Umbanda e candoblé

Páginas: 14 (3398 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
UMBANDA
INTRODUÇÃO
Há de se entender, antes de qualquer explicação, que a UMBANDA é uma religião, ou seja, é composta de elementos Divinos (Orixás e Guias); Doutrinários (linhas de atuação, reencarnação, lei do karma,...); Princípios (amor, caridade, respeito ao próximo, fé,...); Rituais (abertura e encerramento das sessões, pontos cantados...); Místicos (a forma de atuação dos Orixás eGuias); Divinatórios (jogo de búzios,...); Humanos (seus médiuns, Babás, Babalorixás, Sacerdotes,...).
Sincretismo
Sincretismo é uma fusão de doutrinas de diversas origens, seja na esfera das crenças religiosas, seja nas filosóficas.
Na história das religiões, o sincretismo é uma fusão de concepções religiosas diferentes, ou, a influência exercida por uma religião nas práticas de outra.
Ou seja, naUmbanda essa fusão foi ocasionada por características espiritualistas (espíritos), africanas (orixás e culto aos antepassados), indígenas (caboclos), oriental (karma), cristianismo (prática da caridade).
Umbanda e Candomblé
Candomblé é um conjunto de religiões de origem africana que conservam suas características originais como rituais, costumes, língua utilizada nos cânticos  e culto àsdivindades exclusivamente africanas (ORIXÁS, VODUNS ou INKICES dependendo da “nação”);  já a UMBANDA é uma religião genuinamente brasileira nascida em Niterói em 1908 e reúne  além de parte dos elementos do candomblé também elementos do kardecismo, catolicismo e espiritualidade, indígena, o português é a língua utilizada majoritariamente na UMBANDA, nela apesar de se cultuar também  sete dos orixás doCandomblé e dos trajes africanizados, diferentemente há culto também à ENTIDADES  como pomba-giras, exus, boiadeiros, marinheiros, caboclos e pretos velhos (todos inexistentes nos Candomblés de Nação).

HISTÓRIA
O início do movimento Umbandista se coloca entre a primeira e a segunda metade do século XIX, junto ao candomblé.
Em meio às festas nas senzalas, os negros escravos reverenciavamos Orixás. Nessas festas eles incorporavam seus Orixás, mas também começaram a incorporar os espíritos ditos ancestrais, como os Pretos-Velhos ou Pais-Velhos (espíritos de ancestrais,) eram antigos "Pais e Mães de Senzala": escravos mais velhos que sobreviveram à senzala e que, em vida, eram conselheiros e sabiam as antigas artes da religião da distante África, que iniciaram a ajuda espiritual e o alíviodo sofrimento material daqueles que estavam no cativeiro.
Com os escravos foragidos e libertados pelas leis do Ventre Livre, Sexagenário e posteriormente a Lei Áurea, começou-se a montagem das tendas, posteriormente terreiros.
No início do século XX com o surgimento da Umbanda, esta que muitas vezes era realizada nas praias começou a ser conhecida pelo termo “macumba”, que é na verdade um tipo deinstrumento musical (reco-reco). Então as pessoas referiam-se da seguinte forma: “Estão batendo a macumba na praia”. Com o passar do tempo, tudo que envolvia algo que não se enquadrava nos ensinamentos impostos pelo catolicismo, protestantismo, e outras religiões, era considerado macumba. Com isso, acabou por virar um termo pejorativo.
A origem do vocábulo Umbanda
A palavra Umbanda é umvocábulo Sagrado da língua Abanheenga, que era falada pelos integrantes do tronco Tupy. O termo Umbanda, considerado a “Palavra Perdida” de Agartha, foi revelado por Espíritos integrantes da Confraria dos Espíritos Ancestrais. Estes espíritos são Seres que há muito não encarnam por terem atingido um alto grau de evolução, mas dignam-se em baixar nos templos de Umbanda para trazer a Luz do Conhecimento, emnome de Oxalá – O Cristo Jesus. Utilizam-se da mediunidade de encarnados previamente comprometidos em servir de veículos para sua manifestação.
Os radicais que compõem o mote umbanda são, respectivamente, AUM, BAN e DAN. Sua tradução pode ser comprovada através do alfabeto Adâmico ou Vattânico revelado ao Ocidente pelo Marquês Alexandre Saint-Yves d’Alveydre, na sua obra “O Arqueômetro”....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Candoblé
  • Candoble
  • Umbanda
  • Umbanda
  • Umbanda
  • umbanda
  • Umbanda.
  • umbanda

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!