A Difícil Missão de Gerir Pessoas em Organizações Públicas: Impossível?

Páginas: 37 (9166 palavras) Publicado: 5 de março de 2014
Dra Tânia Nobre G. F. Amorim, Lenita Almeida da Silva, Américo Nobre G. F. Amorim

Resumo: O trabalhador de organizações públicas é visto como ineficiente e descomprometido com o seu trabalho e organização. Esta visão equivocada incomoda a grande maioria dos servidores que não corroboram deste comportamento, mas que ainda não conseguiram consolidar uma mudança do pensamento geral dacomunidade. Não concordamos com este raciocínio simplista em relação ao trabalhador de organizações públicas, sejam elas autarquias ou fundações por acreditarmos que, tanto na iniciativa privada quanto nas públicas, há elementos destoantes, ora em um nível melhor de desempenho, ora em um nível pior. Percebemos, por outro lado, que as dificuldades impostas às organizações públicas as obrigam a seremcriativas, buscando alternativas para sua sobrevivência, em virtude das normas rígidas e redução orçamentária a que estão submetidas. É exatamente sobre essas formas criativas de ação gerencial da comunidade de trabalhadores públicos federais que trata este artigo e revela, ao mesmo tempo, inquietações e preocupações com o futuro dos servidores.
Palavras-Chave: recursos humanos, gestão de pessoas,administração pública, universidade, servidor público

1 - As universidades em busca de uma gestão inovadora

No Brasil, assim como no mundo, é nas universidades que encontramos os principais focos de desenvolvimento de pesquisas, e as universidades públicas brasileiras continuam sendo os pólos de alavancagem do progresso científico. Mas isso nem sempre se reflete a todas as suas unidades, devidoà grande diversidade e diferenciação existentes entre administração e academia.
Frente ao atual contexto pelo qual passam as instituições públicas brasileiras, marcado por um processo de transição e mudança, a questão gerencial nestas instituições torna-se de grande importância, uma vez que é preciso responder proativamente às propostas governamentais, e ao mesmo tempo, às demandas da sociedadecomo um todo. É mister que as universidades pensem, discutam e aperfeiçoem seus processos de gestão para que possam, efetivamente, desempenhar seu relevante papel social de promotoras do conhecimento (Abreu e outros, 2001).
Em termos de estrutura burocrática, Hardy e Fachin (1996), acreditam que para manter a integração administrativa das sub-unidades, a universidade precisa de uma estruturaburocrática, pois, enquanto o lado profissional da universidade pode ser caracterizado por autonomia e por liberdade acadêmica, o apoio administrativo é estruturado numa burocracia hierárquica, tipicamente tradicional.
Schuck (1995), destaca que a organização universitária é caracterizada por um clima democrático. Nesse clima, as decisões devem ser tomadas por consenso, com tratamento igualitárioentre administradores que dirigem e providenciam os "meios" e os docentes que realizam a sua atividade "fim". Para que as decisões possam ser tomadas por consenso é indispensável que hajam discussões abertas e ampla participação, sem constrangimento de status e poder hierárquico.
Mas o que verificamos é que a autoridade e o poder nas universidades são diluídos em complicadas redes interligadas,gerando conflitos na disputa por status e prestígio acadêmico, fazendo, com que em muitos casos as mesmas redes políticas da sociedade façam-se presentes também nas universidades.
Os ambientes universitários são bastante diversificados e multifacetados e isso algumas vezes dificulta nossa compreensão de sua riqueza de detalhes e dificuldades gerenciais. A especificidade organizacional dauniversidade faz com que suas atividades sejam diferentes da maioria das outras organizações. Esta diferença acontece, principalmente, no nível operacional, onde o trabalho é feito com alguma autonomia, pois é muito freqüente que profissionais qualificados ocupem cargos que não correspondem à sua formação durante sua trajetória na universidade que cresceu, mas esta não pode modificar sua carreira.
O...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Gestao de pessoas em organizacoes publicas
  • Gestão de pessoas e as organizações públicas
  • Resumo Gestão de Pessoas nas Organizações Públicas
  • COMO GERIR PESSOAS
  • Gerir Pessoas
  • Megacidades
  • Gerir pessoas, o grande desafio
  • Arte de gerir pessoas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!