A Contribuição do Comércio Justo e Solidário para o Desenvolvimento Sustentável

Páginas: 30 (7263 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
SUMÁRIO















A CONTRIBUIÇÃO DO COMÉRCIO JUSTO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

1. RESUMO
O presente estudo objetiva colocar em pauta as contribuições do Comércio Justo e Solidário para que ocorra o desenvolvimento de maneira sustentável. Para tanto aborda alguns conceitos de desenvolvimento e sua evolução, o conceito de comércio justo e solidário e suascaracterísticas, além de especificar como ele ocorre em alguns empreendimentos solidários de São Paulo.
2. PALAVRAS CHAVE
Comércio justo e solidário, economia solidária, desenvolvimento, sustentabilidade, crescimento econômico.
3. INTRODUÇÃO
Por mais que o mundo tenha evoluído na relação renda e expectativa de vida, não é possível afirmar que essa condição tenha sido alcançada de forma igualitária edemocrática. O aumento das relações comerciais, da tecnologia informacional e das trocas de ideias não são prova de que o mundo caminha a passos largos para o desenvolvimento humano e social livre de assimetrias. Envolto por esse processo, ampliam-se as distâncias entre as nações ricas e as pobres no que tange às necessidades essenciais não satisfeitas, à violação das escolhas políticas, à igualdadede gêneros e as ameaças ao meio ambiente. Em seu livro Desenvolvimento como liberdade, Amartya Sen (2000) afirma que a condição humana é restrita e limitada pelas oportunidades sociais, políticas e econômicas de que dispomos. Por vezes, a privação de liberdade pode levar à privação da própria sobrevivência. É relevante, neste caso, o acesso aos serviços básicos de saúde, à educação funcional, àsegurança econômica e ao emprego remunerado. Ademais, a desigualdade entre homens e mulheres possui a capacidade de restringir enormemente as liberdades substantivas ao sexo feminino. A liberdade não deve ser vista apenas como o processo em que o individuo tem “a liberdade” de realizar ações e tomar decisões, mas também deve-se considerar as oportunidades reais que as pessoas possuem, de acordo comsuas circunstâncias pessoais e sociais. No atual mundo globalizado e regido principalmente pelo sistema capitalista a competitividade está sempre em pauta nas relações comerciais. Busca-se a competitividade para alcançar custos menores e maiores possibilidades de lucro.
Nessas relações as formas de produção e comercialização nem sempre levam em conta princípios éticos e a valorização daspessoas envolvidas como agentes. Pelo contrário, o lucro das grandes organizações, muitas vezes é visto como suficiente para o processo de desenvolvimento social.
Não é de hoje que o comércio define os rumos das sociedades que estão em seu entorno. A guerra pelos mercados não é fato novo, apenas a forma como acontece é que mudou. De um lado, os mais poderosos que ditam leis e formulam as regras e deoutro, os mais fracos que se sujeitam a tais leis e cuja opinião não é levada em consideração durante as discussões, portanto ficam à margem do universo econômico. Em marginais se transformam as economias que não conseguiram se estabelecer junto às potências econômicas mundiais.
O Comércio Justo e Solidário diferente do comércio convencional busca a valorização das pessoas dentro da produção,comercialização e consumo. Nesse tipo de comércio todos os atores da cadeia produtiva (produtores, fornecedores, compradores) não devem ser explorados e ter como premissa a conservação dos recursos do meio ambiente em suas formas de trabalho. A remuneração de cada ator há de ser digna e com ela haver a possibilidade de levar-se uma vida digna. No Comércio Justo as mulheres não são discriminadas,assim como não deve haver discriminação étnica nem sexual e crianças não devem realizar o trabalho. Em um empreendimento que atenda aos critérios do Comércio Justo o objetivo final do trabalho não é o lucro, mas a “sobra” que deve ser compartilhada igualmente entre os trabalhadores. Geralmente esses empreendimentos estão formatados em cooperativas ou associações auto gestionadas.
O presente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Concreto Aparente: Uma contribuição para o desenvolvimento sustentável
  • Comércio Justo
  • comércio justo
  • Comércio Justo
  • Comercio justo
  • Comercio justo
  • A CONTRIBUIÇÃO DAS FONTES DE ENERGIA RENOVÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO GLOBAL SUSTENTÁVEL
  • Comércio Justo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!