A construção histórica social do sentimento de infância

Páginas: 6 (1347 palavras) Publicado: 25 de setembro de 2012
A construção histórica social do sentimento de infância
É só a partir do século XVI que mudanças de concepções referentes à criança e a infância são notadas. Do século XVI para o XVII, na Europa, começam a perceber a criança como um ser diferente do adulto. Surge um sentimento de infância. Sentimento esse um pouco distorcido, uma vez que as crianças eram vistas como objeto lúdico dos adultos. Umsentimento que poderíamos chamar de paparicação.

O sentimento da infância não existia - o que não quer dizer que as crianças fossem negligenciadas, abandonadas ou desprezadas. O sentimento da infância não significa o mesmo que afeição pelas crianças: corresponde à consciência da particularidade infantil, essa particularidade que distingue essencialmente a criança do adulto, mesmo jovem. Essaconsciência não existia

Nesse momento que a infância estava começando a ser descoberta na Europa como uma idade específica da vida, pois inexistia o sentimento de infância antes da Idade Moderna, constituía a época em que estava ocorrendo à colonização do Brasil. Dessa forma, os europeus, enquanto colonizadores trouxeram seus valores, costumes, e naturalmente suas idéias referentes à infânciapara o Brasil. Assim, dentro dessa nova construção moderna, foram sendo soterradas concepções de criança como um adulto anão e paulatinamente foi cedendo lugar para a afirmação da infância como uma construção social.

Enquanto na Idade Média, as crianças aprendiam tudo através das relações diárias com os mais velhos, no princípio da Idade Moderna começa a existir uma segregação dessa criançahavendo, inclusive ambientes diferentes, ou seja, aqueles destinados aos adultos e outros às crianças. Essa concepção da Idade Moderna remete a questão que, para se ter uma boa educação, as crianças precisavam afastar-se do convívio social do qual não pertencia, o mundo dos adultos.



AS CONSTRUÇÕES SOCIAIS DA INFÂNCIA

A criação de uma criança inocente e pura não era parte do mundo realmedieval, fora fruto de um imaginário religioso místico e até por dizer fantasioso no século XIII na França. Portanto, roupas angelicais como cuaneiros, camisolas ou até a nudez eram formas expressas nas obras sacras criadas a partir de um mundo imaginário, desenvolvido para enriquecer histórias religiosas, contadas em igrejas cujo seu fim seria o despertar do cristão para uma vida devotada a Deus, ondeseres celestiais tinham uma forma de vida superior a do homem real em que demonstrava sua superioridade espiritual e as almas que representadas por pequeninos (crianças puras) alcançariam este mundo do outro lado.

Suas formas de se vestir tornavam os meninos pequenos homens e as meninas pequenas mulheres através do seu trajar, esta forma em particular de se vestir levaria a criança entender-seem um mundo de adultos revelando assim a falta de sentimento quanto a este ser infantil, pois a mesma ira seguir neste período os mesmo rumos que o adulto em sua trajetória diária, este mundo que servia ao adulto também serva nesta época para a criança.





As condições demográficas, a formação de povos urbanos, mudanças sócias econômicas, intelectualidade em um período que parte do séculoXIII onde se inicia a análise sobre o sentimento de infância pode-se perceber por meio da pesquisa realizada que o início do século XIII em um período que parte de aproximadamente de trinta á cinqüenta anos que a sociedade demonstra um comportamento particular que pode-se identificar como o princípio que levara dentro da pesquisa a percepção da falta de sentimento infantil ou seja um mundodiferenciado para o ser infantil em que este ser se relacionara com adulto em suas festa sazonais em pé de igualdade. Durante três séculos e meio este termo ganhara forma o que ainda não há elementos suficiente para se definir um marco histórico para este processo que levara ao sentimento de infância, mas poderá demonstrar fortes indícios de sentimentos infante no período que fora identifica como...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • a construção histórica social de infancia
  • Infância e educação: uma construção histórica- visando transformações sociais
  • A Construção Social do Conceito de Infância
  • RESENHA: A Infância Como Construção Social
  • Construção histórica das políticas sociais no brasil
  • Sentimento da infancia
  • O Sentimento da Infância
  • O sentimento da infancia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!