A criança e o numero

Páginas: 13 (3026 palavras) Publicado: 22 de abril de 2013
Fichamento do Livro:
KAMII, Constance. A criança e o número. Campinas: Papirus, 1990.

Apêndice: A autonomia como finalidade da educação: implicações da teoria de Piaget

Manuela Pires Weissböck
Prof. Inês Regina
Metodologia do Ensino da Matemática


1. “[...] importância da moralidade da autonomia. Autonomia significa ser governado por si próprio. É o contrário de heteronomia, quesignifica ser governado por outrem” (p. 103).
Comentário:
Questionei meus “alunos-professores” sobre a realidade desta frase em sua prática. Discutimos que para que o aluno primeiro reconheça a autonomia é preciso que o educador estimule o seu desenvolvimento. É mais fácil seguir a heteronomia no ato educativo, mas conscientes disso, o educador se propõe a dinamizá-la em seus alunos.


2.Subtítulo: Autonomia Moral











“Em condições ideais, a criança torna-se progressivamente mais autônoma à medida em que cresce e, ao tornar-se mais autônoma, torna-se menos heterônoma. Ou seja, à medida em que a criança torna-se apta a governar-se, ela é menos governada por outras pessoas” (p. 106).
Comentário:
Na escola, o processo de autonomia da aprendizagem é reduzida. SegundoPiaget, [...] o ideal da educação não é aprender ao máximo maximizar os resultados, mas é antes de tudo aprender a aprender; aprender a se desenvolver e aprender a continuar a se desenvolver depois da escola (1975, p. 353). Este deveria ser o objetivo primordial do processo educativo em que professor e aluno criam liberdade para desenvolver seus conhecimentos.


3. Subtítulo: O que torna algunsadultos moralmente autônomos?
“[...] os adultos reforçam a heteronomia natural das crianças, quando usam recompensas e castigos e estimulam o desenvolvimento da autonomia quando intercambiam pontos de vista com as crianças” (p. 106).
Comentário:
Isto acontece na escola através do processo avaliativo. As crianças nunca se tornarão autônomas se estiverem vinculadas a um sistema avaliativo preso eautoritátio.


4. “A punição acarreta três tipos de conseqüências. A mais comum é o cálculo de riscos. A criança que for punida repetirá o mesmo ato, mas da próxima vez, tentará evitar ser descoberta. Os próprios adultos dizem às vezes: - “Não me deixe apanhar você fazendo isso outra vez!” (p. 107).

5. “Em outras ocasiões, a criança decide estoicamente, e por antecipação, que mesmo que sejadescoberta, o preço será compensado pelo prazer que obterá” (p. 107).

6. “A segunda conseqüência possível da punição é a conformidade cega. Algumas crianças sensíveis tornaram-se conformistas porque a conformidade lhes garante segurança e respeitabilide. Quando se tornam completamente conformistas, as crianças não precisão mais tomar decisões, tudo o que devem fazer é obedecer” (p. 107).

7. “Aterceira conseqüência possível é a revolta. Algumas crianças comportam-se muito bem durante anos, mas decidem, num determinado momento, que estão cansadas de satisfazer a seus pais e professore todo o tempo e que chegou a hora de começar a viver por si próprios. Podem então começar a envolver-se em vários comportamentos que caracterizam a delinqüência. Estes comportamentos podem parecer atosautônomos, mas existe uma vasta diferença entre autonomia e revolta. Numa revolta, a pessoa está contra o conformismo mas não torna necessariamente a pessoa moralmente autônoma” (p.107-108).
Comentário:
Portanto, a partir das considerações de Kamii (19920), é importante compreender que: “[...] a punição reforça a heteronomia das crianças e impede que elas desenvolvam sua autonomia. Embora asrecompensas sejam melhores do que as punições, elas também reforçam a heternomia das crianças” (p. 108).


9. “Se queremos que as crianças desenvolvam a autonomia moral, devemos reduzir nosso poder de adulto, abstendo-nos de usar recompensas e castigos e encorajando-as a construir por si mesmas seus próprios valores morais” (p. 108)
Comentário:
A educação, principalmente a matemática, segundo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A criança e o número
  • A criança e o numero
  • A criança e o número
  • A criança e o numero
  • Criança e o numero
  • A criança e o número
  • A criança e o numero
  • A criança e o número

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!