A indeterminação das fronteiras da idade

Páginas: 5 (1135 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2012
A indeterminação das Fronteiras da idade
Régina Sirota



O olhar sobre a criança evoluiu, de uma socialização vertical para uma socialização horizontal, onde vertical está voltada na concepção entre gerações onde a criança era vista como um ator, diferindo da horizontal onde a socialização será visto em grupos de pares, considerando não somente a criança como um ator visando seu futuro, mascomo um ser do presente com foco na construção social dos indivíduos.
Régine Sirota inicia seu texto com duas anedotas e logo após ela examina culturalmente os presentes oferecidos na ocasião de dois nascimentos.
No primeiro caso a autora descreve um presente oferecido aos pais por uma escritora de Literatura conhecida, ela oferece um buquê e uma obra completa de um autor e filosofo Francês.No segundo caso foi oferecido aos pais no nascimento da criança um livro com varias gravuras, fantoches, marionetes, “comprados ali na esquina”.
Foram observados pela autora que em duas ocasiões idênticas o nascimento foi oferecidos presentes parecidos, mas culturalmente diferenciados um do outro sendo o primeiro uma obra consagrada de um importante autor Francês enquanto o segundo livro foicomprado em uma livraria da esquina de um autor desconhecido. Embasado no texto de Sirota os presentes buscam afastar a ignorância desse ser que acabou de vir ao mundo , possibilitando-o a uma cultura uma familiarização com a literatura buscando assim a formação cultural do seu futuro.
A autora na página 42 diz: “Mas o aspecto comum que une esses dois casos parece ser o fato de colocar os seres napresença do livro desde o nascimento, como se isso constituísse uma urgência absoluta e uma necessidade vital. Por que e como chegamos a essa constatação?”
Porque achamos que colocando as crianças desde o nascimento com objetos que nos remete a cultura (livro) estaremos assim inserindo-os na sociedade.
A autora ainda faz algumas indagações sobre a forma que olhamos a criança, e mais precisamente,como as concepções educacionais, sobre como a faixa etária evolui. Respondendo a essas questões Sirota examina a mudança embasada no ponto de vista de sociólogos, tendo referência, estudiosos que deram prioridade a seus estudos principalmente voltados para essa faixa etária.
Para ilustrar a reflexão vertical para a horizontal a autora utiliza dois exemplos originados de campos de pesquisas atuais.Primeiro a observação do aluno no interior da classe ou do estabelecimento, podendo analisar microssociologicamente, os incidentes as injúrias e as indisciplinas, não mais com o distanciamento do indivíduo de forma vertical. O segundo exemplo leva em conta o nível de cultura midiática (enfoque na tecnologia e seus meios de transmissão do conhecimento tais como internet, TV, etc.) da criançatelespectadora, para Buckingham as crianças não são tão enganadas e alienadas como pensamos, e que algumas nos surpreendem diante de séries televisivas, telenovelas que instauram na criança a elaboração do “mapa de ternura” (literatura francesa, mapas de uma geografia galante que ditavam as normas do comportamento amoroso dos jovens). Voltando a cultura midiática, as mídias podem ajudar a promover astransformações socioculturais necessárias à mudança da realidade presente. Alberto Moreira, Doutor em Teologia e professor de Filosofia em seu texto “Cultura Midiática e educação infantil” questiona o favorecimento da construção cultural na formação do ser criança facilitando seu aprendizado, no entanto essa cultura não é a realidade de todas as crianças de classes menos favorecidas.
Concordocom os autores quando dizem que quanto maior a cultura familiar que a criança está inserida, mais fácil ela se tornará socializada atingindo as expectativas propostas pela sociedade, podendo assim difundir melhor seus conhecimentos em áreas mais amplas que crianças de classes menos favorecidas.

Uma idade da vida, componente estrutural de toda sociedade

“A infância é vista aqui como uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A Indeterminção das Fronteiras da Idade
  • Idade Média e Época Moderna – Fronteiras e Problemas
  • Fronteiras
  • Fronteiras
  • Fronteira
  • fronteiras
  • FRONTEIRA
  • Fronteira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!