Uma visão crítica do ensino público brasileiro

Páginas: 13 (3161 palavras) Publicado: 7 de novembro de 2012
UMA VISÃO CRÍTICA DO ENSINO PÚBLICO BRASILEIRO

Jaqueline Sampietro de Souza - UNEMAT
Samara Pricila Kleszcz - UNEMAT

Resumo
O objetivo deste artigo será refletir sobre formas alternativas de ensino na educação visando facilitar e dinamizar o processo de ensino­aprendizagem. Apontando metas de qualidade que ajudem o aluno a enfrentar o mundo atual como cidadão participativo, reflexivo ecrítico, conhecedor de seus direitos e deveres, para que esses alunos venham a vislumbrar assim o conhecimento de forma prática e significativa.
Palavras-chave: ensino-aprendizagem, conhecimento, metodologias, educação.

Segundo Vanda Mendes Ribeiro e Joana Buarque de Gusmão (2004), é no âmbito escolar que ocorre os primeiros contatos com a diversidade cultural e humana entre alunos de diversasetnias, raças e classes sociais, visando o processo de ensino-aprendizagem e vivência de valores. É nela que se desenvolve a noção de cidadania e igualdade entre todos, buscando ensinar o respeito, a disciplina, a solidariedade, acabar com a discriminação, entre vários outros valores.
A generalização no Brasil em que há uma má qualidade no ensino publico é um fato histórico, mas antes de seafirmar isso como um todo, devemos levar em consideração os contextos socioculturais locais, afinal não se pode comparar uma escola de uma aldeia ribeirinha com uma escola urbana. Mas o que é qualidade? São de comum aceitação da sociedade que para uma escola ser considerada boa ela precisa ensinar o essencial para aquele aluno, como ler, escrever, somar e etc. Mas a única que pode julgar a mesma é aprópria comunidade escolar. "Não há ensino de qualidade, nem reforma educativa, nem inovação pedagógica, sem uma adequada formação de professores" (NÓVOA, 1992, p. 9).
Como é proposto pelas autoras Vanda Mendes Ribeiro e Joana Buarque de Gusmão:

Não existe um padrão ou uma receita única para uma escola de qualidade. Qualidade é um conceito dinâmico, reconstruído constantemente. Cada escola temautonomia para refletir, propor e agir na busca da qualidade da educação (RIBEIRO; GUSMÃO, 2004, p. 05).
Como então a escola pode modificar o seu parâmetro de qualidade? Muitos estudiosos da educação e até mesmo Os Indicadores da qualidade na educação feita pela UNICEF, trazem que novas metodologias e cursos de formação continuada para os professores são uma boa estratégia para se reformular osmesmo dentro de um contexto educacional contemporâneo. "Ninguém nasce educador ou marcado para ser educador. A gente se faz educador, a gente se forma, como educador, permanentemente, na prática e na reflexão da prática". (FREIRE, 1991, p. 58).
Do ponto de vista de Dinéia Hypolitto (2004), os professores devem estar sempre em constante renovação, acompanhando os novos avanços tecnológicos, poisquem não se atualiza, para no tempo, e não consegue acompanhar a modernidade. Toda tecnologia moderna é um desafio para aqueles profissionais que se formaram a 20, 30 anos atrás, ainda no magistério, com a concepção de que o professor é o dono do saber, tendo que se auto reformular, pois com a escola nova as teorias mudaram em relação à importância da introdução do aluno no contextoensino-aprendizagem. Sendo assim, a ideia moderna de educador exige: "uma sólida formação científica, técnica e política, viabilizadora de uma prática pedagógica crítica e consciente da necessidade de mudanças na sociedade brasileira" (BRZEZINSKI, 1992, p. 83).
Entretanto, "o profissional do futuro (e o futuro já começou) terá como principal tarefa aprender. Sim, pois, para executar tarefas repetitivasexistirão os computadores e os robôs. Ao homem competirá ser criativo, imaginativo e inovador" (SEABRA, 1994, p. 78).
Vasconcellos (1995, p. 19) afirma que a universidade não é o que realmente deve ser, pois de modo geral ela deveria estimular o acadêmico a pensar de uma forma mais critica, buscando o conhecimento cientifico e o questionamento através de pesquisas, vivenciando a realidade das escolas,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Política educacional: um estudo do ensino público e privado brasileiro
  • Panorama atual da introdução do ensino de língua espanhola no ensino basico público brasileiro
  • ERRO MÉDICO: UMA VISÃO CRÍTICA DO ÔNUS DA PROVA NO DIREITO BRASILEIRO
  • Visao critica
  • Contingencialismo, visão sistêmica e visão crítica
  • Visão do Agronegócio Brasileiro
  • Visão do brasileiro sobre o brasil
  • O Brasil e o brasileiro na visão do estrangeiro

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!