A era da iconofagia

Páginas: 12 (2826 palavras) Publicado: 29 de abril de 2013
A ERA DA ICONOFAGIA – ensaios sobre comunicação e cultura
Norval Baitello Júnior – Hacker Editores, SP, 2005


Capítulo 3 – A Sedação (pg. 31-37)
Mídia e Sedação

Primeiro Bloco: A mídia

A palavra “mídia” tem uma história bastante simples, significa “meio”. É uma palavra antiqüíssima, vem do latim “médium”, que deu em português também a palavra “médium”, que, passando pelos EstadosUnidos, retornou ao espaço latino com pronúncia americanizada. E a pronúncia americanizada, ou anglicizada, se transformou em escrita. Então, no Brasil passou a se escrever “mídia”, transcrição da pronúncia inglesa para o plural latino de “médium”, que tanto em latim quanto em inglês se escreve “media”. Mas a palavra tem raiz mais profunda. Na língua da qual vem o latim e quase todas as outrasfamílias lingüísticas européias, o indo-europeu, essa palavra já existia, “medhyo”, e já significava “meio”, “espaço intermediário”. E ela poderia ser traduzida hoje, em tradução livre por “meio de campo”. Assim, a mídia não é outra coisa senão “meio de campo”, o intermediário, aquilo que fica entre uma coisa e outra.
E é claro, é usada no sentido restrito da comunicação, aquilo que faz o meio de campocomunicacional. Quando lemos nos jornais o uso da palavra “mídia” encontramos com muita freqüência a palavra referindo-se apenas aos meios de comunicação. Mas se lavamos em consideração o processo comunicativo como tal, haverá neste uso uma redução significativa e indevida no alcance da palavra mídia. Afinal, a comunicação começa muito antes dos meios de comunicação de massa, muito antes daimprensa, do rádio, da televisão. Antes mesmo da invenção da escrita. A mídia começa muito antes do jornal, da televisão e do rádio. A primeira mídia, a rigor, é o corpo – e por isso chamamos o corpo, portanto, de mídia primária.
Quando duas pessoas se encontram existe uma intensa troca de informação, e portanto, um intenso processo de comunicação por meio de inúmeros vínculos, inúmeros canais, inúmerasrelações, conexões e linguagens. Quando dois corpos se encontram existe uma troca de informações visuais, olfativas, auditivas, táteis, gustativas dependendo do tipo de encontro – por exemplo, duas pessoas que se beijam trocam informações gustativas. Existe assim um processo de comunicação extremamente complexo através dos sentidos de distância, como a audição e a visão, e dos sentidos deproximidade, como o olfato, paladar e tato.
Por incrível que pareça, as ciências da comunicação que são um campo de investigação de não muito mais de 100 anos, foram descobrir a comunicação primária, ou a mídia primária, só na segunda metade do século XX. Só então começou a se estudar o corpo em sua potencialidade comunicativa. Descobriram-se coisas incríveis, como, por exemplo, para que servem assombrancelhas. As nossas crianças lêem nos manuais escolares que as sombrancelhas servem para segurar o suor da testa. A sombrancelha é o primeiro órgão comunicativo à distância. Os estudiosos do comportamento descobriram que existe um microgesto da sombrancelha que possibilita o nascimento de um vínculo comunicativo entre duas pessoas. E esse microgesto dura um sexto do segundo e se chama “eyebrowflash”, que em português foi traduzido por “deflagrar do supercílio”. Trata-se de uma brevíssima elevação da sombrancelha com a qual sinalizamos favoravelmente a uma aproximação quando encontramos uma pessoa desconhecida.
Então vejam o que é uma mídia primária. O nosso corpo é de uma riqueza comunicativa incalculável. Um levantamento das linguagens faciais pode resultar em um dicionário muito maiorque o Aurélio. A quantidade de músculos e de possibilidades de movimentos de cada músculo pode gerar uma “palavra” de linguagem corporal – os vincos, a presença do tempo, a pele, os cabelos, os movimentos de cada músculo da face ou dos membros visíveis, há uma infinidade de frases possíveis nessa linguagem. Imaginem quando se juntam as “falas” do rosto, dos ombros, do pescoço, da testa, dos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha
  • A era da iconofagia RESUMO
  • A iconofagia dos chef celebs em South Park

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!