A Educação e as Desigualdades Sociais no Brasil

Páginas: 21 (5063 palavras) Publicado: 10 de setembro de 2014
A Educação e as Desigualdades Sociais no Brasil Um enfoque por Raça e Gênero

Alberto Noé e Ana Luiza Balassiano

Este trabalho analisa como se processam na educação e no mundo do trabalho as relações de gênero e de raça. O objeto de estudo circunscreve-se em torno das desigualdades socialmente dadas entre homens e mulheres no Brasil contemporâneo. O objetivo é o de evidenciar mudanças econtinuidades relativas às desigualdades socialmente estabelecidas nos últimos anos entre os homens e as mulheres, negros e brancos, dimensionando por gênero e raça as características da: educação e o emprego, focalizando principalmente o desemprego feminino e masculino, a precariedade do emprego e a informalidade do emprego
Neste sentido, analisar as questões referentes as desigualdades sociaisno Brasil, se faz necessário re-significar os conceitos de gênero, raça, vulnerabilidade e o próprio conceito de desigualdade e suas relações com a educação. Assim, a partir de um estudo do sentido dos papéis sexuais e do simbolismo sexual das sociedades é que se pode melhor identificar as épocas e a ordem social que as institui, e quem sabe até transforma-la. Desta forma, reconhece-se, aimportância de analisar a questão do gênero enquanto categoria. Saber como o gênero funciona nas relações sociais humanas, e que sentido a organização e a percepção do conhecimento histórico podem atribuir ao gênero.
As relações e as interações vão se construindo enquanto pessoas singulares ou múltiplas, sobre a ambivalência dos conceitos de sexo e de gênero. As pessoas contêm dentro de si múltiplasidentidades, que em qualquer momento podem ser ativadas. Para Scott (1989), essas respostas dependem do gênero como categoria de análise, o que indicaria as construções sociais a criação inteiramente social das idéias sobre os papéis próprios dos homens e das mulheres. Deve-se ressaltar que as preocupações teóricas relativas ao gênero como categoria de análise só começaram a aparecer no final doséculo XX.
O gênero apareceu assim como um novo tema, um novo campo de pesquisa histórica, só que ele não teve, enquanto categoria, a força de análise suficiente para interrogar (e mudar) os paradigmas históricos existentes. E nem tampouco explicou a produção de sentido que as mulheres, enquanto representantes do gênero feminino, dão às suas próprias vidas.
O autor acima citado, constrói umadefinição de gênero em que aponta como o ponto nodal a conexão integral entre duas proposições: o gênero é um elemento constitutivo de relações sociais baseado nas diferenças percebidas entre os sexos e o gênero é uma forma primeira de significar as relações de poder. Neste sentido, o gênero implica em quatro elementos relacionados entre si: inicialmente, símbolos culturalmente disponíveis que evocamrepresentações múltiplas (freqüentemente contraditórias); após, conceitos normativos que colocam em evidencia interpretações do sentido dos símbolos que tentam limitar e conter as suas possibilidades metafóricas; seguido de uma noção do político, tanto quanto de uma referencia às instituições e organizações sociais, e por fim, a identidade subjetiva.
De outra parte, Silva (2000) afirma que ogênero é um conceito central na teoria feminista contemporânea, referindo-se em oposição à dimensão simplesmente biológica do processo de diferenciação sexual - aos aspectos culturais e sociais das relações entre os sexos. Percebe-se assim que o estudo do gênero pode ser um caminho para se chegar as origens sociais das identidades do sujeito. Em um certo sentido a história política foi encenada noterreno do gênero (Scott, 1989).
Os grupos vulneráveis apresentam-se, de imediato e ilusoriamente, como de fácil definição. Por um foco insuficiente pensa-se em grupos sociais vulneráveis os que estão abaixo da linha de pobreza, porém percebe-se que existem outros grupos sociais vulneráveis que não estão necessariamente em tal situação.
Abordar a vulnerabilidade por uma definição econômica,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Desigualdade social no brasil
  • Estratificação social e desigualdade no brasil.
  • Desigualdade social no brasil
  • A Desigualdade Social No Brasil
  • Desigualdade e Mobilidade social no Brasil
  • Desigualdade Social no Brasil
  • Desigualdade social no brasil
  • Desigualdade social no Brasil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!