Variação Linguística

Páginas: 6 (1263 palavras) Publicado: 15 de setembro de 2013

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E
CIÊNCIAS HUMANAS - FFLCH




A Timidez e a Desesperança







Introdução aos Estudos Literários – Noturno (1º Horário)
Profº Dr. Edu Teruki Otsuka
Nome: Munique de Oliveira Rodrigues



SOBRE O AUTOR

Carlos Drummond de Andrade nasceu em outubro de 1902, em Itabira do Mato, Minas Gerais. Sua família era defazendeiros decadentes, mas, ainda assim, Carlos iniciou seus estudos em um colégio jesuíta, do qual foi expulso por um conflito de insubordinação mental, por não acatar as imposições de sua professora. Sua carreira como escritor iniciou-se no Diário de Minas, onde escrevia textos incentivando o movimento modernista no estado.
Formado em farmácia, seu talento para a escrita superou a profissão e, aolado de alguns colegas, Drummond formou A Revista, que foi um excelente instrumento de consolidação do movimento modernista em Minas Gerais.
Entre seus primeiros livros, está O Brejo das Almas (1934), onde foi publicado o poema Soneto da Perdida Esperança, instrumento de análise deste trabalho. Neste livro, não há compromisso com o modernismo, não há mais a tentativa de escandalizar o leitor esim, de apresentar textos seletos, apresentando alguns poemas anti-liricos e maior percepção política.
O autor vem a falecer no ano de 1987, deixando-nos um extenso repertório de suas obras escritas de maneira incrível e enigmática.





ANÁLISE
Soneto da Perdida Esperança

Perdi o bonde e a esperança.
2 Volto pálido para casa.
A rua é inútil e nenhumauto
4 passaria sobre meu corpo.
Vou subir a ladeira lenta
6 em que os caminhos se fundem.
Todos eles conduzem ao
8 princípio do drama e da flora.
Não sei se estou sofrendo
10 ou se é alguém que se diverte
por que não? Na noite escassa
12 com um insolúvel flautim.
Entretanto há muito tempo
14nós gritamos: sim! Ao eterno

Na obra O Brejo das Almas (1934), de maneira geral, fica explícito o conflito entre o eu-lírico e o mundo. Um caminho para a interpretação deste poema é buscar as palavras que o autor usa e fazer associações sobre elas, para tentar enxergar um sentido maior.

No ano de 1934, Getúlio Vargas foi eleito presidente do Brasil e, com ele, foram instaladas no país aintolerância e a repressão. Com a chegada de Vargas ao poder, o Brasil se tornou mais industrializado e, a tecnologia obteve crescimento no mercado também, daí, o poeta diz que perdeu o bonde e a esperança. O Bonde é um símbolo do passado, que levou consigo a esperança de dias melhores. Carlos Drummond foi um comunista discreto, que não falava de maneira explícita a respeito de sua preferênciapolítica, mas, que em sua obra, sempre mostrava certa indignação em relação ao mundo e a sociedade.

Com o movimento modernista, o qual Drummond foi um representante, a idéia dos artistas era justamente a contradição às regras, a ruptura com o acadêmico e, a apologia a liberdade de expressão e manifestação. Drummond, de maneira simplória e concisa, incorporou tais características em sua obra. No verso denúmero 6, quando o autor fala do cruzamento dos caminhos, retrata o modernismo, que abrangia diversas faces da sociedade de maneira artística e essencialmente crítica, fundindo, por exemplo, política e arte. Os artistas modernistas eram antenados à realidade da época e, estavam sempre tentando “abrir os olhos” da população através de diversas manifestações artísticas.

Como em grande parte daobra Drummondiana, o poeta se apresenta solitário, pessimista e desencantado com o mundo, mostrando através de suas palavras um cuidado terreno, associado à sua personalidade tímida e reservada. Antônio Candido já havia observado que “Drummond produziu extensa obra, em que a poesia de enfoque social e a poesia relativa ao indivíduo se mesclaram e se fundiram”. O Eu e o mundo estão presentes...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • variação linguísticas
  • Variação linguística
  • variação linguistica
  • Variacao linguistica
  • Variação linguistica
  • variação linguistica
  • Variação linguistica
  • variação linguistica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!