Visita técnica ao petar

Páginas: 23 (5653 palavras) Publicado: 1 de agosto de 2012
INTRODUÇÃO


Os ambientes cársticos são formados por um tipo de relevo geológico caracterizado pela dissolução química (corrosão) das rochas, que leva a formações físicas como cavernas, dolinas, vales secos, vales cegos, cones cársticos, rios subterrâneos, canhões fluviocársicos, paredões rochosos expostos e lapiás.
O relevo cárstico ocorre predominantemente em terrenosconstituídos de rocha calcária, mas pode ocorrer em outros tipos de rochas carbonáticas, como o mármore e rochas dolomíticas.
O principal testemunho geológico subterrâneo do carste são as cavernas. Formadas pela água ácida que atinge a zona freática e dissolve a rocha ao longo das rachaduras originais. Após milhares de anos essas cavidades se tornam grandes galerias. Quando o nívelfreático se rebaixa naturalmente devido à dissolução e aumento de permeabilidade de camadas inferiores, essas galerias se esvaziam. Em muitos casos, tetos que eram sustentados pela pressão da água podem desmoronar, formando grandes salões de abatimento. O desmoronamento de tetos de caverna pode levar ao rebaixamento do solo acima dos salões, formando dolinas de colapso, que podem se tornar entradaspara a caverna. Outras entradas podem ser formadas em sumidouros ou ressurgências e se mantêm mesmo depois que a água abandona a caverna. A ação da água não se encerra após o esvaziamento das galerias e salões. A carstificação neste caso passa a ser construtiva. Os minerais removidos da rocha sobre a caverna, ao precipitarem e cristalizarem criam espeleotemas, as formações rochosas típicas dascavernas, entre as quais as mais conhecidas são os estalactites e estalagmites.
As regiões cársticas perfazem mais de 20% da superfície do globo terrestre. Estima-se que por volta de 25% da população mundial dependa da água subterrânea em regiões cársticas.
Dos 5 a 7% do território brasileiro ocupados por terrenos cársticos (KARMANN, 1994), as faixas carbonáticas dos GruposAçungui e Itaiacoca, no sudeste e sul do Estado de São Paulo e nordeste do Paraná, ocupam uma posição de destaque por sustentarem feições cársticas únicas e depósitos sedimentares associados. No contexto dos metassedimentos do Grupo Açungui, o PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira) representa uma unidade de conservação que abriga uma significativa amostra da variedade morfológica do carsteda região serrana do vale do rio Ribeira, em ambiente subtropical úmido, com serras e vales recobertos por densa floresta, popularmente conhecida como Mata Atlântica (KARMANN; FERRARI, 1999).
O presente sítio geológico é marcado por um exuberante patrimônio geomorfológico e espeleológico, com feições típicas, como carste poligonal, cones e canyons cársticos, vales fluviais profundos,escarpamentos rochosos com pórticos de cavernas, sistemas de drenagem subterrânea com grande variedade espeleomorfológica, e cavernas com sítios paleontológicos do Quaternário.

OBJETIVO


A visita técnica foi realizada com o objetivo de entender as características físicas, químicas, geomorfológicas e hidrogeológicas de um ambiente cárstico a partir das observações em campo e estudosbibliográficos, assim como entender as questões ambientais que envolvem um parque estadual turístico com ocupação humana.

METODOLOGIA

A visita ocorreu no período de 14.10.2011 a 16.10.2011, partindo do Centro Universitário Fundação Santo André, no município de Santo André.
A atividade prática proporcionou o melhor entendimento do conhecimento teórico das disciplinas de Geologia eHidrogeologia do curso de Engenharia Ambiental, onde foi possível utilizar equipamentos de medição e de proteção para a realização dos roteiros. Foi utilizado um molinete para medir a vazão em um determinado trecho do rio Betari.
Foram visitados os núcleos Santana e Ouro Grosso, passando por trilhas, cavernas, cachoeiras, rios e mirante. Todas as visitas foram acompanhadas pelos monitores...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • visita técnica
  • Visita técnica
  • Visita tecnica
  • Visitas tecnicas
  • Visita tecnica
  • Visita técnica
  • Visita tecnica
  • Visita técnica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!