A Filosofia como alicerce

Páginas: 32 (7852 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
A filosofia no ensino como alicerce das ações dos profissionais da saúde”
A saúde é um campo polêmico, complexo, implicado com a consideração da preservação da vida e sem sofrimento, num sentido genérico. Prestar assistência a alguém necessitado, como profissional de saúde significa transitar neste campo movediço. As dificuldades com as generalizações de conduta começam quandopensamos que um mesmo ato pode ter nuances diferente, com graus diferentes de bem ou mal, conforme a circunstância em que ocorre. Isto nos coloca diante do fato de ter de reconhecer na filosofia um aliado para as transformações dos comportamentos excessivamente tecnicistas dos profissionais de saúde, num certo sentido.
Além das questões especialmente práticas das condutas terapêuticas,convivemos com uma gama muito grande de normas e padrões de conduta, muitas vezes originários de crenças religiosas ou opções filosóficas. Neste cenário, inúmeras vezes uma pessoa se recusa a um tratamento benéfico para não abjurar sua crença, o que se constituiria num ato ético, desde uma perspectiva relativista. Neste sentido, já se delineia a necessidade da filosofia no processo decisório doprofissional, uma vez que se depara com conflitos de interesses, pois para ele a premissa é salvar vidas.
Uma conduta positiva é dificilmente generalizável com sucesso, porque não é possível ser preciso e isento a respeito da filosofia, da estética ou da política, ou seja, quando defendemos um ponto de vista sobre o que é certo ou errado em uma conduta, o fazemos levados por um sensosubjetivo ou visão de mundo, ou por padrões e normas. Num e noutro caso o lócus de controle da conduta está baseada em interesses subjetivos ou em interesses corporativos, em ambos os casos muito longe do que se poderia designar como responsabilidade profissional, ou comportamento ético positivo.
A tarefa destinada a mim neste capítulo é tecer considerações sobre a aplicação da filosofia no ensino deprofissionais de saúde. Portanto, constato de imediato duas outras fontes de racionalidade, além da filosofia: o próprio ensino e as questões da assistência terapêutica.
A questão do ensino, já em si mesma repleta de dificuldades em termos de razão objetiva ou de razão moral, tem sido levada exaustivamente à discussão, na busca de formas desalienantes e ao mesmo tempoinstrumentalizadoras para mudanças sociais importantes.
A questão da assistência tem sido igualmente muito debatida, no desejo de que as ações terapêuticas sejam equânimes e que respeitem as individualidades, sem desrespeito ao coletivo.
Como ponte entre estas duas racionalidades, aparece a filosofia como integrador, na medida em que pode dispor de linhas de argumento proveitosas para adefinição dos melhores caminhos de conduta terapêutica, que implicam no envolvimento com o outro e na eliminação do mal-estar causado pelas enfermidades.
Em primeiro lugar, vamos considerar o que a filosofia não é, para não cairmos em deslizes compreensivos. Uma das impropriedades é se considerar a filosofia ligada com atitudes de benevolência e solidariedade, assim como não pode ter umaperspectiva relativista, ou seja, a depender da sociedade e de circunstâncias temporais a justificativa vai por um ou outro caminho.
O direito à saúde é universal, ou seja, a justificação filosófica para a existência dos serviços de saúde não pode ser em termos de grupo parcial ou local, de modo que interesses pessoais não podem contar mais que os interesses alheios, só por serem ‘meus’ interesses. Emalgum nível do raciocínio moral devemos escolher o curso de ação que tem melhores conseqüências para todos, depois do exame de todas as alternativas possíveis, mas não porque somos bons.
Para este ponto de vista, o princípio da igualdade é baseado em que a personalidade moral tem uma abordagem contratual de justiça, e mesmo assim não garante igualdade. Igual consideração de interesses...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Alicerce
  • alicerce
  • Alicerces para organização
  • Os Alicerces Da Economia
  • Os dois alicerces
  • Alicerces da sociologia
  • Blocos e ALicerces
  • ALICERCES DO PENSAMENTO 1

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!