A desconstrução do Preconceito Linguístico

Páginas: 7 (1727 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013

FACULDADE DIVINÓPOLIS
CURSO DE DIREITO
Curso: Direito - Disciplina:Redação Jurídica
Período:2º - Semestre: 2º/2013
Professor Ms.: Jurandir Marques Silva Júnior







A DESCONSTRUÇÃO DO PRECONCEITO LINGUÍSTICO









DIVINÓPOLIS
2013
Elane Cristina Petzold
Jader Henrique de Souza
JairoDomingos da Silva
João Otavio Andrade Araújo Campos
Laleska da Silva Rodrigues
Wenderson Thaynan Francciolly Nunes








A DESCONSTRUÇÃO DO PRECONCEITO LINGUÍSTICO








DIVINÓPOLIS
2013
Sumário


Introdução 03
A Desconstrução doPreconceito Linguístico 04
Conclusão 08
Referências Bibliográficas 09



















Introdução

Existe atualmente uma crise no ensino daLíngua Portuguesa. A gramática tradicional que herdamos de Portugal já não corresponde, nem nunca correspondeu à realidade de um país com enorme diversidade cultural-regional e, consequentemente, linguística. Mesmo assim, esta forma de ensino já ultrapassada é ministrada nas escolas até os dias de hoje, de modo a ignorar os verdadeiros fatores que promovem o bom uso de um idioma.Portugal não apenas roubou todo nosso ouro e riquezas, mas também destruiu nossa autenticidade linguística. Se nós somos brasileiros porque usamos a língua denominada portuguesa? Claro que o português do Brasil possui algumas divergências do que é falado em Portugal, mas ainda assim trata-se de um vestígio que restou da colonização e que permanece em nós como uma marca histórica de um passado repleto deinfelicidade.
A imposição autoritária e punitiva da gramática tradicional é como uma cicatriz que ficou após a luta pela nossa conquista de liberdade. É uma situação no mínimo etnocêntrica, que nesse caso se dá pela resistência em reconhecer e valorizar o nosso português funcional.
Nisto consiste o fenômeno do “preconceito linguístico”, assim denominado pelo estudioso MarcosBagno. Trata-se, sobretudo de um problema social, onde as vítimas são principalmente aqueles que estão sempre às margens da sociedade.






A Desconstrução do Preconceito Linguístico

O Preconceito Linguístico já culmina no Brasil por anos, entretanto, o despertar para a sua existência e combate é relativamente novo. Primeiro porque, para a minimização ou desconstrução desse preconceito,é necessário, primeiramente que se desfaçam na mente das pessoas todos os mitos que foram criados acerca da língua portuguesa no decorrer de todos esses anos, de que nossa língua é muito difícil, ou que brasileiro não sabe português. Todos os mitos dessa espécie fazem com que as pessoas tenham medo de dispor de sua própria língua. Consequentemente, há menos interesse pela leitura e pela escrita.Na verdade, o mais importante deveria ser levado em conta o que “fulano” escreveu, e em segundo plano os meios de que ele se dispôs para fazê-lo. Mas o que acontece é justamente o contrário, pois de imediato já se aponta aquilo que não esta de acordo com nossa gramatica- Frustrando as esperanças do escritor que se sente incapaz de usufruir de sua língua materna. Algo que ilustra a situação pelaqual estamos passando é o fato de que o hábito de ler não é considerado prazeroso para a maioria das pessoas. Os livros não mais fazem parte do desejo consumo pelo simples prazer de ler, mas somente quando a posse deste é uma questão de necessidade.
Combater de maneira significativa o analfabetismo em todas as suas faces: Esse fator é também de suma importância para extinguir o preconceito...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • a desconstrução do preconceito linguístico
  • Preconceito linguistico
  • Preconceito linguistíco
  • Preconceito linguistico
  • Preconceito linguistico
  • preconceito linguistico
  • preconceito linguistico
  • Preconceito linguistico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!