Vidas secas, graciliano ramos - análise

Páginas: 16 (3991 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
A ORIGEM
A data de 1930 é marcante porque consolida a renovação do gênero romance no Brasil, ou seja, traz novos rumos à prosa. Depois de tanta arruaça intelectual dos primeiros modernistas no Sudeste do país, procura-se atingir equilíbrio e estabilidade, que, aos poucos, vai aparecendo em obras e mais obras: O quinze, de Rachel de Queiroz (1930); O país do Carnaval, de Jorge Amado (1931);Menino de engenho, de José Lins do Rego (1932); São Bernardo, de Graciliano Ramos (1934); e Capitães da areia, de Jorge Amado (1937).
Esta nova literatura em prosa será antifascista e anticapitalista, extremamente vigorosa e crítica. Os livros didáticos a chamam com vários nomes: "Romance de 30", porque é o início cronológico da nova literatura, Romance Neo-Realista, porque essas obras conseguiramrenovar e modernizar o realismo/naturalismo do século 19, enriquecendo-o com preocupações psicológicas e sociais, ou Romance Regionalista Moderno, porque escapa das metrópoles e vai ao Brasil regional, preso ainda a antinomias dos séculos anteriores.
Mais do que tudo, através dessa "fala", consolidaram em suas obras questões sociais bastante graves: a desigualdade social, a vida cruel dosretirantes, os resquícios de escravidão, o coronelismo, apoiado na posse das terras, todos os problemas sociopolíticos que se sobreporiam ao lado pitoresco das várias regiões retratadas.
Por exemplo, um trecho de Vidas secas, de Graciliano Ramos:
Na planície avermelhada os juazeiros alargavam duas manchas verdes. Os infelizes tinham caminhado o dia inteiro, estavam cansados e famintos
[...]Arrastaram-se para lá, devagar, Sinhá Vitória com o filho mais novo escanhacado no quarto e o baú de folha na cabeça, Fabiano sombrio, cambaio, o aió a tiracolo, a cuia pendurada numa correia presa ao cinturão, a espingarda de pederneira no ombro. O menino mais velho e a cachorra Baleia iam atrás.
A força narrativa com que o narrador descreve a cena cruel, de retirantes exaustos sob o sol, a famíliasilenciosa e triste, com a qual ele se solidariza ("os infelizes"); ele e nós, os leitores. A lentidão proposital da narrativa é a superação difícil do caminho sob o sol e a secura descritiva reproduz o silêncio dos que estão exaustos. Essa é a seca vida do herói humilhado e vencido pelo meio hostil.

A OBRA
Vidas Secas retrata a vida miserável de uma família de retirantes sertanejos obrigada a sedeslocar de tempos em tempos para áreas menos castigadas pela seca. A obra pertence à segunda fase modernista, conhecida como regionalista, e é qualificada como uma das mais bem-sucedidas criações da época.
O estilo seco de Graciliano Ramos, que se expressa principalmente por meio do uso econômico dos adjetivos, parece transmitir a aridez do ambiente e seus efeitos sobre as pessoas que ali estão.O livro consegue desde o título mostrar a desumanização que a seca promove nos personagens, cuja expressão verbal é tão estéril quanto o solo castigado da região. A miséria causada pela seca, como elemento natural, soma-se à miséria imposta pela influência social, representada pela exploração dos ricos proprietários da região.
Os retirantes, como o próprio nome indica, estão alijados dapossibilidade de continuar a viver no espaço que ocupavam. São, portanto, obrigados a retirar-se para outros lugares. Uma das implicações dessa vida nômade dos sertanejos é a fragmentação temporal e espacial.Graciliano Ramos conseguiu captar essa fragmentação na estrutura de Vidas Secas ao utilizar um método de composição que rompia com a linearidade temporal, costumeira nos romances do século XIX.
Aproposital falta de linearidade, ou seja, de capítulos que se ligam, temporalmente, por relações de causa e de consequência, dá aos 13 capítulos de Vidas Secas uma autonomia que permite, até mesmo, a leitura de cada um de forma independente.

RESUMO
Os sertanejos Fabiano, o pai, Sinhá Vitória, a mãe, os dois meninos, acompanhados pela cachorra Baleia e o papagaio de estimação atravessavam a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Vidas secas, graciliano ramos
  • Vidas Secas
  • Vidas secas
  • Análise da obra vidas secas de graciliano ramos
  • Graciliano Ramos Vidas Secas
  • Análise de Obra Literária
  • Vidas Secas
  • Vidas Secas- Graciliano Ramos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!