Vivências das famílias face ao internamento de um elemento

Páginas: 14 (3500 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
Ana Maria Teixeira Mendes Filipe

“Vivências das famílias face ao internamento de um elemento”

Coimbra, 14 de Junho de 2012

Ana Maria Teixeira Mendes Filipe

“Vivências das famílias face ao internamento de um elemento”

Trabalho elaborado no âmbito da Pós- Graduação de Enfermagem em Cuidados Paliativos, sob a orientação da Sr.ª enfermeira Ana Rocha

Coimbra, 14 de Junho de 2012Resumo

A experiência de doença é um acontecimento de vida que constitui um desafio à capacidade de adaptação do utente e família. Ela desencadeia mudança de papéis, provoca alteração de atitudes e comportamentos na procura de estratégias face às novas exigências para as quais, em regra, não está preparada.
Sendo a presença da família cada vez mais frequente no ambiente hospitalar e tendo aprofissão de Enfermagem um papel importante na assistência aos doentes e às suas famílias, a complexidade dos cuidados requer cada vez mais uma melhor preparação dos profissionais. Cabe-nos a nós, enfermeiros, desenvolver competências nessa área, percebendo não só as vivências das famílias no processo de dependência em meio hospitalar como as expetativas dos familiares na relação com a equipa deenfermagem.
Foi nesta perspetiva que se procuraram descrever formas de pensar, de sentir e de viver das famílias, conhecendo o sentido que estas atribuem à experiência vivenciada aquando do internamento do utente e percecionar os seus sentimentos na relação com os enfermeiros, de forma a assegurar uma melhoria na prestação de cuidados e na qualidade de vida das famílias.
O estudo desenvolveu-se noserviço de Neurocirurgia dos HUC, e pretendeu explorar e descrever a perspetiva das famílias face ao internamento. Participaram no estudo quatro familiares selecionados por conveniência. Para a recolha de dados, recorremos à entrevista e, posteriormente, à análise temática dos conteúdos com respetiva pesquisa sistemática de artigos.
As vivências identificadas centram-se principalmente nas vivênciase dificuldades manifestadas pelos familiares durante o internamento, nas estratégias desenvolvidas para superar as dificuldades sentidas e na relação com a equipa de enfermagem.

Palavras-Chave: Vivências dos familiares; Dificuldades no internamento; Estratégias; Relações interpessoais.

INTRODUÇÃO
A experiência de ter uma doença inclui componentes físicas, sociais e emocionais de diversaintensidade. O diagnóstico de uma doença aguda grave e consequente hospitalização pode desencadear na família mudanças drásticas de papéis e alteração de atitudes e comportamentos na procura de estratégias para enfrentar os problemas, e adaptar-se a essas mudanças.
Até há relativamente pouco tempo, considerava-se que a família não teria um papel muito relevante relativamente ao internamento de umapessoa significativa. As necessidades doa familiares eram uma área negligenciada pela enfermagem (SCHUMACHER, 1996). Felizmente, hoje considera-se que as intervenções de enfermagem devem ser direcionadas para a família como foco de atenção dos seus cuidados, e não uma abordagem fragmentada visando apenas o indivíduo. VIEIRA (2009, p.83) relata que “…quer os processos familiares, (…) quer oscuidadores familiares – na dupla perspetiva de parceiros ou clientes – merecem a atenção dos enfermeiros, porquanto os processos de adaptação e a sua qualidade de vida são também sensíveis aos cuidados de enfermagem”. A ORDEM DOS ENFERMEIROS (2003, p.5) destaca que “As intervenções de enfermagem são frequentemente otimizadas se toda a unidade familiar for tomada por alvo do processo de cuidados (…) ”.Wright e Leahey (2002, p.13) acrescentam também que “A enfermagem tem um compromisso e obrigação de incluir as famílias, nos cuidados de saúde”, tornando fundamental uma correta e completa avaliação das necessidades dos familiares.
Por tudo isto, o enfermeiro assume pois um papel muito importante, pois tem a responsabilidade de potenciar a comunicação e as relações interpessoais existentes, com...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Paciente e família face à hospitalização.
  • Elementos da família dos calcogênios
  • Elementos Da Familia 7A
  • Estudo do elemento da familia do maganes
  • A família e a escola face à criança com nee
  • O Existencialismo Ateu de Nietzsche em Face a Vivência Cristã
  • Resumo Elementos de uma teoria crítica da família
  • elementos químicos família 6 e 3

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!