A CASA DOS MORTOS

Páginas: 6 (1332 palavras) Publicado: 13 de março de 2014
A Casa dos Mortos

O vídeo que demonstra a realidade dos Hospitais de Custódia, onde se encontra pessoas que cometeram delitos e que, por não possuírem o total discernimento para compreenderem a natureza de seus atos, o Estado como garantidor dos direitos e deveres de seus cidadões, aplica, converte a pena em uma medida de segurança. Bubu é um poeta com doze internações em manicômiosjudiciários. Ele desafia o sentido dos hospitais-presídios, instituições híbridas que sentenciam a loucura à prisão perpétua. O poema A Casa dos Mortos foi escrito durante as filmagens do documentário e desvelou as mortes esquecidas dos manicômios judiciários. São três histórias em três atos de morte. Jaime, Antônio e Almerindo são homens anônimos, considerados perigosos para a vida social, cujo castigoserá a tragédia do suicídio, o ciclo interminável de internações, ou a sobrevivência em prisão perpétua nas casas dos mortos. Bubu é o narrador de sua própria vida, mas também de seu destino de morte. (A Casa dos Mortos. Direção: Débora Diniz. Ano de lançamento: 2009, Vídeo do youtube, 24 minutos. http://www.youtube.com/watch?v=noZXWFxdtNI)

Michel Foucault: Eu, Pierre Riviere, que degolei minhamãe, minha irmã e meu irmão.

Em 1835, um jovem camponês de vinte anos, 5 pés de altura, cabelos e sobrancelhas negros, suíças negras e ralas, testa estreita, nariz médio, boca média, queixo redondo, rosto oval e cheio, tez morena e olhar oblíquo, nascido em Courvaudon e morador de Aunay. Pierre Rivière diz que matou sua própria mão, para livrar o pai de uma mulher má, mata a golpes de foice a mãegrávida, a irmã adolescente e um irmão de sete anos. Depois de executar os crimes, o jovem Pierre foge para os bosques até ser capturado e levado a julgamento. Preso, escreve longo depoimento sobre as razões de seu ato. Um adolescente, misterioso e psicopata aos olhos das testemunhas, que se mostra através de suas confissões. (Livro: Eu, Pierre Rivière, que degolei minha mãe, minha irmã e meuirmão. Autor: Michel Foucault, Ano de Lançamento: 2007).
No livro constam alguns relatórios, laudos, depoimentos  artigos de jornais, cartas, interrogatórios e o famoso manuscrito escrito por Pierre onde ele conta o motivo do crime. Esse manuscrito foi usado pela defesa como uma demonstração de que ele não estava muito bem, e pela acusação de que ele estava muito lúcido na verdade, e que foi um crimepremeditado.
(Disponível: http://marinahgattuso.blogspot.com.br/2013/01/eu-pierre-riviere-que-degolei-minha-mae.html. Acesso em Quinta-feira, 10 de janeiro de 2013).

Análise do documentário a casa dos mortos e o texto de Michel Foucault: Eu, Pierre Riviere, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão.
A lei é clara. Pessoas diagnosticadas como "loucas" por meio de laudo psiquiátrico e quecometeram crimes ou infrações não podem ser condenadas à pena de prisão ou à reclusão. Devem receber suposto benefício de ser encaminhado, por medida de segurança, para internação em hospitais de custódia e tratamento, nome pomposo para os antigos manicômios judiciários.

Nesses hospitais, o paciente é examinado por um profissional da área de saúde mental, que determina o grau de periculosidade,cabendo ao juiz fixar o tempo de tratamento a ser aplicado.
Contudo, no lugar de respeitar a lei, comete-se o caminho mais fácil da arbitrariedade. Na prática, o tratamento converte-se em pena e transforma-se em prisão perpétua ou em abandono da pessoa à sua própria sorte. "Os 'tratamentos' resumem-se a avaliações burocráticas", afirma o psicólogo Marcus Vinícius de Oliveira Silva, integrantedo Conselho Federal de Psicologia (CFP). (Disponível:http://www.topgyn.com.br/conso00/noticias.php?ultima=5025. =MEDIDAS DE SEGURANÇAS EM MANICÔMIO JUDICIARIO. Manicômio judiciário: arbitrariedade e violência, Revista Viver, N° 83, ano 2007)
Art. 96. As medidas de segurança são:
I - Internação em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico ou, à falta, em outro estabelecimento adequado....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A casa dos Mortos
  • A Casa dos Mortos
  • A casa dos mortos
  • A casa dos mortos
  • A casa dos Mortos
  • A casa dos mortos
  • A casa dos mortos
  • Percepção subjetiva da casa dos mortos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!