A formação do homem contemporâneo

Páginas: 2 (257 palavras) Publicado: 9 de junho de 2015
A formação do homem contemporâneo.

A moda atingiu a posição de centralidade nas sociedades contemporâneas, dotada de potencial força econômica e social.Desde o século 19, formou-se a ideia do estereotipo do que se é masculino, o modelo de homem foi vinculado ao valor do trabalho, cabendo o homem ser forte,provedor, poderoso e politico, e ao mesmo tempo, devendo se afastar do universo feminino.

A partir do século 20, o tradicional modelo rígido de identidademasculina, passa a ser questionado, pois não existe um único modelo referencial a ser seguido. A diferenças simbólicas entre homem e mulher persiste mas estadivisória está cada vez mais tênue. Desde a modernidade os padrões vêm sendo alterados pelos novos papéis que homem e mulher vêm sendo assumido na sociedade.

Nosanos 50 com a acentuação do consumo, abriu-se novas possibilidades no vestuário masculino, de um lado o visual contestador dos jovens e do outro lado otradicionalismo, os homens desta década começam a escolher melhor o que veste em nome da boa aparência.

Nos anos 60 permite aos homens uma relação de vaidade com oseu corpo, a visão conservadora do estilo começa a passar por transformações.

O consumo de itens de moda pelo público masculino aumenta e abandona a ideiatradicional da necessidade de divisão da classe social.

A nova identidade masculina está surgindo necessitando de identificação e legitimação, a mídia exerceum papel propagador dessas novas identidades, assim a mídia, o consumo e a moda caminham juntos para a formação da identidade do homem contemporâneo.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Homem Contemporâneo
  • O homem contemporaneo
  • O homem contemporâneo
  • Homem contemporâneo
  • Estudo do homem contemporaneo
  • Estudo do Homem Contemporaneo
  • FORMAÇAO DO MUNDO CONTEMPORÂNEO
  • A formação do Brasil contemporâneo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!