VAGINOSE BACTERIANA

Páginas: 5 (1077 palavras) Publicado: 9 de junho de 2015
VAGINOSE BACTERIANA,
CANDIDÍASE VULVOVAGINAL
E TRICOMONÍASE

Ariane Martini
Fernanda Patez
Luciene Batista
Maria Lúcia
Patricia Ponath

VAGINOSE BACTERIANA
• Uma infecção polimicrobiana.

PATOGENIA

FATORES PREDISPONENTES
• Diminuição dos lactobacilos;
• Uso de dispositivo intrauterino (DIU);
• Novos ou múltiplos parceiros sexuais;
• Gravidez;
• Menopausa;
• Uso de duchas vaginais;
• Sexooral;
• Sexo durante as menstruações;

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
• Coloração (esbranquiçada, acinzentada, ou
amarelada)
• Dor nas relações sexuais
• Coceira inflamação e irritação podem
ocorrer em cerca, de 15% das mulheres.

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
• Exame preventivo (papanicolal);

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
• Critérios de Nugent e Amsel:
▫ Nugent fundamenta-se principalmente pela
presença ou não doslactobacilos e estabelece
claramente a normalidade do ecossistema.
▫ Amsel é diagnosticada a vaginose bacteriana
quando pelo menos três dos testes seguidos a
seguir são positivos.

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
• PH> 4,5
• Aspecto do corrimento vaginal;
• Teste de aminas (whiff) positivo;
▫ Quando adicionado duas gotas de
hidróxido de potássio á 10% (KOH) no
conteúdo vaginal, coletado por meio desuabe de algodão;

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
• Critérios de Nugent:
▫ Normalidade do ecossistema (escore 0 a 3);
▫ Zona de transição ou de indefinição,
(escore de 4 a 6);
▫ Desestruturação
do
equilibrio
dos
microorganismos normais da microbiota
vaginal (escore 7 a 10).

TRATAMENTO
• Redução da população de anaeróbios, e um
incremento dos lactobacilos.
• Derivados imidazólicos
• 400mg de 12 em 12horas durante sete dias, ou
2g em dose única via oral, ou via vaginal
aplicador cheio 5g duas vezes ao dia por sete
dias.

PROGNÓSTICO
• Está relacionada a um grande número de
infecções em ginecologia, de alta
morbidade.
• Sendo fundamental enfatizar a adesão ao
tratamento.

CANDIDÍASE VULVOVAGINAL

CANDIDÍASE VULVOVAGINAL
• A candidíase é uma infecção causada
pelo fungo Candida albicans; FATORES PREDISPONENTES
• Uso de medicamentos;
• Gravidez;
• Anticoncepcionais de alta dosagem;
• Uso de substâncias externas;

FATORES PREDISPONENTES
• Diabetes;
• Higiene íntima inadquada;
• Vestuário;
• Relações sexuais;
• Dieta.

SINTOMAS E MANIFESTAÇÕES
CLÍNICAS
• Corrimento de cor branca, tipo leite coalhado;
• Dor e ardência durante o contato íntimo;
• Edema vulvar;
• Genitália e colorecobertos por placas brancas
ou branco acinzentadas, aderidas mucosa;

SINTOMAS E MANIFESTAÇÕES
CLÍNICAS
• Ardor ou dor à micção;
• Coceira intensa e sensação de ardência na
região íntima;
• Inchaço e vermelhidão;

DIAGNÓSTICO COMUM
• Exame realizado em consultório ginecológico;
• Exame clínico;
- Com o auxilio de um especulo;
- Que identifica o tipo de corrimento
característico.

• Analise de placasesbranquiçadas ao colo do
útero e na parede vaginal, com o aspecto de um
“leite coalhado”, possuindo um odor
desagradável.

Papanicolaou, no qual
é feita a raspagem do canal
vaginal e colo do útero
para análise laboratorial.
Encontrar o fungo no
laudo não significa que a
paciente
tenha
a
candidíase.
A
bacterioscopia,
exame em que a secreção
vaginal é analisada em
laboratório, também pode
auxiliarno diagnóstico.

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
• É processado em 2 etapas:
1. Exame Micológico a Fresco


Usando hidróxido de potássio 10 a 40% ou esfregaços
corados pelo Gram, para observação das estruturas
fúngicas.

2. Meios de Cultura para Fungos
• Sabouraud Dextrose Agar (SDA); SDA com
cloranfenicol; SDA acrescido de cloranfenicol e
cicloeximida - ou meios diferenciais, como o
CHROMagarCandida, que detecta mais facilmente
infecções mistas por leveduras.

TRATAMENTO
• O tratamento é simples e consiste em uma dose oral de
antifúngico, ou creme vaginal.
• pH Vaginal: A maioria das infecções por Cândida ocorre
com o pH variando de 3,5 a 4,0 e 4,5. ( Normal: 3,8 a 4,2)

Antifúngicos:
• O Fluconazol em comprimido, 150 mg em dose única.
• Itraconazol 200 mg por dia, por 3 dias.

Creme...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Vaginose bacteriana
  • Vaginose Bacteriana
  • VAGINOSE BACTERIANA
  • Vaginose bacteriana
  • Vaginose bacteriana na gravidez – Dificuldades de diagnóstico e complicações
  • Estudo da própolis e de sua biodisponibilidade frente a diferentes formas farmacêuticas para o tratamento de...
  • vaginoses
  • era bacteriana

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!