UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Páginas: 9 (2070 palavras) Publicado: 26 de junho de 2015
 CAPITALISMO PARA PRINCIPIANTES

Nos primórdios das organizações sociais, os homens trabalhavam na medida de suas capacidades para o bem comum. E com a invenção das armas e ferramentas aumentaram as formas de obtenção de alimento e a superprodução, fazendo com que eles desenvolvessem trocas de mercadorias entre si.
Os grupos mais fortes começaram adominar os mais fracos, surgindo à propriedade privada, com a escravatura passa há existir a divisão de duas classes: senhores e escravos. Os escravos pertenciam e produziam para o seu senhor. Após algum tempo a escravatura deixa o seu topo, e a sociedade passa a ser dividida em: nobreza, clero, artesãos e camponeses, surgindo o feudalismo que se baseia em um regime da sociedade medieval na Europa, abase da propriedade da terra. Diferencia-se da escravidão, pois camponeses possuíam uma pequena propriedade, onde eles produziam e tinham que pagar elevados impostos aos nobres e ao clero, que comandavam o comércio.
As camadas inferiores da população eram muito ignorantes e acreditavam que Deus dividiu os homens entre ricos e pobres, e que a missão dos pobres era trabalhar e pagarimpostos.
Depois do Feudalismo surge o Mercador, que vendia de tudo: pimenta, peles, tecidos, bebidas, etc. E como não havia o dinheiro, o negócio era fechado à base de troca das mercadorias que os artesãos produziam. Nos Reinos a Europa Central, os senhores feudais passam a produzir suas próprias moedas, aparecendo então os primeiros capitalistas, ou seja, aqueles mercadores que utilizavam odinheiro para fazer mais dinheiro. Em 20 de maio de 1498, Vasco da Gama chega à Índia, e a partir daí, o mercado foi se intensificando aos saltos. Na América, os espanhóis invadiram os impérios Incas, Maia, Asteca, as ilhas do Caribe, deixando esse período conhecido como “Período dos Grandes Descobrimentos”, mas a verdade era outra: ninguém estava a fim de descobrir nada além de novos caminhos paragrandes lucros".
Por volta de 1630, a Europa passou por uma profunda crise, que ficou conhecida como “Revolução dos Preços”, pois os preços foram lá em cima e os salários não acompanharam essa proporção, e isto é visto até mesmo nos dias de hoje. Até mesmo os senhores feudais sofreram com essa Revolução, pois, continuavam a receber antigos arrendamentos, que tinham valores baixos, e tinham qpagar novos preços, que eram altos.
Os nobres que também estavam sofrendo com a crise, trataram de investir contra os donos de terras, para restabeler os impostos. E essa crise acabou desembocando numa guerra. Só que para haver guerra, têm que haver armas, e como os nobres não tinham capital para financiar esses equipamentos, os comerciantes patrocinavam os exércitos dos reis, ganhandoassim pelos dois lados, pois, emprestavam dinheiro aos nobres, que por sua vez compravam as suas armas. E quem produzia essas armas eram os artesões, só que para atender a demanda os comerciantes aboliram o sistema de produção familiar, de corporação dos antigos modos de produção e implantaram um sistema chamado doméstico. Os artesões passaram a trabalhar em casa e galpões dos comerciantes. Foicontratando novos auxiliares e ajudantes, que os “patrões da vez” descobriram que quando se emprega um bom número de pessoas para fazer certo produto, é possível dividir melhor o trabalho e produzir mais. E foi assim que surgiram os primeiros operários assalariados.
No início do séc. XVII, na Europa, os pequenos reinos transformavam-se em novos Estados. E quanto mais ouro e prata o paísacumulasse, mais rico seria. Daí, vários países baixaram leis proibindo a saída desses metais. Os países que não dispunham nem de ouro, nem de prata, deveriam aumentar a produção de seus artigos e vendê-los para outros países, mas para aumentar essa produção e o lucro, eles tinham que conseguir matéria-prima e mão-de-obra barata. E foi em busca dessa mão-de-obra barata que surgiu o “mercado negro”....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MINAS GERAIS
  • ESTADO DE MINAS GERAIS
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MINAS GERAIS BASQUETE
  • PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
  • Ensaio fruticultura no estado de Minas Gerais
  • A Judicialização de Medicamentos no estado de minas gerais
  • Gerra fiscal no estado de minas gerais
  • PONTIF CIA UNIVERSIDADE CAT LICA DE MINAS GERAIS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!