Usuário de drogas x crime contra patrimônio: estudo de caso da cidade de manhuaçu/mg

Páginas: 8 (1824 palavras) Publicado: 18 de abril de 2013
Usuário de drogas x crime contra patrimônio: Estudo de caso da cidade de Manhuaçu.


*Valter Felipe Santiago


RESUMO
O artigo mostra como a violência e a criminalidade em Manhuaçu tiveram aumento gradual nos últimos anos, alcançando níveis elevados.
O texto demonstra as formas dos crimes em Manhuaçu –Furtos consumados, furtos tentados,roubos consumados e roubos tentados, associando isto aoaumento de uso de droga e o trafico em Manhuaçu.
O objetivo é descrever e discutir a relação entre os níveis de dependência relacional das drogas e a prática de atos inflacionais, na perspectiva da cidade de Manhuaçu. As informações foram cedidas pelo BOPM de Manhuaçu.

Palavras-Chave: drogadiçao ; atos inflacionais; estatísticas.


1-INTRODUAÇÃO
Manhuaçu, chamada como cidade de interior, em meutempo de criança , dormia se tranqüilamente de janelas abertas. Roubos havia, é claro, mas de pouca monta: no máximo, algum frango que desaparecia do galinheiro ou uma peça de roupa que sumia do varal durante a noite...
Nas cidades grandes, o maior perigo eram os hábeis punguistas, gatunos que, nos bondes ou nos cinemas, discretamente e sem violência, aliviavam suas vítimas das carteiras dedinheiro ou dos relógios de bolso, pendentes das vistosas correntes de ouro então em voga.
Violência também havia: um ébrio que surrava a esposa ou que chegava “às vias de fato” com companheiros de bebedeira, sendo todos devidamente recolhidos à delegacia, onde permaneciam algumas horas, ouviam um bom “sermão” e depois eram liberados...
Durante os últimos anos, entretanto, os índices de ocorrênciaspoliciais foram subindo, pouco a pouco e quase imperceptivelmente, de modo que nos fomos habituando, gradativamente e sem nos darmos conta, a uma verdadeira escalada de violência e criminalidade. Hoje, estamos diante de um quadro que nem mesmo em sombrios pesadelos jamais poderíamos ter imaginado, quando de nossa juventude.
Vamos, neste artigo, expor alguns dados e, paralelamente, tecer algumasconsiderações sobre os crimes contra patrimônio cometidos em Manhuaçu, associando isto ao aumento de uso de drogas e o tráfico de entorpecentes.


2-HISTÓRIA DO CRACK


Ao chegar ao Brasil, no começo dos anos 90, o crack se tornou um flagelo entre marginais, mendigos e menores de rua. São esses os personagens que aparecem deitados nas calçadas, como molambos, nas cracolândias que floresceram em áreasdegradadas das grandes cidades. Como custa pouco, menos de 5 reais a dose, a droga disseminou-se entre os desvalidos. Agora, a sedução perversa do crack começa a fazer vítimas também na classe média. O consumo do crack entre a população mais abastada ainda não transparece nas pesquisas dos órgãos de saúde porque, na tabulação dos dados, ele está quase sempre na mesma classificação da cocaína, da qualé uma versão inferior e mais tóxica. O contingente de pessoas que usam crack no país ainda é bem menor do que aquele que usa maconha ou cocaína. Mas as pequenas pedras brancas têm um efeito tão devastador, e viciam tão rapidamente, que em muitas instituições já respondem pela maioria das internações de pacientes.
O crack é a cocaína em forma de pedra, feita para fumar em cachimbos. Os traficantesmisturam a droga com outras substâncias, como o bicarbonato de sódio. "Para aumentarem o volume, adicionam também cal e anestésicos como a lidocaína. A mistura é fervida e depois filtrada, transformando-se em pequenas pedras brancas do tamanho de uma pipoca. Quando queimada num cachimbo, a pedra emite pequenos estalos – daí o nome "crack". Ao ser fumada, a droga atinge os pulmões e entra nacorrente sanguínea instantaneamente, chegando ao cérebro em poucos segundos – ao contrário da cocaína em pó, que leva cerca de dez minutos para fazer o trajeto. O efeito também é muito mais forte. O crack bloqueia a absorção natural da dopamina, o neurotransmissor que dispara no cérebro a sensação de prazer. Com excesso da substância entre os neurônios, surge uma sensação imensa de euforia e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resíduos Sólidos: Estudo de caso na cidade de Itaobim-MG
  • Crimes contra o patrimonio publico
  • crimes contra o patrimonio
  • Crimes contra o patrimônio
  • resumo: crime contra o patrimonio
  • Crimes contra o patrimônio
  • Dos crimes contra o patrímônio
  • Crime contra o patrimonio e os costumes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!