Tutela e garantia das obrigaçoes

Páginas: 5 (1165 palavras) Publicado: 9 de maio de 2011
O assédio sexual nas escolas

O que é o assédio sexual

O assedio sexual é uma forma de abuso sexual porque pretende obrigar a rapariga a conceder favores sexuais.

O assedio sexual faz parte da violência de gênero e é uma manifestação de poder.

Os mais fortes quer pela idade, quer pela posição que ocupam, julgam-se no direito de controlar o corpo da rapariga. Esse controlo caracterizaas relações sócias de gênero e é o produto da, desigualdade de poder entre mulheres e homens.

Como é possível existir assedio sexual?

Desde crianças as raparigas aprendem a viver e a pensar que as diferenças biológicas que os caracterizam produzem direitos diferentes. Isto significa que desde muito cedo as meninas e os homens para mandar.

A figura que vemos a seguir mostra como desdepequenas as raparigas aprendem que a sua máxima valorização está em casar e ser mãe

Mesmo hoje quando já muitas raparigas freqüentam a escola permanecem ainda a idéia de que os estudos são mais importantes para os rapazes do que para as raparigas.

Na figura a seguir, que representa o dialogo entre uma rapariga e um professor durante a entrega de um teste, vemos como o bom aproveitamento dasraparigas é utilizado para humilhar os rapazes, como se estes, pelo simples facto de serem homens tivessem obrigação de serem melhores estudantes.

Portanto, mesmo sem estarmos , conscientes da desigualdade de poder uqe gera expectativas tão diferentes em relação as raparigas e aos rapazes, as nossas palavras e os nossos actos vão deixando nas nossas vidas as marcas da subalternidade feminina.

Éisto que permite muitos homens assediem as mulheres e que algumas destas se deixem assediar. Mas nada existe na cabeça e no corpo das mulheres e dos homens que justifique o assedio sexual.

O que caracterizam o assédio sexual
O assedio sexual começa muitas vezes com gestos aparentemente amigáveis.
A pouco a pouco o assediador vai-se insinuando, oferecendo material escolar e roupa e convidandoa rapariga para lanchar, para ir a discoteca e para ir receber explicações a sua casa.

Por vezes a rapariga não quer aceitar, desconfia das intenções ofertas.

Mas, muitas vezes, ela começa a pensar que com ela vai ser diferente, que o professor é apenas uma pessoa que a quer ajudar e pouco a pouco vai aceitando os favores do professor. Mas quando se dá conta ele será a controlar a suavontade e a abusar do seu corpo.

Quando a rapariga resiste ao assedio ou não quer continuar a ser violentada na sua dignidade, surgem então as primeiras ameanças, que se traduzem, no caso das alunas, em reprovações e insunuaçoes que a redicularizam aos olhos dos colegas, podendo chegar á violência física e á perseguição fora do recinto escolar.

Quando são os colegas a assediar e as raparigasresistem, aqueles feridos nos seu poder, espalham um manto de boatos e intrigas,-tentando prejudica-las. Ás vezes tentam fazer com que os outros alunos e principalmente as amigas da vitima se afastam dela.

Também tem acontecido as raparigas assediadas serem batidas a saída da escola para casa.

O assedio como exercício de poder

Muitas raparigas ao serem assediadas sentem-se culpadas. Sãoacusadas de serem as provocadoras, pelas roupas que usam ou pela maneira como falam favorecerem o assedio. Por isso raramente denunciam a situação. Tem medo da incompreensão familiar social.

A atribuição da culpa ás raparigas é uma maneira de desculpabilizar o agressor. O assedio sexual e´sempre uma agressão que visa a submissão e o controlo do corpo feminino.

O assedio é independente do modo devestir, de andar ou da beleza das raparigas. As raparigas são assediadas porque os que as assediam pensam que tem o direito de o fazer.

Por isso o assedio sexual é também uma forma de exercício do poder masculino que caracterizam as relações sócias de gênero.

Transformar as vitimas em culpadas é ignorar que as relações sócias de gêneros são estruturas por um poder que não só submete as...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Obrigações de meio, resultado e garantia
  • Tutela e garantias de creditos
  • Tutela e Garantia de Crédito
  • Habeas corpus: instrumento de tutela da liberdade – garantia fundamental
  • Tutela Processual das Obrigações de Fazer e Não Fazer
  • Pesquisa – Obrigações de Fazer cc Tutela Antecipada
  • O DIREITO DE AÇÃO NA TUTELA INIBITÓRIA COMO GARANTIA DOS DIREITOS NÃO PATRIMONIAIS
  • garantia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!