A dinâmica geográfica da qualificação profissional e a expansão do emprego nas indústrias alimentícias no oeste paranaense

Páginas: 46 (11454 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
A DINÂMICA GEOGRÁFICA DA QUALIFICAÇÃO
PROFISSIONAL E A EXPANSÃO DO EMPREGO NAS
INDÚSTRIAS ALIMENTÍCIAS NO OESTE
PARANAENSE

Resumo: Neste artigo, trazemos algumas reflexões desenvolvidas em nossa monografia
intitulada, “Sob o metabolismo destrutivo do capital: a expansão do trabalho nas indústrias
alimentícias e a qualificação profissional em Toledo, Palotina e Marechal CândidoRondon/PR”. Nesse momento, fazemos alguns apontamentos em torno do PlanTeQ –
Plano Territorial de Qualificação Profissional, associado a formação de territórios
vantajosos a expansão capitalista, com destaque, sobretudo para o Oeste Paranaense e a
expansão do emprego nas indústrias alimentícias em Toledo, Palotina e Marechal Cândido
Rondon.
Palavras-chave: qualificação profisisonal,expansão capitalista, indústria alimentícia MUNDO DO TRABALHO
Revista Pegada – vol. 11 n.1 112 junho/2010
INTRODUÇÃO
Diante do quadro da intensificação da
precarização do emprego no Brasil, a partir
da década de 1990, resultado da ofensiva
do capital sob o trabalho, com o respaldo
do Estado, tanto o governo federal, quanto
empresários dos mais diversos setores
valem-se de um discursopolíticoideológico para justificar tais condições de
emprego, esse discurso aponta a falta de
qualificação profissional como responsável
pela situação (de desestruturação) do
mercado de trabalho no Brasil, e, portanto,
pela condição de cada trabalhador no
mercado.
De acordo com Segnini (2000), as
mudanças estruturais ocorridas no
mercado de trabalho, como altas taxas dedesemprego acompanhadas da crescente
insegurança e precariedade das novas
formas de ocupação, flexibilização da força
de trabalho (contratos de tempo parcial,
subcontratação, terceirização, etc.)
estimulam o discurso por maiores níveis de
escolaridade para os trabalhadores que
permanecem empregados e ocupam postos
de trabalho considerados essenciais para os
processos produtivos nos quaisse inserem.
Assim, no bojo da intensa
precarização do mercado de trabalho e
com o discurso que faltam trabalhadores
qualificados no mercado de trabalho, o
Estado brasileiro aponta como solução
para o desemprego a valorização do
trabalho associado à qualificação
profissional, que significa a incorporação
de uma série de habilidades à força de
trabalho, aumentando as chances de(re)
inserção/manutenção no mercado de
trabalho.
Deste modo, buscamos compreender
nesse trabalho a territorialização das
indústrias alimentícias no Oeste
Paranaense, sobretudo nos municípios de
Toledo, Palotina e Marechal Cândido
Rondon. Para tanto destacamos nesse
artigo cinco indústrias, sendo a C. Vale
(Palotina), a Sadia (Toledo), a Frimesa,
Faville e a Copagril (MarechalCândido
Rondon).
Destacamos que partimos do
entendimento de que a qualificação
profissional não engloba apenas o
conhecimento do processo de trabalho
associado à incorporação de habilidades
técnicas, mas também abarca o próprio
“ser” trabalhador, que representa tudo
aquilo que possa significar vantagens ao
desenvolvimento do processo de trabalho,
algo expresso na captura dasubjetividade
operária, que representa também as
vantagens comportamentais e atitudinais
que o trabalhador possa oferecer no
sentido de aumentar a produtividade e a
lucratividade do trabalho, através da
educação para o trabalho. MUNDO DO TRABALHO
Revista Pegada – vol. 11 n.1 113 junho/2010
Quando mencionamos a qualificação
profissional, estamos nos referindo à
capacidade daforça de trabalho, no
sentido de ser útil a produção, e que sendo
assim gera a produção, acumulação e
expansão do capital. Desta forma, a
capacidade de trabalho é condição
fundamental da produção, portanto tem
seu próprio valor de uso que representa
um valor adicional aplicado à matéria: a
mais valia.
1 QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
E MOBILIDADE TERRITORIAL
DO CAPITAL E DO...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • resenha critica sobre Emprego X Qualificação Profissional
  • Indústria Alimentícia:
  • industria alimentícia
  • Dinamica geografica
  • Indústrias alimentícias
  • Industria alimenticias
  • A qualificação do profissional
  • Qualificação profissional e o

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!