A crise do movimento operário

Páginas: 25 (6142 palavras) Publicado: 26 de março de 2012
A questão da crise do movimento operário e do ideário socialista vem sendo associada desde os anos 80, tendo ainda recebido forte impulso com o colapso do socialismo de Estado, com temas e análises de profundo cunho ideológico que não podem ser entendidas relevando-se a atual ofensiva do capital em escala planetária. Muitas formulações vigentes tentam demonstrar que após a queda do muro de Berlimassistimos ao "fim da história", com a vitória da liberal-democracia e a dissolução, num mundo pós-moderno, da clássica contradição da modernidade capitalista, expressa no processo de valorização do capital, cuja implicação seria o esgotamento do movimento operário e do projeto socialista centrado no mundo do trabalho, assim como de qualquer antagonismo social. Numa interlocução apenas indiretacom tais formulações, tentaremos compreender a crise atual do movimento operário numa perspectiva histórica oposta a essa. Nem é preciso dizer que a crise do movimento operário e da ação socialista no Brasil, ainda que com particularidades a serem consideradas e desvendadas, é parte desse quadro extremamente geral que se segue.

I

Como apontou Marx, o capital, no seu processo de reproduçãoampliada (valorização), constitui-se no sujeito histórico fundante da modernidade. O processo de acumulação do capital depende da existência de determinadas relações sociais de produção da vida material que permitam a extração do valor excedente do trabalho, que é exatamente o que constitui a capital. Este, reportando-se ao liberalismo, através da aceitação da igualdade formal de indivíduos livres nomercado, organiza, segundo seus desígnios, o mundo do trabalho, do qual depende para sua reprodução ampliada.

Do conflito inter-capitais, pela apropriação de parcelas maiores do excedente, e da resistência operária à extensão indefinida da exploração do trabalho na forma de mais-valia absoluta (a escravidão tendencial), decorre o progresso técnico e a prevalência da mais-valia relativa (quediz respeito à produtividade social do trabalho). Assim como a classe operária surge como desdobramento subalterno necessário da ação sócio-histórica do capital, o movimento operário é, na sua origem, a manifestação prática da resistência operária à exploração imposta pelo processo de acumulação privada da riqueza socialmente produzida, configurando a contraditoriedade imanente da ordem social damodernidade capitalista, ou seja a luta de classes.

No decorrer de seus esforços para colocar anteparos à exploração capitalista, juridicamente definida no Estado liberal, o movimento operário foi criando sua própria institucionalidade e uma cultura política, sempre em contato com outras camadas sociais e visões de mundo. O sindicato e o partido de massa, constituídos desde o último quarto doséculo XIX, tornaram-se as principais instituições agregadoras do movimento operário, instrumentos de defesa e reivindicações econômicas e políticas e de difusão cultural. Por meio dessas instituições a classe operária pode elevar sua condição de vida, limitando as horas de trabalho e conseguindo melhorias salariais, e projetar representantes nos parlamentos do Estado liberal-burguês.

A culturapopular tradicional que se opunha tanto à ordem feudal quanto a nascente ordem do capital, se interseccionou com o pensamento social crítico gestado na modernidade, gerando o socialismo como ideologia e perspectiva histórica do movimento operário. A vulgarização do comunismo crítico, erigido na obra de Marx e Engels, tornou-se, superando o anarquismo e as concepções teóricas socialistas locais ouregionais, a principal ideologia do movimento operário a nível internacional. A luta do movimento operário pela ampliação do estatuto da cidadania, por direitos civis, políticos e sociais, contraditoriamente articulada à necessidade de setores da burguesia e do Estado em garantir a conquista de recursos naturais e mercados externos, ampliando o consenso social interno, foi responsável pela...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Movimento operario
  • Movimento Operário
  • Movimento operário
  • Movimento operario
  • Movimento Operario
  • O movimento operário
  • movimento operario
  • Movimento Operário

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!