A concepção sistemica da vida

Páginas: 6 (1452 palavras) Publicado: 19 de agosto de 2014
A concepção sistêmica da vida

A teoria do modelo sistêmico é uma visão científica sobre a vida. Esta teoria baseia-se em estudos de cientistas e teóricos de várias disciplinas, tais como: Iliá Priggogin, Manfred Eigen, Paulo Weis, Gregory Bateson e Ervin Laszlo, Santiago, Humberto Maturana e Capra.
Diferente da concepção cartesiana, que fragmenta a realidade em partes que supostamentecompõem o todo, a teoria sistêmica vê o mundo como um processo e não como uma estrutura. Nesta ótica, não existe somente adaptação dos seres vivos, mas integração, auto-organização e transcendência. A totalidade de um sistema organizado não é somente a somatória das partes que o compõe, mas resulta da interação e interdependência de suas partes. 
Um outro aspecto importante deste sistema é que osseres vivos transcendem sua condição pela criatividade, ou seja, eles criam condições de vida. 
A diferença básica entre um organismo do ponto de vista mecanicista e na perspectiva sistêmica é o fato de que naquela visão, os componentes fazem parte de um conjunto em uma relação fixa de sua dinâmica, ao passo que no entendimento sistêmico as partes evoluem e possuem uma plasticidade. 
Essesorganismos, nesta visão, são orientados para seus processos internos e se inter-relacionam com outros processos externos de maneira cooperativa. Além disso, os componentes podem variar em suas formas, dentro de certos limites.
O aspecto transcendental deste tipo de organização dos seres vivos é de suma importância, na medida em que seus elementos ou componentes internos possuem certa independência emrelação ao meio ambiente e conseguem se auto-organizar. O próprio sistema onde estão inseridos é que determina essa dinâmica reguladora, e não o meio ambiente.
Na antiga visão da ciência mecanicista aplicada na biologia, por exemplo, há um determinismo imposto pelo meio ambiente e pela hereditariedade de suas características.
Na visão sistêmica, a interação dos organismos com o meio ambiente évista de outra maneira, na medida em que essa troca com o meio não determina sua forma de desenvolvimento e organização. 
Pode-se dizer que, dependendo da complexidade dos seres vivos, sua autonomia pode ser maior ou menor em relação ao meio ambiente em que vivem. Como o ser humano está no topo dessa cadeia de complexidade, pode-se dizer que o seu livre-arbítrio será maior em relação a outrosseres vivos.
Vemos aqui uma semelhança desse modelo sistêmico com antigas filosofias orientais e ocidentais, até mesmo com a moderna visão da mecânica quântica, que sustentam a idéia da integração do ser humano com a totalidade de suas vidas e o Universo. 
Essa interação possibilita uma reestruturação da dinâmica de um organismo, já que a vida não está confinada em sua estrutura, como é o caso deuma máquina, em que seus componentes são fixos e foram criados para determinadas funções isoladas. Componentes de uma máquina não possuem a capacidade de se autoconsertarem ou auto-regularem, o que já não se dá com os organismos vivos. 
Na visão newtoniana, o Universo seria um conjunto fechado ou uma máquina, que possui funções tais que funciona mediante o relacionamento entre os seus elementosbásicos que possuem uma existência própria. Já na visão sistêmica, o Universo expressa sua realidade pela rede de conexões que estabelece com todas as coisas.
Em algumas linhas da do pensamento sistêmico, não existe o acaso, como na concepção da teoria evolucionista de Darwin, mas pressupõe a existência de uma finalidade e de uma intenção no processo de evolução. 
A consciência dos sereshumanos é uma característica da evolução dos seres vivos e ela nos diferencia de outros animais, pelo fato de estabelecermos uma relação transformadora com a realidade, pela função da nossa capacidade de escolha com relação aos nossos destinos.
  Esta relação transformadora e simbólica deve-se ao fato de que há uma interação entre nossa mente e o Universo, o qual possui vários níveis de estruturas,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O ponto de mutação: trabalhos sobre a concepção sistêmica da vida
  • Concepção Sistêmica e Prática Interdisciplinar
  • Mudança no paradigma social: a concepção sistêmica
  • A concepção de paciente identificado na perspectiva sistêmica
  • Concepção africana de vida e morte
  • Um Nova Concepção de Vida
  • Concepção da vida e a morte
  • A vida se inicia na concepçao

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!