Yves Chevallard

Páginas: 6 (1282 palavras) Publicado: 29 de agosto de 2015
Yves Chevallard

Yves Chevallard é um didata francês do campo do ensino das matemáticas, que leciona atualmente no Institut Universitaire de Formation des Maîtres de l’Académie d’Aix-Marseille, onde coordena também a pesquisa na área da formação docente em matemática. No Brasil, seu trabalho conta com algumas apropriações, tanto críticas, quanto favoráveis, não representando, contudo,referencial teórico marcante para a pesquisa educacional brasileira atual, conforme discutido no próximo capítulo.
Sua publicação mais difundida no Brasil é a tradução para o espanhol e o original em francês do livro La Transposition Didactique, uma versão ampliada da primeira edição francesa de 1985. Essa primeira versão reunia notas para um curso de verão ministrado em 1980 – que aparecem na ediçãode 1991 nos capítulos 1 a 8 – e o texto Por que a transposição didática? , originalmente uma comunicação apresentada no Seminário de Didática e Pedagogia das Matemáticas da Universidade Científica e Médica de Grenoble, onde responde às críticas suscitadas pelas formulações apresentadas no curso de verão acima referido e difundidas também em encontros acadêmicos e publicações diversas. Na segundaedição de 1991, Chevallard atualiza esse texto e acrescenta um estudo de caso, desenvolvido em parceria com Marie-Alberte Joshua, intitulado Um exemplo de análise de transposição didática, onde a trajetória da noção matemática de distância é investigada, desde sua proposição pelo matemático francês Maurice Fréchet, em 1906, até a sua incorporação, em 1971, ao sistema de ensino fundamentalfrancês.
Segundo o próprio autor, a apresentação de um estudo empírico proporciona importante testemunho da dinâmica da “evolução da teoria” (Chevallard, 1991, p.7), impulsionada pelo confronto com a prática da pesquisa. Entretanto, da mesma forma que Bernstein, o desenvolvimento das suas formulações teóricas parece também motivado pelas críticas recebidas, como atesta o posfácio incluído nessa segundaedição, onde desenvolve novas questões como a filiação antropológica da sua teoria. Em publicações mais recentes, as marcas do diálogo com seus críticos ainda estão presentes em conceitos como “praxiologia” e “obra”, a meu ver, desenvolvimentos das proposições introduzidas no posfácio de 1991, em resposta às restrições colocadas por outros teóricos à priorização do “saber sábio” nos seus primeirosestudos.
Nesses novos escritos – que continuam a ser concebidos no contexto da prática de formação de professores e da pesquisa no campo da didática das matemáticas – Chevallard amplia seu escopo de investigação e trata mais diretamente de questões de currículo, dialogando com a produção anglo-saxã desse campo (1997a, 1997c), do papel do professor no sistema didático (1995) e dos problemas dasua formação (1999a, 2001a), do cotidiano escolar (2000a), e de questões gerais da didática (1997d, 1998, 1999b, 2000b, 2001b).

O conceito de Transposição Didática

Os estudos sobre transposição didática têm em Yves Chevallard a principal referência. Segundo Astolfi e Develay (1990), a teoria da transposição didáticateve origem na didática das matemáticas, através do trabalho de Chevallard e Joshua, autores que estudaram a matemática do conceito de distância e analisaram as transformações sofridas por esse conceito, desde a sua produção, no "saber sábio", até sua introdução nos programas de geometria na sétima série; ou seja, analisaram as modificações de seu estatuto teórico pelos círculos de pensamentointermediários entre a pesquisa e o ensino. 
O termo “transposição didática”, segundo Chevallard (1991), foi empregado inicialmente, no sentido aqui tratado, pelo sociólogo francês Michel Verret, na sua tese de doutorado Le temps des études, publicada em 1975. Nesse trabalho, Verret propõe-se a fazer um estudo sociológico da distribuição do tempo das atividades escolares, visando contribuir para...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Yves lacoste
  • Yves lacoste
  • Yves Saint Laurent
  • yves saint laurent
  • Yannick Yves Andrade Robert
  • Yves saint laurent
  • Resenha yves lacoste
  • Fichamento Yves Lacoste

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!