A Cultura da Gare

Páginas: 14 (3444 palavras) Publicado: 17 de janeiro de 2015



Índice:

Introdução: 2
O século XIX – O século das revoluções: 3
As Cidades Oitecentistas (Grandes Metrópoles): 4
A Europa das linhas férreas: 4
O Romantismo: 6
A arquitetura do Romantismo: 7
A arquitetura romântica em Portugal: 8
O Impressionismo: 9
O Neoimpressionismo: 10
O Pós-Impressionismo: 10
O Simbolismo: 11
A arte em finais do século XIX: 11
A arte nova: 12
A artenova em Portugal: 12
Italian Family on Ferry Boat Leaving Ellis Island: 13
Tristão e Isolda (1857-59): 13
O Teatro no século XIX: 14
Conclusão: 15
Bibliografia: 16








Introdução:

A elaboração deste trabalho deve-se ao facto de na disciplina de História da Cultura e das Artes, estar a abordar diferentes temas, mas ambos relacionados com “A Cultura da Gare” como, o século dasrevoluções, as cidades oitocentistas, a europa das linhas férreas, o romantismo, a arquitetura do romantismo, a arquitectura romântica em Portugal, o impressionismo, o neoimpressionismo, o pós-impressionismo, o simbolismo e a arte nova.
A concretização desta pesquisa, tem como objetivo poder identificar e aprender tudo o que existiu desde o início da cultura da gare até à idade contemporânea eo que influenciou no século XIX, distinguir os movimentos artísticos da época e as técnicas e princípios.
A metodologia utilizada para a realização deste trabalho foi alguma pesquisa bibliográfica, enriquecida com o manual de História da Cultura e das Artes.

















O século XIX – O século das revoluções:
Entre os finais do século XVIII e meados do século XIX, omundo ocidental sofreu uma “onda avassaladora” de revoluções.
Essas revoluções eram liberais, industriais, agrícolas, demográficas, etc.
Esta fase de revoltas começou na “Velha Europa” mas atingiu rapidamente as regiões do Novo mundo, as “Américas”. Durante a instalação dessas revoluções, foi-se institucionalizando algumas mudanças que destruíram o Antigo Regime para implantar / promover a VidaContemporânea.
Também neste século, os Estados Absolutistas (Prússia, Rússia e Áustria-Hungria) formaram entre si a Santa Aliança e derrotaram (Napoleão) em 1815 organizando também o Congresso de Viena, que pretendia redesenhar o mapa da Europa visto que com a queda do Império Napoleónico, surgiu novos países.
Embora tivessem ganho a batalha e organizado a batalha, não conseguiram por fim àsmudanças iniciadas. No entanto, o Liberalismo continuou a afirmar-se como a maior força política do século XIX, através de revoluções liberais, e dos movimentos nacionalistas.
Após o aparecimento de alguns países, surgiu também novos regimes políticos, como o Regime Absolutista / Monárquico em que o rei possuía os 3 poderes: judicial, executivo e legislativo; Regime Democrático/ Parlamentar, ogoverno feito pelo povo de maneira representativa e Monarquias Parlamentares, em que o rei apenas fica com o poder executivo.
Por outro lado, as transformações económicas resultantes do avanço da industrialização, fez com que acontecesse as crises de superprodução, que mudaram o ritmo de vida e as relações de produção, alterando assim, a estrutura social e agravando as condições de vida dasclasses assalariadas, fazendo nascer as novas forças políticas opositoras as do liberalismo: republicanas (apoiadas nas classes médias) e as socialistas e anarcossindicalistas (apoiadas nas classes operárias).
Todavia se a primeira metade do século XIX foi de instabilidade e agitação, na segunda metade assistiu-se ao assentamento e aperfeiçoamento dessas novas estruturas nas sociedades e estadoseuropeus e americanos.
Por finalidade, o final do século XIX foi, na Europa, tempo de consolidação e triunfo das democracias liberais.



As Cidades Oitocentistas (Grandes Metrópoles):


As cidades oitocentistas foram:
Campos de ensaio e divulgação das novidades resultantes do progresso científico-técnico, cultural e económico;
Centros de lazer e diversão;
Espaços de grandes avenidas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cultura da gare
  • a cultura da gare
  • cultura da gare
  • cultura da gare
  • A cultura da gare
  • A cultura da gare
  • A cultura da gare
  • Cultura da gare

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!