Vendedores Ambulantes

Páginas: 6 (1468 palavras) Publicado: 4 de agosto de 2013
Vendedores ambulantes

A escolha por este tema aconteceu porque eu tinha uma curiosidade em relação a essa opção de trabalho e confesso que me sinto admirada por esta parcela da sociedade que luta pelo espaço num lugar de trabalho tão digno quanto qualquer outro. Contudo, as autoridades municipais não as enxergam assim. Diariamente, produtos e mercadorias são apreendidos por guardas municipaisque antes de saberem se é ilegal ou não, já estão apreendendo. Estes são os “inimigos” daqueles que lutam a favor de uma sociedade justa e que ao não encontrar um emprego formal (celetista ou estatutário), vê na informalidade ou até ilegalidade, a sua única opção. Entre eles encontram-se: vendedores de doces, bebidas (dos mais variados tipos), lanches, roupas, bolsas, brinquedos infantis,celulares, produtos tecnológicos, reparadores em geral etc.
Apesar de eu ser uma pessoa comunicativa e que lida com público facilmente, no início, fiquei com um pouco de vergonha, porque a minha aproximação, naquele dia, não foi de cliente consumidora, e sim de uma universitária de uma instituição pública, que estava fazendo um trabalho etnográfico, de Antropologia. E eles não sabiam o que eraAntropologia!
Minha intenção era observá-los e tirar alguma conclusão a respeito do trabalho informal e pegar algumas informações deles, os vendedores ambulantes.
Foi interessante o contato com alguns deles, porque eu senti, por algum momento, o que um antropólogo sente ao fazer um trabalho de campo: o sentimento de ser aceito ou não por aqueles que estão sendo instrumento de pesquisa. Com alguns apenasconversei sobre o meu trabalho etnográfico, porque não queriam fazer a entrevista, outros se recusaram com medo de que eu fosse uma jornalista de alguma emissora de televisão ou de algum jornal ou até uma funcionária pública atrás de dados que pudessem comprometer a atuação deles no Largo da Carioca, mesmo sabendo que eu era uma universitária da UFRRJ, assim como havia me identificado.
Aimportância desse trabalho etnográfico foi observar que antes eu taxava essas pessoas como a parcela da sociedade que não conseguia se qualificar e que consequentemente não conseguia arrumar um emprego formal, ou seja, estavam ali porque não tinham outra opção. Isso eu pensava antes de fazer esse trabalho antropológico, mas depois eu vi que essas pessoas estão ali porque querem sim, muitas delas sãoqualificadas e as que não são qualificadas, querem se qualificar em cursos que possam se aprimorar para continuar trabalhando ali, como vendedores ambulantes.
Para mim, foi o máximo e a admiração que eu tinha antes dessas pessoas aumentou, porque além de passarem a perseguição dos guardas municipais e dos furtos, elas gostam do que fazem e não pretendem trabalhar como pessoas subordinadas ao patrão esegundo elas ganham mais do que ganhariam como aqueles que trabalham como formais.




Segue abaixo três entrevistas com vendedores ambulantes do Largo da Carioca, na cidade do Rio de Janeiro, que relatam que além da perseguição vivida pelos guardas municipais, ainda têm que sobreviver aos furtos que periodicamente acontecem.

1ª entrevista: Reparador de Sapatos
1) Em relação ao seutrabalho, as suas experiências anteriores te levaram a optar por isto? E o que te levou a optar por esta iniciativa de emprego?
Resposta: Não. Apenas porque fui mandado embora, mas se pudesse voltaria. Antes eu trabalhava com manutenção de elevadores.
2) Você sabe que em alguns momentos, a sua segurança fica vulnerável a alguns problemas que podem surgir nas ruas. Qual foi a pior situação que você jápassou?
Resposta: Aconteceu com os guardas municipais. Eles levaram toda a minha mercadoria, mas agora não acontece isso comigo mais não. Antes eles mexiam até com quem não é ilegal, que é o meu caso. Viam todo mundo (os vendedores) como ilegal: era uma rixa de “CAMELÔ”X GUARDA MUNICIPAL.
3) Pelo fato de ser um emprego dinâmico, você sente que é uma renda que varia muito ou você sente que é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Vendedor ambulante
  • Humilhação Social Vendedores ambulantes
  • A estrutura socioeconômica e cultural do vendedor ambulante de garanhuns – pe.
  • ambulantes
  • AMBULANTE
  • vendedor
  • vendedor
  • vendedor

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!