TUDO OU NADA

Páginas: 5 (1114 palavras) Publicado: 1 de novembro de 2013
ESCOLAS DO PENSAMENTO ECONOMICO


A história do pensamento econômico pode ser dividida, grosso modo, em três períodos:
• Pré-moderno (grego, romano, árabe),
• Moderno (mercantilismo, fisiocracia) e
• Contemporâneo (a partir de Adam Smith no final do século XVIII). A análise econômica sistemática tem se desenvolvido principalmente a partir do surgimento da Modernidade.
• Algumas dasPrincipais escolas ou teorias:, Liberalismo, Marxismo e a escola keynesiana.





ECONOMIA CLÁSSICA OU LIBERALISMO



Contexto histórico em que surgiu a escola

A base do pensamento da Escola Clássica é o liberalismo económico defendido pelos fisiocratas, cujo principal membro foi Adam Smith, o qual não acreditava na forma mercantilista de desenvolvimento económico, mas sim na concorrênciaque impulsiona o mercado e consequentemente faz girar a economia. A teoria clássica surgiu do estudo de como conseguir manter a ordem económica, através do liberalismo e da interpretação das inovações tecnológicas provenientes da Revolução Industrial. Todo o contexto da Escola Clássica foi influenciado pela Revolução Industrial, caracterizando-se pela procura do equilíbrio do mercado (oferta eprocura), pelo ajuste de preços, pela não intervenção do estado na atividade económica, predominando a atuação da "ordem natural" e pela satisfação das necessidades humanas através da divisão do trabalho, que por sua vez pressupõe a força de trabalho em várias linhas de emprego.
A teoria do liberalismo econômico surgiu no contexto do fim do mercantilismo, período em que era necessário estabelecernovos paradigmas, já que o capitalismo estava se firmando cada vez mais. A ideia central do liberalismo econômico é a defesa da emancipação da economia de qualquer dogma externo a ela mesma, ou seja, a eliminação de interferências provenientes de qualquer meio na economia., tendo em François Quesnay um dos seus principais teóricos. Quesnay afirmava que a verdadeira atividade produtiva estavainserida na agricultura. Outro pensador que contribuiu para o desenvolvimento da teoria do liberalismo econômico foi Vincent de Gournay, o qual dizia que as atividades comerciais e industriais deveriam usufruir de liberdade, para assim se desenvolverem e alcançarem a acumulação de capitais.



Precursores da escola clássica e as principais ideias do liberalismo

Os principais economistas clássicosincluem Adam Smith, Jean-Baptiste Say, Thomas Malthus, David Ricardo, John Stuart Mill, Johann Heinrich von Thünen e Anne Robert Jacques Turgot.

Adam Smith (1723-1790)
Filósofo, teórico e economista, nascido na Escócia em 1723 dedicou-se quase queexclusivamente à instrução. É considerado o pai da Economia Política Clássica Liberal. O seu pensamento filosófico e económico encontra-sebasicamente na “Teoria dos Sentimentos Morais” (1759) e na “Riqueza das Nações” (1776),respectivamente.Os críticos dessas duas importantes obras de Smith afirmam haver um paradoxo entre ambas: na “Teoria dos Sentimentos Morais”, Smith teria como sustentação da sua concepção ética o lado simpático da natureza humana, enquanto que na “Riqueza das Nações” realça a ideia do homem movido pelo egoísmo,constituindo-se este, na força impulsionadora do comportamento humano, crítica essa repudiada e apontada como um falso problema, não havendo descontinuidade de uma obra para a outra. As ideias liberais de Adam Smith, na “Riqueza das Nações” aparecem, entre outras, na defesa da liberdade absoluta do comércio, que deve, não só ser mantida, como também incentivada pelas inegáveis vantagens para aprosperidade nacional. Ao Estado, caberá manter uma relação de subordinação entre os homens e por essa via, garantir o direito à propriedade. Para Adam Smith as classes dividem-se em: classe dos proprietários, classe dos trabalhadores que vivemde salários e classe dos patrões que vivem do lucro sobre o capital. A subordinação na sociedade deve-se a quatro factores: qualificações, idade, fortuna e origem,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Tudo no nada
  • Tudo ou nada
  • De tudo um nada
  • tudo e nada
  • Tudo sei que nada sei
  • Do nada ao tudo (conto)
  • Tudo passa, nada é para sempre
  • Tudo nada a ver

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!