“A assistência social e a igreja”, e “o brasil para cristo”.

Páginas: 5 (1137 palavras) Publicado: 22 de maio de 2012
Trabalho de Ciência Política - 21/11/2011

“A ASSISTÊNCIA SOCIAL E A IGREJA”, E “O BRASIL PARA CRISTO”.


O objetivo deste trabalho é mostrar as bases morais e religiosas, quando falamos em “A Assistência Social e a Igreja” e quais os aspectos da sociedade brasileira que contribuem para que o Brasil seja uma das nações com mais evangélicos no mundo, perdendo apenas para os EUA em númerode protestantes, em “O Brasil para Cristo”.
A partir da industrialização em meados da década de 20, a relação desigual entre os meios de produção e o proletariado, que se via marginalizado e abandonado, teve na sociedade civil formas de responder suas “questões sociais”, reivindicadas.
Apesar de toda mudança ocorrida na sociedade desde os tempos em que os interesses da burguesiageravam um novo conflito entre a Religião e o Estado, a sociedade capitalista se consolidou e a religião apareceu como responsável por dar respostas às questões puramente morais e espirituais. O Estado brasileiro se beneficiou e operou a assistência social através de iniciativas privadas, e em especial, das religiosas, deixando a ação assistencial, na concepção de pública e privada, não bem definidasou claramente estabelecidas. As execuções e operacionalizações das políticas assistenciais tinham como responsáveis os assistentes sociais, enfermeiros e educadores, além de voluntários, que utilizavam de práticas, valores e conceitos religiosos em suas atividades assistenciais. Desta maneira, a Igreja Católica se beneficia em recuperar sua hegemonia, prerrogativas e privilégios perdidos perante asociedade capitalista e começa a intervir de maneira clara e definida na área social minimizando os conflitos provenientes da relação antagônica entre capital e trabalho.
Para os católicos, a divisão e a partilha dos bens de Deus são atos de bondade que compensam os pecados anteriormente cometidos, desta maneira os desfavorecidos são instrumentos para que o rico pratique a caridade obtendo asalvação, ou seja, que “paguem seus pecados”, removendo culpas pelo enriquecimento. Por outro lado a salvação do pobre advém de sua resignação ante a condição de pobreza.
Nesse período, vemos também a instalação de novas religiões no Brasil, especialmente as evangélicas, que se diferenciavam do ideário católico por apresentar um caráter democrático, individualista e liberal proveniente doprotestantismo norte-americano.
Segundo Max Weber, o conceito de igreja, para o catolicismo, está relacionado à hierarquia e ao elitismo, e o de seita está vinculado à ideia de associação voluntária de fiéis, tendo o individualismo prioridade sobre a comunidade religiosa. As seitas protestantes – por não reconhecerem a autoridade papal – preparam o indivíduo para a independência, quebrandotradições e hierarquias.
Para os protestantes, toda a vida dos seguidores deve ser um exercício de boas obras em que, por meio delas, alcançará santificação da vida. É a vida profissional que dá ao homem um treino moral, pelo zelo ao trabalho metódico, tornando-o capaz de cumprir sua vocação.
Além do catolicismo e do protestantismo, o espiritismo (kardecista) se popularizou no Brasilatravés da prática da caridade como provedor de serviços assistenciais, desenvolvendo um trabalho voltado para o social e o espiritual que tem em suas práticas várias demandas trazidas pela população, que vão desde auxílio material como roupas e alimentos, à busca de auxílios em tratamentos de doenças.
Estudos mostram que no Brasil, a maior parte dos católicos é nominal, mas não é praticante.Segundo o IBGE, o avanço de evangélicos no Brasil se deu de forma acelerada e constante nos últimos cinqüenta anos. As mulheres, negros e pobres, com baixa escolaridade e renda, formam o perfil dos fiéis que contribuíram para este crescimento, embora os pentecostalistas tenham crescido na classe média.
Podemos relacionar vários motivos que fazem com que o catolicismo perca fiéis para...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Política de Assistência Social no Brasil
  • Assistência social no brasil
  • Historia da Assistência Social no Brasil
  • Trajetória da assistência social no brasil
  • assistência social no brasil
  • Politica de Assistencia Social no Brasil
  • A TRAJETORIA DA ASSISTENCIA SOCIAL NO BRASIL
  • Assistencia social no brasil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!