A FILOSOFIA CONCRETA DO JOVEM KARL MARX NOS MANUSCRITOS ECONÔMICO-FILOSÓFICOS DE 1844

Páginas: 12 (2860 palavras) Publicado: 20 de outubro de 2014
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
A FILOSOFIA CONCRETA DO JOVEM KARL MARX NOS MANUSCRITOS ECONÔMICO-FILOSÓFICOS DE 1844
KAREN GALÚCIO CORREIA
SÃO LUIS
2014
A FILOSOFIA CONCRETA DO JOVEM KARL MARX NOS MANUSCRITOS ECONÔMICO-FILOSÓFICOS DE 1844
Karen Galúcio Correia
RESUMO: No ensaio analisamos profundamente o legado filosófico de Karl Marx, contido nos Manuscritos Econômico-Filosóficos de1844. A obra é composta por uma coletânea de três cadernos e sob a forma de ensaios curtos, referindo à economia politica como “economia nacional”, sendo escrito por aquele autor aos 26 anos e permaneceram desconhecidos por quase cinquenta anos, depois de sua morte. Foi publicado em 1932, assim, iniciando um debate filosófico e político sobre o todo da obra marxista que se estende até hoje. Esteestudo tem a finalidade de analisar sua obra inaugural do pensamento comunista, que está focada para o problema social, a relação da sociedade com o capitalismo e o sistema que dependência e exploração existente. É maravilhosa a explicação que mostra a realidade das relações sociais, expressa, principalmente, através das categorias conceituais alienação e estranhamento as quais, na apropriaçãomarxista, se engajam na feroz crítica ao modo de produção capitalista que é então acusado de transformar o homem em mercadoria, em ser genérico. Mostraremos também a diferença entre o animal e o homem, e a importância da natureza em relação ao ser humano e ao trabalho exercido, e o significado do capital, da propriedade privada e do trabalho, segundo Marx.
PALAVRAS-CHAVE: Marxismo; Legadofilosófico; Estranhamento; Alienação.
MANUSCRITOS ECONÔMICO-FILOSÓFICOS
Esse ensaio crítico aborda um ponto de vista de uma das principais obras do renomado filósofo e economista, Karl Marx, Os Manuscritos Econômico-filosóficos de 1844, que se chama também de Manuscritos de Paris. A obra foi publicada somente cinquenta anos após a sua morte, em 1932. Porém, ele escreveu essa obra quando tinha apenas 26anos de idade, ou seja, na fase jovem de Marx. Com o passar do tempo, ele foi amadurecendo, se tornando mais cientifico invés de filosófico, e isso pôde ser visto em suas obras, como O Capital de 1867. Mas não pode negar a divina importância dos Manuscritos Econômico-filosóficos, que ainda de forma primitiva, mas genial, explicou a forma correta do verdadeiro comunismo que deveria ser aplicado, e nãoaquele que era visto nos partidos. Ou seja, esclareceu a sua doutrina comunista, mas não se limitou a isso.
Os Manuscritos é uma introdução para a compreensão geral de toda a doutrina de Marx, e a obra apresenta a planta fundamental do seu pensamento: a concentração de sua filosofia na crítica da economia nacional de Adam Smith e David Ricardo. A pesar que o mesmo fosse influenciando por eles,mas, ao mesmo tempo, os criticava por haver ausência de uma análise histórica nas teorias de tais autores e na falta de se considerar a produção como uma atividade social, que vai ser organizado por Marx através dos “modos de produção” pelos quais a humanidade passou e passa ainda. Afirmava ainda que os economistas modernos eram incapazes de fazer diferença entre características universais daprodução e características específicas do capitalismo, que para ele era a produção exige um instrumento de produção, assim como não há “produção sem trabalho passado acumulado” e o capital é um dos instrumentos da produção, e apenas no modo de produção capitalista os instrumentos de produção e o trabalho acumulado eram a fonte de renda e de poder da classe dominante. E para eles, o homem eranaturalmente comercial, assim, moldando a economia. Marx as chamava de Leis de Ferro, que moldam o capitalismo, assim sendo impenetráveis.
Outra crítica era sobre a propriedade ser considerada por eles sagrada e por ter sido erroneamente considerada como uma forma existente de propriedade privada capitalista, portanto, eles aceitavam os direitos de propriedade capitalistas como universais e sagrados, e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Manuscritos Econômicos Filosóficos
  • Manuscritos Econômicos e Filosóficos
  • Manuscritos econômico-filosóficos
  • Manuscritos econômicos filosóficos
  • Manuscritos Econômicos-Filosóficos
  • Manuscritos economicos filosoficos fichamentho
  • RESUMO: MANUSCRITOS ECONÔMICOS – FILOSÓFICOS
  • MANUSCRITOS ECÔNOMICO- FILOSOFICOS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!