A ética de Baruch Spinoza

Páginas: 6 (1449 palavras) Publicado: 10 de junho de 2014
A ÉTICA DE BARUCH SPINOZA

Baruch Spinoza judeu, holandês, filho de portugueses radicaliza a “dúvida metodológica” de Descartes (o acreditar somente naquilo que se consegue construir racionalmente) levando a construção do pensamento racional até as últimas consequências em sua principal obra “Ethica Ordine Ge ometrico Demonstrata” (Ética demonstrada de maneira geométrica), publicadapostumamente.
Para Spinoza tudo “é governado por uma necessidade lógica absoluta” e que não há nada na esfera mental que se pareça com livre-arbítrio ou que “ocorra por acaso no mundo físico. Tudo que acontece é uma manifestação da natureza inescrutável de Deus, e é logicamente impossível, deste modo, que os acontecimentos fossem diferentes do que são” (BITTAR. 2004, p. 258).
Bittar afirma que explicar asregras éticas de Spinoza é o mesmo que explicar o funcionamento da natureza e deste modo o funcionamento de Deus. Assim, na medida em que Deus é onipresente e seus atributos infinitos, desvendar a ética é desvendar esses aspectos em seu funcionamento real. (2004, p. 262)
Os argumentos de Baruch possuem como ideal o desejo de realçar o potencial interno e racional do homem para controlar aspaixões que o desgovernam, bem como encaminhá-lo em direção á virtude suprema. Ao tratar da ética, Spinoza tenta primeiramente explicar a ambiguidade de termos éticos fundamentais como: bom e mau. Explica estas ambiguidades com o intuito de aplicar sobre eles um método de demonstração que lhes confira a certeza e continuidade fundamentais aos questionamentos que observam a ética dentro da metafísica.(BITTAR. 2004, p. 266).
Para o filósofo, o homem só é capaz de ética por conta de sua racionalidade, onde ser racional é o mesmo que ser virtuoso, sendo a paixão a origem da distorção do caráter humano nitidamente racional. Deste modo, assim ilumina Bittar:
“Se a razão é fonte do que é útil e bom para o homem, também o será para a sociedade, na medida em que a sociedade representa o governo darazão sobre as paixões. [...] Então, bom para a sociedade é o que é capaz de preservá-la [...] mau para a sociedade é o que é capaz de desagrega-la, fazendo com que o home seja conduzido a viver novamente fora da sociedade, ou seja, num estado onde governa a paixão sobre a razão” (2004, p. 274).
Este modelo, escrito segundo a regra geométrica, penetra nas discussões éticas com o intuito dedeterminar com precisão matemática os valores, vícios e virtudes, já que para Baruch Spinoza, somente a linguagem e o raciocínio lógico é que podem servir de sustentáculo para a criação de uma teoria ética. Há, contudo que se observar que esta iniciativa racional acaba por destruir a natureza do universo ético e da própria liberdade, pois demonstrar a certeza de algo já pressupõe que este algo é umacerteza absoluta, e a certeza é, no entanto, incompatível com a dimensão valorativa da ética, pois onde existem valores existem também flexíveis dimensões e infinitas possibilidades existenciais incompatíveis com a certeza lógica e formal de Spinoza.

A ÉTICA DE JOHN RAWLS

A ética filosófica, na época de John Rawls, seguia abundantes tendências por conta dos novos e diversos métodos de seobservar e interpretar a ética. Rawls posicionava seus pensamentos no tocante á “justiça das instituições, com a equidade e as condições de equilíbrio social, alcance e manutenção da igualdade na democracia, visto encontrar-se em meio a uma ampla dispersão de enfoque sobre a temática ética”, pois para ele não existiria justiça sem a moral, política ou economia (BITTAR. 2004, p. 376, 377 e 379).
Rawlsfunda sua metodologia construtivista cujo objetivo era:
“[...] construir uma normatividade objetiva partindo da interação discursiva de uma comunidade racional e razoável, composta de sujeitos competentes e imparciais, dispostos a cooperar comunicativamente [...], com o intuito de buscar, ou ao menos tentar, uma solução para o conflito de interesses [...], mediante razões válidas [...], aceitas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Baruch Spinoza
  • Baruch spinoza
  • Baruch de Spinoza
  • Baruch Spinoza Power Point 1
  • Proposições da Ética em Spinoza
  • Friedrich nietzsche baruch spinoza jean-paul
  • Trabalho de Filosofia sobre a Ética de Spinoza
  • Resumo da segunda parte da Ética de Baruch Espinosa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!