A Historia Entre A Filosofia E A Ciencia Resenha

Páginas: 20 (4810 palavras) Publicado: 8 de junho de 2015
RESENHA DO LIVRO “A HISTÓRIA ENTRE A FILOSOFIA E A CIÊNCIA” DE JOSÉ CARLOS REIS. 
     José Carlos Reis inicia seu livro tecendo comentários sobre o século XIX, o qual foi marcado, na atmosfera intelectual, pelo Cientificismo[1]. As ciências estavam embebedadas pelas idéias de Darwin e pela herança científica do passado. Razão, Método, Objetividade e Imparcialidade eram as bandeiras de talépoca. Essa maré científica inundou a História, que até então era reduto de filósofos metafísicos[2].  Como estes davam mais ênfase ao geral (humanidade) e eram especulativos e idealísticos, beirando ao misticismo, logo entraram em choque com a mentalidade de tal época. A história decidiu-se pela ciência, abandonando a filosofia. Essa decisão tinha uma série de implicações; rejeita a qualquer apriorismo, valorização da pesquisa, fortalecimento de um método empírico, delimitação de um objeto próprio e ênfase ao singular. A história agora pretendia ser científica.
     Nesse percurso para fazem da história uma ciência, surgem três grandes escolas; Metódica (dita positivista), Marxista e Annales. Todas estas possuíam em comum a crença na cientificidade de Clio e a recusa categórica a filosofia dahistória, pois esta era a-histórica, especulativa e metafísica. O autor, porém, afirma que mesmo tentando romper com a filosofia da história, tais escolas estavam carregadas, sem saber e sem confessar, de pressupostos filosóficos, sobretudo as duas primeiras. Assim, caminhando para os braços da Mãe-Ciência, a historia carregava no seu calcanhar a filosofia da história. Advém daí o titulo do livro.O autor pretende analisar essas três escolas históricas, mostrando como a filosofia esteve em suas entranhas.
     A escola Metódica, dita “positivista”[3]
O autor pretender mostrar as principiais características desta escola bem como sua ligação com a filosofia da história, ainda que tal escola tenha postulado a recusa total da “história especulativa” [4]. O autor inicia tratando da escolametódica Alemã, mais precisamente de seu principal representante; L. V. Ranke. Alemanha e França, em termos de escola histórica, foram as principais herdeiras da crítica filológica do século XVI e XVII. Nesses dois países desenvolveu-se, quase simultaneamente, um grande desenvolvimento da pesquisa histórica, baseada nos métodos dos exegetas bíblicos. Ranke vai absorver toda essa atmosfera de críticatextual, ao ponto de valorizá-la demasiadamente, afirmando ser possível, a partir de tal, uma história completamente objetiva. Sua pesquisa histórica contemplava assuntos relacionados aos Estados nacionais, tidos por ele como “agentes universais do processo histórico”.
Ranke acreditava ser possível, por meio de um método, reviver o passado tal qual aconteceu. O historiador seria capaz de mergulhar nopassado despojado de toda influência do presente e de subjetividade, fazendo assim emergir um conhecimento real, objetivo. Vai-se ao passado para ressuscitá-lo, jamais para julgá-lo. Daí a preocupação com as reflexões filosóficas e interpretações, pois estas poderiam contaminar o conhecimento. A ciência histórica deveria – e poderia – ser completamente neutra e imparcial, do mesmo modo que asciências da natureza. Para atingir um conhecimento com estas características, o historiador alemão advogava um método de crítica histórica. A despeito destas considerações históricas, Ranke absorveu também a atmosfera filosófica de sua época, sobretudo as idéias de Hegel. Tal como este, acreditava que “a história era o palco da manifestação do Espírito”. A história cumpriria certos propósitostranscendentais, uma força supra-histórica atuava no curso dos eventos. Chegar-se-ia a essa compreensão quando se atentasse para os documentos oficiais, de onde brotavam naturalmente os fatos históricos. Por isso a importância do método, visto que por meio dele se faz não somente a reconstituição do passado tal qual aconteceu, mas também a apreensão do sentido da humanidade. Desta forma, Ranke, mesmo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha Crítica "a história entre a filosofia e a ciência"
  • Resenha A Historia entre a Filosofia e a Ciencia
  • História da Filosofia da ciência
  • História e Filosofia da Ciencia
  • Filosofia da ciencia
  • Historia, filosofia e ensino de ciencias
  • Relações entre filosofia e história da ciência
  • Historia e ciencia da filosofia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!