Violência doméstica

Páginas: 5 (1112 palavras) Publicado: 13 de junho de 2013
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

INTRODUÇÃO

Netinho admite que agrediu mulher após briga. O cantor, apresentador de TV e empresário Netinho de Paula, 34, falou nesta quinta-feira por telefone com Sônia Abrão no programa "Sônia e Você", da TV Record. Netinho, que trabalha na mesmo emissora, confirmou que bateu em sua mulher, a decoradora Sandra Mendes de Figueiredo Crunfli, 36, mas disse que o que saiunos jornais foi "exagerado".
Esta foi a noticia que saiu no site Folha de São Paulo, a violencia doméstica anda cada vez mais comentada. Muitas são as pessoas que definem violência doméstica como agressão física feita pelo marido à mulher. Ela existe em todos os países e atinge todas as classes sociais. É o sintoma mais visível da desigualdade de poderes nas relações entre homens e mulheres.Durante muito tempo foi considerada como um tabu. Ninguém falava dela, ninguém admitia tê-la testemunhado, ninguém fazia nada para impedir, hoje, o assunto é mais público embora continue a existir um muro de silêncio em torno das vítimas. Este silêncio muitas vezes normalmente surge do medo de represarias.
A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grandenúmero de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente.
É problemas que acometem ambos os sexos e não costuma obedecer nenhum nível social, econômico, religioso ou cultural específico, como poderiam pensar alguns. Sua importância é relevante sob dois aspectos; primeiro, devido ao sofrimento indescritível que imputa às suas vítimas, muitas vezes silenciosas e, em segundo, porque, comprovadamente, aviolência doméstica, incluindo aí a Negligência Precoce e o Abuso Sexual, pode impedir um bom desenvolvimento físico e mental da vítima. Segundo o Ministério da Saúde, as agressões constituem a principal causa de morte de jovens entre 5 e 19 anos. A maior parte dessas agressões provém do ambiente doméstico. No ano passado, 37.717 mulheres brasileiras entre 20 e 59 anos procuraram hospitais públicosem busca de atendimento, após terem sido vítimas de violência e maus-tratos no País - um crescimento de 38,7% em comparação com 2010. O levantamento, feito pelo Ministério da Saúde, será divulgado nesta terça-feira, no dia em que a Lei Maria da Penha, que pune violência doméstica, faz seis anos.
Desde janeiro de 2011, uma resolução do Ministério da Saúde tornou compulsória a notificação oficialde todos os casos relacionados à violência contra a mulher que fosse atendida na rede pública. Assim, segundo o governo, o crescimento de 38,7% não significa necessariamente aumento nos casos de violência, mas que havia subnotificação.
Se forem considerados os casos de violência envolvendo todas as mulheres - desde as menores de 1 ano até as com mais de 60 - o número chega a 70.270. Os dadosconstam do Mapa da Violência 2012, realizado pelo Centro Brasileiro de Estados Latino-americanos (Cebela) e pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (Flacso).
Apesar de a notificação no Sistema Único de Saúde (SUS) ser compulsória, os casos não são informados nominalmente à polícia - assim, não há como afirmar quantos deles efetivamente se transformou em processos contra os agressores.Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o governo defende a ideia de que o documento elaborado pelo sistema de saúde valha como prova oficial em um eventual processo, evitando que a mulher seja exposta a constrangimento novamente ao ter de refazer exames no Instituto Médico-Legal (IML). "Defendemos que haja um debate em torno desse assunto, mesmo que seja necessária mudança legal. É muitoconstrangedor para a mulher ter de procurar a polícia e refazer todos os exames", avalia.
Tipos de violência
Segundo o levantamento, as agressões físicas são as principais formas de violência contra a mulher e representam 78,2% do total de casos registrados. Em seguida, estão os casos de agressão psicológica (32,2%) e violência sexual (7,5%). O levantamento mostra ainda que, do total de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Violencia Domestica
  • Violencia domestica
  • Violencia domestica
  • Violência doméstica
  • Violencia domestica
  • Violencia domestica
  • Violência Doméstica
  • violencia domestica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!