A ética protestante e o espírito do capitalismo

Páginas: 15 (3612 palavras) Publicado: 29 de março de 2012
INTRODUÇÃO

“Em A Ética Protestante, Weber traça detalhadamente o tipo ideal de conduta religiosa que contribuiu decisivamente para o desenvolvimento qualitativo do capitalismo.”(p.19)
“[...] O impulso para o ganho, a persecução do lucro, do dinheiro, da maior quantidade possível de dinheiro, não tem, em si mesmo, nada que ver com o capitalismo.” [...] A ganância ilimitada de ganho não seidentifica, nem de longe, como o capitalismo, e menos ainda com seu “espirito”. O capitalismo pode eventualmente se identificar com a restrição, ou pelo menos com uma moderação racional desse impulso irracional. O capitalismo, porem, identifica-se com a busca de lucro, do lucro sempre renovado por meio da empresa permanente, capitalista e racional. Pois assim deve ser: uma empresa individual que nãotirasse vantagem das oportunidades de obter lucros estaria condenada à extinção. [...] Definiremos como ação econômica capitalista aquela que repousa na expectativa de lucros pela utilização das oportunidades de troca, isto é, nas possibilidades (formalmente) pacificas de lucros.” (p. 26)
“Para os propósitos dessa concepção, o importante é ocorrer um verdadeiro ajuste da ação econômica no cortejoentre o dinheiro que entra e as despesas, não importando o quão primitiva possa ser sua forma. Ora, nesse sentido, o capitalismo e as empresas capitalísticas, mesmo com uma considerável racionalização do calculo, existiram em todos os países civilizados do planeta, [...] O que havia não eram meramente empreendimentos isolados, mas empresas econômicas inteiramente dependentes da continua renovaçãodos empreendimentos capitalísticos e até de operações continuas. Contudo, o comercio em especial não teve, por longo tempo, a continuidade dos nossos empreendimentos atuais, mas consistiu essencialmente em uma série de empreendimentos individuais.” (p. 27)
“Assim, em uma história universal da cultura, mesmo de um ponto de vista puramente econômico, o que nos interessa não é em última analise, odesenvolvimento da atividade capitalística como tal, diferindo nas diversas culturas apenas quanto à forma: o tipo aventureiro, o capitalismo do comércio, da guerra, da política ou da administração como fonte de lucro é que é o ponto crucial. Pag.” (p. 30)
“À primeira vista, a forma especial do moderno capitalismo ocidental teria sido fortemente influenciada pelo desenvolvimento das possibilidadestécnicas. Sua racionalidade é hoje essencialmente dependente da calculabilidade dos fatores técnicos mais importantes. [...] Mas a utilização técnica do conhecimento cientifico, tão importante para as condições da vida da massa do povo, foi certamente incentivada pelas considerações econômicas, estas que lhe eram extremamente favoráveis no mundo ocidental. [...] Entre os fatores de importânciaincontestável estão às estruturas racionais das leis e da administração, pois que o moderno capitalismo racional não necessita apenas dos meios técnicos de produção, mas também de um sistema legal calculável e de uma administração baseada em termos de regras formais. [...] Tais tipos de sistemas legais e de administração, em um grau relativo de perfeição legal e formal, têm estado disponíveis para aatividade econômica apenas no Ocidente.” (p. 31)
“[...] Para caracterizar suas diferenças de ponto de vista da história da cultura é necessário saber quais setores foram racionalizados, e em que direção. Por isso, nossa primeira preocupação é desvendar e explicar a gênese e a peculiaridade do racionalismo ocidental e, por esse enfoque, uma forma moderna. [...] Quando tais tipos de conduta foramobstruídos por obstáculos espirituais, o desenvolvimento da conduta econômica racional encontrou também pesada resistência interna. As forças magicas e religiosas e as ideias éticas de dever nelas baseadas têm estado sempre, no passado, entre as mais importantes influencias formativas da conduta. [...] A influência de certas ideias religiosas no desenvolvimento de um espírito econômico, ou o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
  • ética protestante e o espirito do capitalismo
  • A ética protestante e o espirito do capitalismo
  • A ética protestante e o espírito do capitalismo
  • A ética protestante e o espírito do capitalismo
  • A ÉTICA PROTESTANTE E O “ESPÍRITO” DO CAPITALISMO
  • Ética protestante e o espírito do capitalismo
  • A etica protestante e o espirito do capitalismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!