Wallon

Páginas: 7 (1689 palavras) Publicado: 30 de abril de 2013
Henri Paul Hyacinthe Wallon
Henri Paul Hyacinthe Wallon (França, 15 de junho de 1879 - 1 de dezembro de 1962) foi filósofo, médico, psicólogo e político francês, e marxista convicto. Foi neto do político francês Henri-Alexandre Wallon.

BiografiaHenri Wallon nasceu em 15 de junho de 1879, em Paris, filho de Paul Alexandre Joseph e neto de Henri-Alexandre Wallon. Tornou-se bem conhecido por seu trabalho científico sobre Psicologia do Desenvolvimento, devotado principalmente à infância, em que assume uma postura notadamente interacionista, e por sua atuação política e posicionamento marxista. Porsua formação, ocupou os postos mais altos no mundo universitário francês, em que liderou uma intensa atividade de pesquisa.

Vida acadêmica
Em 1899, Wallon é admitido na Escola Normal Superior. Ao longo de sua vida foi sempre muito explícita sua aproximação com a educação. Aos 23 anos, em 1902 formou-se em Filosofia pela Escola Normal Superior, e em 1908 formou-se em Medicina, sendo que de1908 a 1931 trabalhou com crianças portadoras de deficiência mental. Seu primeiro trabalho, Délire de persécution. Le délire chronique à base d'interprétation (“Delírio de perseguição. O delírio crônico na base da interpretação”), foi publicado em 1909. Em 1914 serviu durante meses como médico no Exército francês, na frente de combate. O contato com as lesões cerebrais sofridas por ex-combatentes fezcom que revise postulados neurológicos que havia desenvolvido no atendimento a crianças com deficiência.

Vida política
Além de psicólogo, Henri Wallon foi um grande político. Wallon foi contemporâneo às duas Guerras Mundiais (1914-18 - 1939-45), ao avanço do Fascismo no período entre-guerras, bem como às revoluções socialistas e às guerras para a libertação das colônias na África, queafetaram a Europa, particularmente a França. Ele também assumiu diversos papéis em sua carreira política ao mesmo tempo em que conduzia seus trabalhos científicos.Henri Wallon faleceu no dia 1.º de dezembro de 1962, também em Paris, aos 83 anos.

Posições Teóricas
A obra de HenriWallon é perpassada pela idéia de que o processo de aprendizagem é dialético: não é adequado postular verdades absolutas, mas, sim, revitalizar direções e possibilidades.

A Influência do Fator Orgânico e a Ênfase no Fator Social
Wallon reconhece que o fator orgânico é a primeira condição para o desenvolvimento do pensamento; ressalta, porém, a importância das influências do meio.Desenvolvimento do Pensamento

Wallon define que desenvolvimento é o processo pelo qual o indivíduo emerge de um estado de completa imersão social em que não se distingue do meio para um estado em que pode distinguir seus próprios motivos dos motivos oriundos do ambiente. Deste modo, desenvolver-se torna-se-ia sinônimo de identificar-se em oposição ao mundo exterior.
A teoria de Wallon confronta-se com oBehaviorismo neste ponto. Enquanto um comportamentalista acredita que a aprendizagem é um processo de modelagem onde vários comportamentos são condicionados e posteriormente extintos, Wallon afirma que o comportamento aprendido não é extinto, mas sim integrado ao posterior. Por exemplo, durante a aprendizagem da escrita, a criança primeiro aprende a desenhar algo semelhante a um círculo, paraposteriormente "puxar a perninha" e escrever um "a". O comportamentalista afirma que o comportamento de desenhar o círculo foi extinto, mas Wallon vai mais além e afirma que foi integrado a outros comportamentos ou, para usar um termo mais adequado à teoria walloniana, integrado a outras aprendizagens.

Campos Funcionais
Para Wallon, a cognição está alicerçada em quatro categorias de atividades...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Wallon
  • Wallon
  • Wallon
  • WALLON
  • Wallon
  • Wallon
  • Wallon
  • wallon

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!