós- guerra, pois a ideologia predominante à época seguia a reta do terror,desvalorizando-se cruelmente o valor da vida humana. Hanna Arendt aponta como principal instrumento de desintegração da Europa os conflitos bélicos, responsáveis pela mudança Geopolítica de todo o continente, poispairava naquele tempo somente os ares do regime totalitarista, que potencializou a privação da posição social de determinados povos, que diz resultar na criação de grupos sociais marginalizados, osapátridas e as minorias, e que todos esses grupos viram os seus direitos sucumbirem, direitos que deveriam ser irrevogáveis e intransmissíveis, logo permanentes.
Isso posto, passa trabalhar veementea questão dos povos sem estados e as minorias, demonstrando sua consumição com as políticas adotadas, pois reprova os fundamentos dos tratados de paz por acreditar ser deles a inteiraresponsabilidade da desacreditação dos recém- criados Estados-nação, e, ainda, pelo surgimento das minorias étnicas, cujo fruto teve origem na sua forma parcial em que esses tratados “agraciou” com estadosdeterminados povos. A autora atenta para o descaso dado pelos tratados das minorias aos grupos que não tinham representatividade em dois ou mais estados, haja vista sob essa condição absurda a lei ser...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Estado Nacao e Povo
  • Estado povo nacao
  • Nação, estado e direito
  • nação, estado e direito
  • O declínio do estado-nação e o fim dos direitos do homem» in origens do totalitarismo
  • As CPIS, a minoria e o Estado democrático de direito
  • As Perplexidades Dos Direitos Do Homem Hannah Arent Origens Do Totalitarismo
  • RESENHA DO CAPÍTULO “O DECLÍNIO DO ESTADO NAÇÃO E O FIM DOS DIREITOS DO HOMEM” DO LIVRO: ORIGENS DO...

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!